sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Bio, de Carlos Gerbase

"Bio" é um falso documentário. Ou como diz o diretor Carlos Gerbase, “Um documentário impossível”. O filme conta a história de um renomado biólogo. Desde o nascimento, em 1959. Até a morte, aos 110 anos, em 2070!

Bio (2017) - Exobióloga (Maria Fernanda Cândido)
Exobióloga (Maria Fernanda Cândido)
  
Veja também...
Festival de Cinema de Gramado 2017

A ideia é muito bacana. Em momento algum do filme, vemos o rosto do tal biólogo. Nem ao menos, ouvimos o nome dele. Conhecemos a história do cientista a partir do depoimento de pessoas que fizeram parte de sua vida.

Bio (2017) - Psicólogo (Marco Ricca)
Psicólogo (Marco Ricca)

Carlos Gerbase dirige 39 atores. E a montagem intercala o depoimento de grupos de três pessoas. Como trechos de entrevista. Começa pelo pai, a mãe e o obstetra. Passa pelo irmão, a irmã e a empregada da vizinha.

Logo, tomamos conhecimento de algo inusitado. O biografado possui uma estranha mutação. E é incapaz de mentir. Quando pensa em mentir, ele tem um ataque. Que começa com gritos. E resulta em um desmaio...

Bio (2017) - Habitante de Encélado (Sheron Menezzes)
Habitante de Encélado (Sheron Menezzes)

Seguem, assim, os relatos sobre a vida do homem que não mente. Alguns curiosos. Boa parte, divertidos. E descobrimos como o cara que detestava biologia acabou-se apaixonando pelo tema.

O personagem principal nasceu em Porto Alegre. Ali, estudou até concluir o curso de Biologia. Em Viamão, tornou-se professor. Estudou os bugios. No Rio de Janeiro, tentou a carreira de ator. Até mudar-se para os EUA.

Bio (2017) - Vizinho Médico (Zé Victor Castiel)
Vizinho Médico (Zé Victor Castiel)

Dentre inúmeras falas curiosas, destaco uma bem bacana. É do namorado de uma filha do biólogo. Quando percebe que a esposa o trai: “Como um cara que entende tanto de bugios não sabe nada da própria família?”...

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design