quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Os Animais e O Homem no Museu de La Plata

O Museo de Ciencias Naturales surgiu em 1884. E fica no Paseo Del Bosque, em La Plata. Você poderá percorrer 20 salas. E conhecer o acervo de três milhões de peças. Com destaque às coleções de zoologia e antropologia...

Cúpula do Museo de La Plata, Argentina
Cúpula do Museo de La Plata

Continuação de...
O Mirante e O Museu da Catedral de La Plata


O Acervo Gigantesco do Museu
O Museo de Ciencias Naturales pertence a Universidad Nacional de La Plata. A UNLP surgiu em 1905. E incorporou, então, o acervo do museu. E este, hoje, na verdade, supera três milhões e meio de peças...

Imagem de Santo Predicante - Missão Jesuítica de Candelaria, 1742
Santo Predicante

Assim, seguir pelos corredores do museu torna-se uma tarefa assustadora. Às vezes, o local parece um enorme depósito de peças. E querer conhecer as coleções sem qualquer critério certamente gerará frustração...

As Aves no Museo de La Plata, Argentina
As Aves no Museo de La Plata


Divisão das Coleções do Museu
Na entrada, você receberá um mapa. E perceberá uma divisão das coleções. Mas a tentação de peregrinar pelo museu sem compromisso pode falar mais alto. E você acabará por percorrer as salas em ritmo de maratona.

Francisco Moreno, Fundador do Museo de La Plata, Argentina
Francisco Moreno, Fundador do Museo

Uma divisão grosseira pode ajudar, porém. Se você reparar, na planta alta ficam as salas sobre o homem (antropologia, Egito, missões jesuíticas). Por exclusão, na planta baixa, ficam todas as demais áreas...

La Santisima Trinidade - Missão Jesuítica de Candelaria, 1712
La Santisima Trinidade


Como Visitar o Museo de Ciencias Naturales?
A dica é priorizar! Qual é seu maior interesse? Se você seguir à direita, em sentido anti-horário, ao entrar no museu, verá a coleção sobre a Terra. A seguir, “Tempo e Matéria”, “Paleontologia” e “Zoologia”.

Vitral no Teto do Museo de La Plata, Argentina
Vitral no Teto do Museo de La Plata

Algo comum às coleções é a imensa quantidade de itens. Nenhuma supera, porém, a de Zoologia. Se esta for a sua preferência, prepare-se para salas intermináveis. E para inúmeras peças sem identificação...


Planta Baixa: Os Animais
Ignorei o mapa do museu. E segui à esquerda, sem objetivo claro. Assim, iniciei pela sala dos esqueletos de animais. Seria a última, se eu seguisse a ordem evolutiva. Ali, chamam a atenção os ossos de baleia.

Esqueleto de Baleia, Museo de La Plata, Argentina
Esqueleto de Baleia

À frente, várias salas com animais empalhados. Quando você pensa que já viu tudo, cai noutra sala. Elas parecem não ter fim... Até chegar ao imenso esqueleto de dinossauro. Ele toma conta de uma sala inteira...

Esqueleto de Dinossauro no Museo de La Plata, Argentina
Esqueleto de Dinossauro

Uma curiosidade! Na sala sobre os insetos, painéis indicam os que coabitam nossas casas... Há abelhas, baratas, formigas. Moscas, mosquitos, pulgas, vespas. Animais que se tornaram quase domésticos...

Ninho de Vespas no Museo de La Plata, Argentina
Ninho de Vespas


Planta Alta: O Homem
Na planta alta do Museo de Ciencias Naturales, bateu o arrependimento. Foi o último local pelo qual nós passamos no dia. Antes, percorremos o Circuito Arquitetônico de La Plata. Com natural desgaste...

Tadimentet - Múmia Feminina de Menfis, Egito, Museo de La Plata, Argentina
Tadimentet - Múmia Feminina de Menfis

Se prestasse a atenção no mapa, começaria a visita pela planta alta. Ali, vi duas áreas que me atraem: civilizações pré-colombianas e missões jesuítas. Seria um complemento ao Museo Moyano, da cidade de Mendoza...

Imagem de San Gregório Magno - Missão Jesuítica de Candelaria, 1742
San Gregório Magno

Acabei por ignorar o acervo das civilizações pré-colombianas. E detive-me às esculturas jesuítico-guaranis. A maioria, em madeira. E da redução de Candelária. As ruínas ficam, hoje, na área de um presídio...

Imagem de Santa Ana - Missão Jesuítica de Candelaria, Século XVIII
Santa Ana


Em suma...
Antes de visitar o Museo de Ciencias Naturales, veja o que lhe agrada. Como dica, sugiro que você dê atenção especial ao acervo da planta alta. Estes itens são um dos diferenciais da instituição.

Megatério no Museo de La Plata, Argentina
Megatério no Museo de La Plata

A maioria dos turistas dispõe de pouco tempo para visitar o museu. E o acervo da planta baixa é comum à de boa parte dos museus de ciências naturais. Outro motivo para começar a visita pela planta alta...

Independente dos seus interesses, visitar o museu é indispensável se quiser dizer que conheceu La Plata. Apesar do viés acadêmico, a maior instituição cultural de La Plata atrai pessoas de diferentes idades...

7 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ La Plata – Capital da Província +++

Em 1880, Buenos Aires tornou-se capital federal.
E a província de Buenos Aires ficou sem um centro de governo.
La Plata tornou-se capital provincial e preencheu este vazio.
A cidade fica a cerca de 50 km a leste da capital federal.

Fonte: Argentina – Rough Guide, Publifolha, 2009.

Leonardo Brocker disse...

+++ O Projeto Urbano de La Plata +++

O projeto da nova cidade baseou-se num conceito racionalista.
E caracterizou-se por um plano urbano absolutamente regular.
Dentro de uma área quadrada de 5 km de lado.
Uma obra do arquiteto francês Pedro Benoit.

Fonte: Argentina – Rough Guide, Publifolha, 2009.

Leonardo Brocker disse...

+++ Rivalidade com Buenos Aires +++

La Plata tem ares de centro nacional.
Fica a menos de uma hora de Buenos Aires.
E tem arquitetura e design monumentais.
O que sugere certa rivalidade com a capital federal.
Na verdade, La Plata deve sua existência a essa rivalidade.

Fonte: Guia de Viagem: Argentina - National Geographic, 2010.

Leonardo Brocker disse...

+++ La Plata e As Instituições Culturais +++

Cidade com mais de meio milhão de habitantes.
Suas instituições culturais estão entre as melhores do país.
Com bibliotecas, museus, salas de concertos, teatros, universidades.

Fonte: Guia de Viagem: Argentina - National Geographic, 2010.

Leonardo Brocker disse...

+++ Arquitetura Europeia de La Plata +++

A arquitetura de La Plata é intencionalmente europeia.
Com elementos flamengos, franceses e alemães.
E alguns prédios contemporâneos.
Que se esforçam para se encaixar nesse cenário.

Fonte: Guia de Viagem: Argentina - National Geographic, 2010.

Leonardo Brocker disse...

+++ As Praças de La Plata +++

Pedro Benoit foi o responsável pelo projeto de urbanização.
E espalhou um grande número de praças e parques.
A localização estratégica garante fácil acesso a espaços abertos.

Fonte: Guia de Viagem: Argentina - National Geographic, 2010.

Leonardo Brocker disse...

+++ Ciudad Eva Perón +++

Eva Perón faleceu em 1952.
Na época, rebatizaram La Plata de Ciudad Eva Perón.
Mas a cidade logo recobrou o nome original.
Após o golpe militar que derrubou Juan Perón, em 1955.

Fonte: Guia de Viagem: Argentina - National Geographic, 2010.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design