sexta-feira, 9 de junho de 2017

Locações de Filmes em Uruguaiana

Eis uma das cidades mais distantes da capital, Porto Alegre. Uruguaiana fica na fronteira com a Argentina. E serviu como locação para a minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, assim como para alguns filmes.

A Casa das Sete Mulheres (2003)
A Casa das Sete Mulheres (2003)
  
Veja também...
A minissérie adaptou o romance homônimo para a televisão. E encontrou locações distintas das originais. As filmagens da minissérie ocorreram em Pelotas, Cambará do Sul, São José dos Ausentes e Uruguaiana.

A história se passa na Revolução Farroupilha. E as sete mulheres do título eram da família de Bento Gonçalves. A esposa e duas irmãs. Uma filha e três sobrinhas. Outras personalidades aparecem na trama:

Afonso Côrte Real (Murilo Rosa)
Anita Garibaldi (Giovanna Antonelli)
Antônio de Souza Netto (Tarcísio Filho)
Bento Gonçalves (Werner Schunemann)
Bento Manuel Ribeiro (Luís Melo)
Giuseppe Garibaldi (Thiago Lacerda)
Luigi Rossetti (Dalton Vigh)
Onofre Pires (José de Abreu)
Tito Livio Zambeccari (Ângelo Antônio)

Perpétua em 'A Casa das Sete Mulheres' - vestido de mangas largas, coroa
Perpétua em 'A Casa das Sete Mulheres'


A Intrusa (1979) 100 minutos
Adaptação da obra do escritor argentino Jorge Luis Borges.
Recebeu quatro prêmios no Festival de Cinema de Gramado:
+ Melhor Direção: Carlos Hugo Christensen;
+ Melhor Ator: José de Abreu;
+ Melhor Fotografia: Antônio Gonçalves;
+ Melhor Trilha Sonora: Astor Piazzolla.

A Intrusa (1979)
A Intrusa (1979)
  

Abelardo (2012) 16 minutos
Recebeu o prêmio de melhor documentário em três festivais.

Abelardo (2012)
Abelardo (2012)


Anahy de las Misiones (1997) 107 minutos
O filme recebeu prêmios em Miami, Recife e São Paulo.
Destaque às premiações do Festival de Cinema de Brasília:
+ Melhor Filme: Sérgio Silva;
+ Melhor Ator: Marcos Palmeira;
+ Melhor Atriz: Araci Esteves;
+ Melhor Atriz Coadjuvante: Dira Paes;
+ Melhor Roteiro: Sérgio Silva, Gustavo Fernández, Tabajara Ruas;
+ Melhor Cenografia: Luiz Fernando Pereira.

Anahy de las Misiones (1997)
Anahy de las Misiones (1997)


Não Pise na Grama (2009)
Fruto do curso de cinema da Secretaria de Cultura de Uruguaiana.


Netto Perde Sua Alma (2001) 102 minutos
Também tem locações em Piedra Sola (Uruguai).
E Camaquã, Gravataí, Porto Alegre e Triunfo.

Netto Perde Sua Alma (2001), Tabajara Ruas
Netto Perde Sua Alma (2001)

6 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ "Netto Perde Sua Alma" (2001) +++

Diretores: Tabajara Ruas e Beto Souza
Adaptado de novela de Tabajara Ruas
Roteiro:
+ Beto Souza;
+ Fernando Marés de Souza;
+ Lígia Walper;
+ Rogério Brasil Ferrari;
+ Tabajara Ruas.

Elenco
+ Werner Schünemann - General Netto
+ Laura Schneider - Maria Escayola
+ Sirmar Antunes - Sargento Caldeira
+ Bebeto Alves - Violeiro
+ José Antônio Severo - Lucas de Oliveira
+ Lisa Becker - Enfermeira Catarina
+ Nélson Diniz - Teixeira
+ Márcia do Canto - Enfermeira Zubiaurre
+ Colmar Duarte - Calengo
+ Ricardo Duarte - João Antônio
+ Araci Esteves - Sra. Guimarães
+ João França - Capitão De Los Santos
+ Tau Golin - Corte Real
+ Arines Ibias - Dr. Phillip Blood
+ Letícia Liesenfeld - Maria Luiza
+ Milton Mattos - Maj. Davi
+ Laura Medina - Enfermeira Pilar
+ Hamilton Mosmann - Maçon
+ João Máximo - Quero-Quero
+ Fábio Neto - Mr. Thorton
+ Gilberto Perin - Padre
+ Miguel Ramos - Frei Bandoleiro
+ Thiago Real - Joaquim
+ Álvaro Rosa Costa - Palometa
+ Oscar Simch - Ramirez
+ Anderson Simões - Milonga
+ Edílson Villagram - Capataz

Adaptado de IMDB

Leonardo Brocker disse...

+++ "Netto Perde Sua Alma" - Prêmios +++

Festival de Cinema de Brasilia 2001
+ Melhor Ator - Werner Schünemann;
+ Melhor Direção de Arte - Adriana Nascimento Borba.

Festival de Cinema de Gramado 2001
+ Prêmio da Audiência - Melhor Longa Metragem em 35mm Brasileiro - Tabajara Ruas e Beto Souza;
+ Melhor Montagem - Lígia Walper;
+ Melhor Trilha Sonora - Celau Moreira;
+ Prêmio Especial do Júri - Tabajara Ruas e Beto Souza.

Huelva Latin American Film Festival 2001
+ Mejor Fotografía - Roberto Henkin

Festival de Cinema de Recife 2002
+ Prêmio Gilberto Freyre - Tabajara Ruas;
+ Melhor Roteiro - Tabajara Ruas, Beto Souza, Lígia Walper, Rogério Brasil Ferrari, Fernando Marés de Souza;
+ Melhor Atriz Coadjuvante - Sirmar Antunes;
+ Melhor Direção de Arte - Adriana Nascimento Borba.

Adaptado de IMDB

Leonardo Brocker disse...

+++ "Netto Perde Sua Alma" +++

Antônio de Sousa Neto é um general brasileiro.
É ferido no combate na Guerra do Paraguai.
A recuperação é no Hospital Militar de Corrientes, Argentina.
Lá ele percebe acontecimentos estranhos.
Um deles envolve o capitão de Los Santos.
Este acusa o cirurgião de amputar suas pernas sem necessidade.
Netto também reencontra um antigo camarada.
O sargento Caldeira, ex-escravo.
Os dois lutaram na Guerra dos Farrapos, décadas antes.
Com Caldeira, Netto rememora sua participação na guerra.
E o encontro com Milonga.
O jovem escravo que se alistou no Corpo de Lanceiros Negros.
Além do período em que viveu no exílio no Uruguai.

Fonte: Wikipedia

Leonardo Brocker disse...

+++ Curiosidades de "Netto Perde Sua Alma" +++

Primeiro longa
É o primeiro longa-metragem dos diretores Tabajara Ruas e Beto Souza.
Ruas encarregou-se da parte escrita e dos atores.
E Souza cuidou das partes visual e técnica.

Filmagem em três etapas
As filmagens de Netto Perde Sua Alma ocorreram em três etapas:
+ setembro de 1999;
+ maio de 2000 e
+ janeiro de 2001.

Adaptado de Adoro Cinema

Leonardo Brocker disse...

+++ Netto: História de lutas, amor, aventura e liberdade +++

O filme baseia-se no livro homônimo de Tabajara Ruas.
E recria a complexa personalidade do general Netto.
Ele comandou a cavalaria de gaúchos e lanceiros negros.
E foi orotagonista de dois episódios-chaves da história brasileira:
+ a Revolução Farroupilha (1835-1845) e
+ a Guerra do Paraguai (1861-1866).

Netto era favorável às chamadas liberdades civis.
Embora não tivesse um perfil claramente republicano.
Era contra a escravidão e nunca deixou de exercer sua liderança política.

Apesar de tantas batalhas, o guerreiro encontrou tempo para casar.
Teve duas filhas e cuidou de sua estância em Piedra Sola.
No distrito de Tacuarembó, no Uruguai.

O personagem vive um conflito com sua própria consciência.
E rememora o período da República Rio-Grandense.
Que ele proclamou em 1836, após o combate do Seival.
Lembra também da derrota, do exílio e da solidão.
Enfoques importantes do enredo que se passa no século XIX.

Adaptado de Página do Gaúcho

Leonardo Brocker disse...

+++ "Netto Perde Sua Alma" - Livro e Filme +++

A abordagem se liga ao romance "Netto Perde Sua Alma".
O processo de transposição para roteiro cinematográfigo.
E o trabalho de co-direção, com Beto Souza.
Bem como o trabalho de montagem do filme.

O general Antônio de Souza Netto fere-se na Guerra do Paraguai (1861-1866).
E é recolhido ao Hospital Militar de Corrientes, Argentina.
Percebe que ali acontecem coisas estranhas.
E uma noite recebe a visita do ex-escravo sargento Caldeira, antigo companheiro.
Juntos lembram guerras e rebeliões, amigos e inimigos, amores e desafetos.
Rememoram o passado comum durante a rebelião republicana no sul do Brasil.
A conhecida como Guerra dos Farrapos (1835-1845).
A Proclamação da República Rio-Grandense.
E a revolta dos soldados negros, após a guerra.
Na ocasião, ocorre o trágico encontro entre Netto, Caldeira e Milonga.
O jovem escravo alistou-se no Corpo de Lanceiros Negros.

Netto recorda também o exílio em Piedra Sola, no Uruguai.
Ali, conviveu com os fantasmas do passado.
E descobriu o amor, com Maria Escayola.

Agora na cama do hospital, Netto se depara com mais um desafio.
Deve vingar o capitão de los Santos.
Os dois veteranos enfrentam a derradeira batalha.
Naquela noite de surpreendentes revelações.
Unidos por um terrível segredo,

Tabajara Ruas, autor do romance e co-diretor do filme

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design