quinta-feira, 25 de maio de 2017

Locações de Filmes em Pelotas

A cidade desenvolveu-se durante o Ciclo do Charque. Na época, Pelotas atingiu seu apogeu. Este aspecto histórico motivou o uso da cidade como locação a filmes. E também à minissérie “A Casa das Sete Mulheres”.

A Casa das Sete Mulheres
A Casa das Sete Mulheres

A Casa das Sete Mulheres (2003) 51 capítulos
A trama desenrola-se durante a Revolução Farroupilha. E as sete mulheres faziam parte da família do líder Bento Gonçalves. A esposa e duas irmãs do general. Além de uma filha e três sobrinhas de Bento.

Outras cidades gaúchas serviram de locação. É o caso de Cambará do Sul, São José dos Ausentes e Uruguaiana. A minissérie, apesar das imprecisões históricas, girou em torno de personalidades da revolução:

Afonso Côrte Real (Murilo Rosa)
Anita Garibaldi (Giovanna Antonelli)
Antônio de Souza Netto (Tarcísio Filho)
Bento Gonçalves (Werner Schunemann)
Bento Manuel Ribeiro (Luís Melo)
Giuseppe Garibaldi (Thiago Lacerda)
Luigi Rossetti (Dalton Vigh)
Onofre Pires (José de Abreu)
Tito Livio Zambeccari (Ângelo Antônio)


Banquete: Experiências Gastronômicas (2015) 27 minutos
A série resgata alguns pratos tradicionais da culinária gaúcha.
A cidade de Pelotas serviu como locação para o episódio “Quindim”.

Banquete -  Experiências Gastronômicas 'Quindim'
Experiências Gastronômicas 'Quindim'


Concerto Campestre (2005) 100 minutos
Adaptação da obra de Luiz Antônio de Assis Brasil para o cinema.
Com Antonio Abujamra, Leonardo Vieira e Samara Felippo no elenco.


Entre Nós (2015) 15 minutos
Conclusão do curso de Cinema e Animação da UFPel.


La Huella de Sepé (2011)
A série de TV também tem locações em Porto Alegre.
E no Uruguai: Artigas, Montevidéu, Paysandu, Rivera e Tacuarembó.

La Huella de Sepé (2011)
La Huella de Sepé (2011)


Um Homem Tem Que Ser Morto (1973) 85 minutos
Também tem locações em Gramado e Porto Alegre.

5 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Um Homem Tem Que Ser Morto (1973) +++

Diretor - David Quintans
Roteiristas - David Quintans
Adaptação de história de Milton E. Nepomuceno

Elenco
+ Alventino Rocha;
+ David Quintans;
+ Geraldo Del Rey;
+ Ivan Aune;
+ Jaime de Carvalho;
+ José Wood Filho;
+ Loreni Munhoz;
+ Luiz Carlos Neves;
+ Nelson Lima;
+ Pedro Machado;
+ Ricardo Hoepper;
+ Rui Bastide;
+ Suzana Bernhardt;
+ Zeno Ribeiro.

Adaptado de IMDB.

Leonardo Brocker disse...

+++ Um Homem Tem Que Ser Morto (1973) +++

Em um país imaginário, Hasting se rebela contra seu antigo chefe, Simon.
E concorre contra ele nas eleições.
Porém, de forma fradulenta, Simon consegue vencê-lo.
E Hasting é obrigado a exilar-se.
Ele prepara diversas tentavidas armadas para tentar desbancar Simon.
Sempre alimentando o sonho de ocupar o lugar que deveria ser seu.

Adaptado de Adoro Cinema.

Leonardo Brocker disse...

+++ Um Homem Tem Que Ser Morto (1973) +++

Primeiro filme gaúcho selecionado para o Festival de Cinema de Gramado.
O filme foi banido assim que estreou.
E tornou-se uma raridade do cinema brasileiro.

Adaptado de Filmow.

Leonardo Brocker disse...

+++ Um Homem Tem Que Ser Morto (1973) +++

Hasting é o homem de confiança de Simon, presidente da Organização.
E candidata-se às eleições.
Por sentir que o regime não tem condições de sobrevivência.
Sem apoio do povo, Simon se elege fraudulentamente.
Hasting, perseguido, é obrigado a exilar-se.
Do exílio, tenta recuperar a posição que ganhou legitimamente.
Através de várias tentativas armadas.
Tudo fracassa em virtude da infiltração de homens de Simon em suas filieras.
Alguns anos mais tarde, Hasting é atraído à fronteira de seu país por Kramer.
Pois, segundo este, existem armas e homens suficientes para derrubar Simon.
Hasting aceita o plano.
Mas, no local combinado, descobre que se trata de uma cilada para eliminá-lo.
Depois de uma perseguição, Hasting é assassinado e enterrado perto de um rio.
Juntamente com sua secretária.

Adaptado de Cinemateca Brasileira.

Leonardo Brocker disse...

+++ Um Homem Tem Que Ser Morto (1973) +++

David Quintans fugiu da Ditadura de Salazar, em Portugal.
E chegou ao Rio Grande do Sul, no início dos anos 1970.
Idealizou uma ficção política inspirada num caso real português:
O assassinato de Humberto Delgado, “o General sem Medo”.

"Um Homem Tem de Ser Morto" entrou para a história, em 1974.
Foi a primeira produção gaúcha selecionada para o Festival de Gramado.
Censurado, acabou lançado apenas nos anos 1980.

Adaptado de Guia 21 - Sul 21.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design