sexta-feira, 12 de maio de 2017

Locação de Filme em Dom Pedrito

Cristiane Oliveira assinou a produção gaúcha “Mulher do Pai”. O filme tem locações na fronteira com o Uruguai. O cenário principal é a Vila de São Sebastião, em Dom Pedrito. Há cenas, também, em Aceguá, Bagé e Lavras do Sul. E na cidade uruguaia de Acegua.

Mulher do Pai (2016) - As Meninas na Ponte
Mulher do Pai (2016) - Cristiane Oliveira


Mulher do Pai (2016) 94 minutos
Recebeu prêmios no Festival Internacional do Rio de Janeiro:
+ Melhor Diretor: Cristiane Oliveira;
+ Melhor Atriz Coadjuvante: Verónica Perrotta;

20 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ "Mulher do Pai" (2016) +++

Diretora: Cristiane Oliveira
Roteiro: Cristiane Oliveira e Michele Frantz

Elenco
+ Maria Galant - Nalu
+ Marat Descartes - Ruben
+ Verónica Perrotta - Rosario
+ Áurea Baptista - Vera
+ Amélia Bittencourt - Olga
+ Jorge Esmoris - Antonio
+ Fabiana Amorim - Elisa
+ Liane Venturella - Carmen
+ Diego Trinidad - Juan
+ Renan Goulart - Fabio

Adaptado de IMDB.

Leonardo Brocker disse...

+++ Cristiane Oliveira é premiada no Festival do Rio +++

A cineasta porto-alegrense ganhou o prêmio de melhor direção de ficção.
Do 18º Festival do Rio com seu primeiro longa-metragem.
"Mulher do Pai" conquistou ainda outros dois troféus na Première Brasil.
Melhor atriz coadjuvante, para a uruguaia Verónica Perrota.
E melhor direção de fotografia, para Heloísa Passos.

A produção gaúcha foi destaque na cerimônia de encerramento.
Ela é ambientada na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai.
Com locações principais em Dom Pedrito.

"Mulher do Pai" acompanha o relacionamento.
De uma menina de 16 anos (Maria Galant) e o pai cego (Marat Descartes).
Por quem a garota fica responsável após a morte da avó.
A distante convivência do homem com a jovem será conturbada.
Pela presença de uma professora uruguaia (Verónica).

Adaptado de Zero Hora (17/10/2016 - 11h12min).

Leonardo Brocker disse...

+++ A Mulher no Cinema Brasileiro +++

A representação da mulher é uma das tendências mais perceptíveis.
No cinema brasileiro recente.
As mulheres estão construindo um discurso e uma visibilidade.
Que já não passam mais despercebidos.
A adolescência tem sido um ponto visitado com frequência.
Em filmes como "Que Horas Ela Volta?", de Anna Muylaert.
"Califórnia", de Marina Person.
E "Mate-me Por Favor", de Anita Rocha da Silveira.
Nessa mesma pegada, chega "Mulher do Pai", de Cristiane Oliveira.

Adaptado de Ernesto Barros (Cine HQ).

Leonardo Brocker disse...

+++ Cristiane Oliveira e O Florescer de Nalu +++

É o primeiro longa-metragem da cineasta.
Que representou o Brasil na Mostra Generation.
No último Festival de Berlim.

O filme é um estudo áspero e doce.
Sobre o florescer de uma adolescente dos pampas.
Cristiane segue o cotidiano de Nalu (Maria Galant).
Uma menina de 16 anos.
Que não consegue ver muito futuro na vida que leva.
E no quase fim de mundo em que vive.
Ao lado da avó (Amélia Bittencourt) e do pai cego (Marat Descartes).
Com o último, mantém pouco contato.
Nalu vai despertar para a sexualidade.
E para o que está além da casinha onde mora.
Numa vila a um passo da fronteira do Brasil com o Uruguai.

Adaptado de Ernesto Barros (Cine HQ).

Leonardo Brocker disse...

+++ Impressões a Partir do Cenário de "Mulher do Pai" +++

O clima e a imagem dos pampas são tão fortes.
Quanto as imagens da caatinga nordestina.
E conferem ao filme um olhar frio e árido.
Este parece fazer eco na situação de Nalu.
Quando a avó morre e ela precisa cuidar do pai.
Apesar disso, eles vencem a distância.
Acentuada pelas exigências de Ruben.
Ao mesmo tempo em que Nalu tem as primeiras experiências sexuais.

Com rara sutileza, Cristiane Oliveira mostra a corrente de desejo proibido.
Que vai levar Nalu a tomar o rumo em sua vida.

Cristiane cria o retrato dessa menina.
Que terá que correr o mundo por conta própria.
A partir da forte impressão deixada pelo cenário do filme.
O vento ensurdecedor e a densa cerração que pairam na região.
Eles traduzem o sentimento de solidão e desnorteamento de Nalu.
Maria Galant e Marat Descartes trocam poucos diálogos.
Mas atuam como envoltos nas sombras.
Entre o que pode ser visto e a completa escuridão

Adaptado de Ernesto Barros (Cine HQ).

Leonardo Brocker disse...

+++ Comentários da Diretora “Mulher do Pai” +++

"É um filme sobre a construção da intimidade".
“É um filme que fala de fronteiras”.
“Sobre encontrar o teu espaço, o espaço do outro".
"O toque está muito relacionado à construção de intimidade”.

Adaptado de Reinaldo Glioche (Ig São Paulo)

Leonardo Brocker disse...

+++ "Mulher do Pai" - Relação entre Pai e Filha +++

Intimidade é uma palavra-chave em “Mulher do Pai”.
O filme acompanha a relação entremeada por tensões.
Entre Ruben (Marat Descartes) e a filha, Nalu (Maria Galant).
Ele é um homem cego.
E vive da parca aposentadoria e do trabalho de tecelagem.
Ela, uma adolescente de 16 anos.
E sonha em sair daquela vila afastada e dependente da atividade pecuária.
A relação dos dois passa por profundas transformações.
Após a morte súbita da mãe de Ruben.

Nalu precisa assumir certas responsabilidades na casa e no cuidado do pai.
Isso gera estranhamentos jamais verbalizados.

Adaptado de Reinaldo Glioche (Ig São Paulo)

Leonardo Brocker disse...

+++ Experiência da Diretora com a Cegueira +++

Cristiane conta que o filme surgiu da vontade dela.
De “trabalhar a relação pai e filha”.
E admite que há muito de pessoal na história de Ruben e Nalu.
“Eu também vivenciei uma reaproximação do meu pai quando tinha 16 anos”.
Mas ela adicionou elementos a este conflito.
A deficiência visual de Ruben veio da experiência como curta-metragista.
Nela, Cristiane deparou-se com a história de uma jovem cega.
“Eu me perguntei: e se fosse uma filha tendo que descrever o mundo para o pai?”

Adaptado de Reinaldo Glioche (Ig São Paulo)

Leonardo Brocker disse...

+++ O Ator Marat Descartes e A Cegueira +++

Marat Descartes já conhecia Cristiane de outros projetos.
Nos quais ela atuara como produtora ou roteirista.
E disse que foi essa vulnerabilidade do personagem que o atraiu.
“Primeiro a coisa dele ser cego.
De cara, um desafio enorme pela frente.
Já que, eu não tendo a enveredar muito pela composição física”.
“Segundo por esse processo pelo qual atravessa o personagem.
Ele começa o filme muito amargurado e vai ficando mais leve”.
“A curva que o personagem passa”.

Adaptado de Reinaldo Glioche (Ig São Paulo)

Leonardo Brocker disse...

+++ O Ambiente de Cultura da Pecuária +++

As gravações foram realizadas na vila de São Sebastião.
No distrito de Torquato Severo, município de Dom Pedrito, RS.
“Sempre imaginei, no roteiro, que tornaria a relação deles mais forte”.
Advoga a cineasta a respeito da escolha de um lugar afastado.
Para melhor ambientar a história e fazer as gravações.
“Aquela região foi escolhida pela cultura da pecuária, da criação de gado.
É folclórica da cultura gaúcha”, observa Cristiane.
“É uma cultura que tem o homem como Ögura central”.

Adaptado de Reinaldo Glioche (Ig São Paulo)

Leonardo Brocker disse...

+++ O Ambiente de Cultura da Pecuária +++

As gravações foram realizadas na vila de São Sebastião.
No distrito de Torquato Severo, município de Dom Pedrito, RS.
“Sempre imaginei, no roteiro, que tornaria a relação deles mais forte”.
Advoga a cineasta a respeito da escolha de um lugar afastado.
Para melhor ambientar a história e fazer as gravações.
“Aquela região foi escolhida pela cultura da pecuária, da criação de gado.
É folclórica da cultura gaúcha”, observa Cristiane.
“É uma cultura que tem o homem como Ögura central”.

Adaptado de Reinaldo Glioche (Ig São Paulo)

Leonardo Brocker disse...

+++ Processo de Imersão dos Protagonistas de "Mulher do Pai" +++

O processo de imersão foi diferente para Maria e Marat.
Ela já tinha experiência no teatro.
E desenvolveu um laboratório de mais de um ano com Cristiane.
Já Marat chegou com as filmagens por começar.
Mas antes fez um laboratório no Instituto Laramara.
Este presta assistência às pessoas com deficiência visual.

Adaptado de Reinaldo Glioche (Ig São Paulo)

Leonardo Brocker disse...

+++ Histórico da Produção de "Mulher do Pai"

Filmado em 2015, no interior do Rio Grande do Sul.
A obra traz para as telas o trabalho de Marat Descartes e Maria Galant.
Os protagonistas da trama que conta a história de Ruben e Nalu.
Pai e filha que precisam reaprender a se relacionar após a morte da avó protetora.
Teve destacada trajetória em sua fase de desenvolvimento.
Obteve prêmios nacionais e internacionais.
Tem seu lançamento previsto para o primeiro semestre de 2017.

Adaptado de Okna Produções

Leonardo Brocker disse...

+++ Desenvolvimento do Filme "Mulher do Pai"

O projeto teve destacada trajetória em sua fase de desenvolvimento.
Foi selecionado para o Talent Project Market.
Ali, ganhou o VFF Talent Highlight Pitch Award.
E foi apresentado no concorrido Coproduction Market do Festival de Berlim.
Foi selecionado para o workshop Produire au Sud.
Do Festival 3 Continentes, em Nantes, em França.
E ganhou o Prêmio Santander Cultural para Desenvolvimento.
Com esse histórico, o projeto teve seu financiamento completo através dos editais.
De Coprodução Brasil/Uruguai - Ancine/Icau, Ibermedia.
E na primeira linha voltada à renovação de linguagem.
Lançada pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

Adaptado de Okna Produções

Leonardo Brocker disse...

+++ Prêmios na Estreia de a "Mulher do Pai"

O filme estreou no Festival do Rio 2016, no qual ganhou os prêmios de:
+ Melhor Direção (para Cristiane Oliveira);
+ Melhor Fotografia (para Heloísa Passos) e
+ Melhor Atriz Coadjuvante (para a uruguaia Verónica Perrotta).

No mesmo ano, foi exibido na Mostra Internacional de São Paulo.
E lá recebeu o Prêmio da Abraccine para Melhor Filme de Diretor Estreante.

Adaptado de Okna Produções

Leonardo Brocker disse...

+++ Os Dilemas de Nalu em “Mulher do Pai” +++

“Mulher do Pai” é o longa de estreia Cristiane Oliveira.
E, segundo a diretora, é uma história de duas solidões.
O filme tem Maria Galant e Marat Descartes como protagonistas.
E conta a trajetória da adolescente Nalu.
Ela após a morte da avó, precisa cuidar de Ruben, o pai cego.
Mas, ao mesmo tempo, vive o dilema.
Entre ser tecelã como a avó.
Ou buscar uma nova vida longe da comunidade.

Adaptado de Rota Cult.

Leonardo Brocker disse...

+++ As Fronteiras de “Mulher do Pai” +++

“Duas pessoas que vivem na mesma casa.
Mas que vive cada uma a sua solidão.
É um filme que, de alguma forma, fala sobre todas essas fronteiras.
As emocionais, e a fronteira geográfica, que está de pano de fundo.
E também na cultura dos personagens do filme”.
Define a diretora em vídeo inédito.

Adaptado de Rota Cult.

Leonardo Brocker disse...

+++ Os Protagonistas de “Mulher do Pai” +++

O trabalho do elenco é ainda mais desafiador.
Em uma história com personagens tão intensos.

A estreante Maria Galant chegou a ter dúvidas.
Se conseguiria dar vida a Nalu.
“Eu achei que não ia ter como fazer a Nalu.
Não ia ter carga emocional para viver uma menina.
Com uma história tão pesada”, conta.

“É um desafio muito grande para um ator. Um prato cheio.
Tem uma coisa peculiar nesse filme.
E eu fiquei realmente imerso nessa vila.
Isso me permitiu um mergulho, completa Marat.

Adaptado de Rota Cult.

Leonardo Brocker disse...

+++ Alguns Prêmios de “Mulher do Pai” +++

O filme já arrebatou oito prêmios em festivais.
Entre eles o de melhor Direção e Melhor Fotografia, no Festival do Rio.
E o Prêmio ABRACCINE na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo.
Ambos em 2016.
Também foi selecionado para importantes festivais internacionais.
Como os de Berlim, Guadalajara e o do Uruguai.
No último, ganhou o prêmio da FIPRESCI na competição Ibero-americana.

Adaptado de Rota Cult.

Leonardo Brocker disse...

+++ Uma Novata e Dois Conhecidos, em “Mulher do Pai” +++

O longa conta com a participação do ator paulista Marat Descartes.
Ele é conhecido por sua participação em filmes como "Trabalhar Cansa".
E em novelas da Globo, como "Totalmente Demais".
Também conta com a atriz uruguaia Verónica Perrotta.
Ela ganhou o prêmio de Melhor atriz pelo filme no Festival do Rio.
Por fim, o filme apresenta a jovem gaúcha Maria Galant.

Adaptado de Rota Cult.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design