quinta-feira, 23 de março de 2017

Confeitaria Rocco, Porto Alegre

A construção iniciou em 1910, com projeto do arquiteto Salvador Lambertini. Como o italiano faleceu, em 1911, o engenheiro Manuel Itaqui acompanhou as obras. Em 1912, inaugurou-se a Confeitaria Rocco. Um privilegiado local de encontros da sociedade gaúcha.

Confeitaria Rocco, Porto Alegre
Confeitaria Rocco, Porto Alegre

Localização: Ruas Riachuelo, 1 e Dr. Flores, 465, Centro de Porto Alegre.
Fonte: “Viva o Centro a Pé”, publicação da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Veja também...
Atrações de Porto Alegre por Categoria
Atrações de Porto Alegre por Localização
Relatos de Porto Alegre

Santa Casa de Misericórdia e Avenida Borges de Medeiros

8 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Ruas de Porto Alegre com Mais de Um Nome +++

+ 24 de Outubro: Caminho dos Anjos;
+ 24 de Outubro: Estrada da Aldeia;
+ 24 de Outubro: Estrada dos Moinhos de Vento;
+ Andradas: Rua da Graça ou Rua da Praia;
+ Caldas Jr: Beco do Inácio, Beco do Quebra Costas ou Beco do Fanha;
+ Duque de Caxias: Rua Formosa, Rua da Igreja ou Rua do Hospital;
+ General Bento Martins: Beco do Jogo de Bola;
+ General Bento Martins: Beco dos Nabos a Doze;
+ General Bento Martins: Beco dos Pecados Mortais;
+ General Canabarro: Beco do Pedro Mandinga ou Rua Direita;
+ Independência: Caminho dos Anjos;
+ Independência: Estrada da Aldeia;
+ Independência: Estrada dos Moinhos de Vento;
+ Riachuelo: Rua da Ponte ou Rua do Cotovelo.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Arquitetura da Confeitaria Rocco +++

A edificação eclética possui farta decoração na fachada.
Vários atlantes e inúmeras outras figuras.
Além de sacadas e balcões em ferro trabalhado.
A decoração interior é luxuosa.
Com pinturas murais, espelhos e lustres.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ As Origens da Rua Riachuelo +++

É um dos mais antigos logradouros de Porto Alegre.
Já constava no primeiro Plano da Vila, de 1772.
Que o capitão Alexandre Montanha elaborou.
Ali, destacavam-se três ruas.
Elas corriam paralelas, no sentido leste-oeste.

A Rua da Praia ficava na porção mais baixa da península.
Esta era a rua comercial por excelência.
A Rua da Igreja ficava na parte mais alta.
E abrigava as residências aristocráticas.
Entre elas, corria a Rua Riachuelo.
Na época, Rua do Cotovelo ou Rua da Ponte.

Esta rua intermediária possuía alguns trechos comerciais.
E algumas residências simples, de porta e janela.
Mas também abrigava outras bastante sofisticadas.
Que podiam rivalizar com os palacetes da Rua da Igreja.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Os Dois Antigos Nomes da Rua Riachuelo +++

Um trecho iniciava na Praça do Portão.
Hoje, Praça Conde de Porto Alegre.
Seguia até os fundos do Theatro São Pedro.
Os moradores chamavam o trecho de Rua da Ponte.
Pois havia uma pinguela sobre um arroio.
Na altura da atual Avenida Borges de Medeiros.

O outro trecho iniciava no Theatro São Pedro.
E seguia até a Praia do Arsenal, na ponta da península.
Este trecho chamava-se Rua do Cotovelo.
Devido à inflexão que sofre na Rua da Ladeira.
Hoje, Rua General Câmara.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Antigos Becos da Rua do Cotovelo +++

Diversos becos cruzavam a Rua do Cotovelo.
Este é o antigo nome da parte inicial da Rua Riachuelo.

Até o século XIX, estes becos eram populares.
E abrigavam as atividades menos ilustres da cidade.
Ali ficavam as tavernas e os bordéis.
As casas de jogos e os terreiros.
Por isso, eles eram alvo de atenta vigilância das autoridades.

A sequência de becos iniciava na atual Rua Caldas Jr.
Esta rua recebeu, sucessivamente, novos nomes:
Beco do Inácio, Beco do Quebra Costas ou Beco do Fanha.

Depois da Rua Caldas Jr, todas têm, hoje, nome de generais.
A Rua General João Manoel chamava-se Rua Clara.
Já a Rua General Bento Martins teve diferentes nomes:
+ Beco do Jogo de Bola;
+ Beco dos Nabos a Doze;
+ Beco dos Pecados Mortais.

Alguns chamavam a Rua General Canabarro de Rua Direita.
Porém, a maioria conhecia-a como Beco do Pedro Mandinga.

A Rua General Portinho chamava-se Beco do Bota Bica.
E a Rua General Vasco Alves, Beco dos Guaranis.

A Rua do Cotovelo acabava junto à Praia do Arsenal.
Ali, ficava a Rua da Passagem, atual General Salustiano.
A antiga rua servia de passagem para o gado.
Este vinha do interior e desembarcava no trapiche, ali perto.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ A Proclamação da República +++

Com a Proclamação da República ocorreram mudanças.
Nos nomes de avenidas, praças e ruas de Porto Alegre.
Seguem exemplos com o antigo nome e o atual:

+ Praça Conde D’Eu, hoje Praça 15 de Novembro;
+ Praça Dom Pedro II, hoje Praça Marechal Deodoro;
+ Rua do Imperador, hoje Rua da República;
+ Rua Dona Isabel, hoje Rua Demétrio Ribeiro;
+ Rua Imperatriz, hoje Rua Venâncio Aires;
+ Rua Imperial, hoje Rua Benjamin Constant.

Também vieram as homenagens aos positivistas:

+ Avenida Assis Brasil;
+ Avenida Borges de Medeiros;
+ Monumento a Júlio de Castilhos;
+ Praça Júlio de Castilhos;
+ Praça Otávio Rocha;
+ Rua Alberto Bins;
+ Rua Júlio de Castilhos;
+ Viaduto Otávio Rocha.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Ricos e Pobres no Centro do Século XIX +++

A Rua João Manoel era uma divisora de territórios.
Dali até a Volta do Gasômetro ficava a população mais pobre.
Da Rua João Manoel até a Santa Casa, os mais ricos.

Apolinário Porto Alegre ilustra isso no conto “Mandinga” (1867).
Os bagadus representavam os desvalidos de sorte.
E os tinteiros, as crianças que sabiam ler e escrever.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Porto Alegre na Virada do Século XX +++

Um bonde puxado a burro ia do Centro para o Menino Deus.
No caminho, este bonde passava pela Ponta da Cadeia.
No local, hoje fica o Centro Cultural Usina do Gasômetro.
Dali, ele seguia pelo Caminho de Belas (Praia de Belas).
Até o Asilo da Mendicidade, que ainda hoje existe.
Ele fica quase em frente ao Estádio Beira-Rio.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design