quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Bate-papo com Marco Antonio Ledezma, Diretor do Olmo Teatro [Festival de Bonecos de Canela]

Marco é o diretor do Olmo Teatro, que surgiu há 35 anos em Trujillo, Peru. A cidade fica ao norte de Lima, que centraliza tudo no país. Marco falou sobre a dificuldade de se manter fora da capital.

Marco Ledezma - Diretor do Olmo Teatro (Trujillo, Peru)
Marco Ledezma - Diretor do Olmo Teatro
  
Este Artigo Faz Parte da Série
"Diálogos e Processos Criativos"


O Olmo e O Contexto Peruano
O Peru não possui leis ou incentivos governamentais à cultura. E longe da capital, os projetos encontram ainda mais dificuldades. Boa parte deles é independente. Nesse contexto, insere-se o Grupo Olmo.

Em razão disso, a companhia não se dedica a um segmento apenas. Além do teatro de bonecos, trabalham com os teatros convencional e infantil. Marco diz: "Teatro é teatro. Com diferentes técnicas e vertentes".

No Olmo Teatro, todos os processos são coletivos. E nisso inclui-se a parte autoral. Diante da pouca quantidade de espaços para apresentações, o grupo trabalha e se apresenta na garagem de uma casa.

Veja também...
Oficina da Cia Olmo: Teatro de Bonecos

Rodolfo - do Grupo Olmo Teatro (Trujillo, Peru)
Rodolfo do Grupo Olmo


A Casa e A Estrutura do Grupo
Rodolfo trabalhou diretamente com o grupo, por anos. Hoje, vive em São Paulo e participa à distância. E disse que o Olmo está há um ano em temporada na casa. Mas colegas também se apresentam na casa.

Marco diz que passam por ali colegas de Argentina, Equador, Venezuela. O Brasil esteve presente em apenas duas ocasiões. Uma turma da USP. E um clown do Mato Grosso. O intercâmbio com o país é mais difícil.

Rodolfo diz que os integrantes do grupo trabalham como professores, de manhã. E dedicam-se ao Olmo, à tarde. Nesse contexto, uma estrutura se mantém. Marco e Douglas, por exemplo, encarregam-se dos bonecos.


Lisi Berti Fala do Grupo Olmo
A diretora de teatro Lisiane Berti organizou o Festival de Bonecos de 2016. E disse que conheceu a Greysit, em 2010. Três anos antes de ela entrar no Olmo Teatro. O grupo está sempre em atividade, trabalhando...

5 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ El Duende Papá Ya +++

Cia Olmo Teatro, Peru

Tucu Ti e Tucu Ta viajam por recônditos lugares.
Para chegar aos domínios do mundo do Duende Papá Ya.
Eles estão à procura de aventuras e histórias.
Que só este duende sabe contar...

Duende Papá-Ya: Marco Ledezma;
Tucu-Ta: Greysit Sarango;
Tucu-Ti: Duglas Choton.

Leonardo Brocker disse...

+++ Manos Mágicas +++

Cia Olmo Teatro, Peru

É a história de um grupo de crianças.
Elas brincam com as mãos.
E descobrem as possibilidades que isso oferece.
Transportam-nos para uma verdadeira aventura.
Cheia de brincadeira, criatividade e diversão.

Adelita: Greysit Sarango;
Dudu: Duglas Choton;
Tartaruga: Violeta Garcias.

Leonardo Brocker disse...

+++ Sonhos +++

Cia Lisi Berti – Canela, RS

É a história de um palhaço triste.
Ele sempre recorda o passado.
E tenta esquecer a tristeza da perda de uma pessoa querida.

Leonardo Brocker disse...

+++ KWY +++

Cia Lisi Berti – Canela, RS

A história das três letras estrangeiras “K”, “W” e “Y”.
As vogais baniram-nas do alfabeto.
Então, elas pedem ajuda ao Sr Aurélio e à Dra Gramática.
Para saberem qual é a sua real importância.

Leonardo Brocker disse...

+++ Cia Lisi Berti - "Sonhos" +++

A Cia Lisi Berti apresentou o espetáculo no Festival de 2015.
A apresentação ocorreu no Hotel Laje de Pedra, em 11/10.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design