sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Bate-papo com André Guedes, Diretor da Cia Goliardos: O Início no Teatro de Bonecos e A Organização do Festival de Canela

André está há 23 anos no meio teatral. Iniciou no teatro de rua. E com as reformas da Casa de Cultura Mario Quintana, foi para o teatro de bonecos. Há sete anos, vive em Canela e participa do Festival de Bonecos.

André Guedes - Diretor da Cia Goliardos (Canela, RS)
André Guedes - Diretor da Cia Goliardos

Este Artigo Faz Parte da Série
"Diálogos e Processos Criativos"


O Vínculo com o Teatro de Bonecos
O diretor disse que, por algum tempo, fez teatro infantil para sobreviver. Logo, voltou para o teatro de rua. Até a decisão de experimentar trabalhar com bonecos. Paulo Fontes criou os cinco primeiros bonecos.

André começou, então, a confeccionar bonecos. De início, servia como uma “terapia”. E em pouco tempo, eles tornaram-se o carro-chefe do grupo. E o sonho passou a ser participar do Festival de Bonecos de Canela.


A Participação do Festival de Bonecos
Em dezembro de 2009, André mudou-se para Canela. E no ano seguinte, participou, pela primeira vez do Festival de Bonecos. Com o tempo, passou a integrar a equipe organizadora. E descobriu todas as dificuldades...

Em 2016, precisaram cortar vinte companhias. O motivo: falta de dinheiro. Conforme diz, isso é como “um corte no coração”. A escassez de recursos é, na verdade, a tônica de todos os anos...

Lisiane Berti, Cia Lisi Berti (Canela)
Lisiane Berti, Organizadora do Festival


2012: O Festival da Resistência
E 2012 foi um divisor de águas. Na época, André estava na Argentina. Uma semana antes, anunciou-se o cancelamento do festival. E essa notícia foi um golpe: como um festival que já teve 22 edições acabaria?

O ranço da falta de dinheiro chegara ao ápice. E questionou-se: como assim o festival não vai ocorrer por falta de dinheiro? Isso motivou o Festival da Resistência, o que evitou a extinção do evento...


O Fim (ou Diminuição) do Ranço...
Lisiane Berth, diretora de teatro, recebeu o convite de Vellinho. O Secretário de Cultura queria que ela organizasse o festival de 2016. Lisi aceitou. Apesar da atuação no teatro convencional e das restrições com a política.

E mesmo sem intenção, cortou o ranço. Por não atuar no meio, desconhecia o conflito entre companhias. Disse: “Posso até não gostar da técnica. E isso não fará com que eu desvalorize o trabalho de alguém”.

Lisiane Berti e Nelson Haas - Bate-papo no Vigésimo Oitavo Festival Internacional de Teatro de Bonecos de Canela
Lisiane Berti e Nelson Haas no Bate-papo


Planejamento do Festival de Bonecos
Quando um festival acaba, já se começa a pensar na edição seguinte. E André faz uma comparação bem bacana: “É como uma criança. Ao ganhar o presente no Natal, já sonha com o presente do Natal seguinte”...

Lisi diz: “Eu sou pura emoção. Tipo, vamos fazer isso!”. Mas não é possível fazer apenas o que gostamos: “Às vezes, a gente faz algo de que não gosta muito, para conseguir fazer o que se gosta mais”...

11 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ O Bilhete Azul +++

Cia Goliardos – Canela, RS

Texto de Duli Borges.
A Terra foge e abandona o planeta.
Cansada de tanta destruição da natureza.
Leva consigo a imaginação humana.
Deixa bilhetes que indicam o caminho da fuga.
Que levaria ao bilhete azul...

Leonardo Brocker disse...

+++ Marylin Monroe +++

“Um Desapontamento Triste na Face Delicada de Um Sorriso”

Cia Goliardos – Canela, RS

A boneca propõe um enfoque da mulher comum.
E o manipulador não abre mão de explorar a história.
Do maior mito do cinema mundial.

Leonardo Brocker disse...

+++ Sonhos +++

Cia Lisi Berti – Canela, RS

É a história de um palhaço triste.
Ele sempre recorda o passado.
E tenta esquecer a tristeza da perda de uma pessoa querida.

Leonardo Brocker disse...

+++ KWY +++

Cia Lisi Berti – Canela, RS

A história das três letras estrangeiras “K”, “W” e “Y”.
As vogais baniram-nas do alfabeto.
Então, elas pedem ajuda ao Sr Aurélio e à Dra Gramática.
Para saberem qual é a sua real importância.

Leonardo Brocker disse...

+++ Cia Goliardos - "Enquanto a Noite Não Chega" +++

A Cia Goliardos apresentou o espetáculo no Festival de 2015.
As apresentações ocorreram no Espaço Nydia Guimarães, em 10/10.

Leonardo Brocker disse...

+++ Cia Goliardos - "Frida" +++

A Cia Goliardos apresentou o espetáculo no Festival de 2015.
As apresentações ocorreram no Espaço Nydia Guimarães, em 03/10.

Leonardo Brocker disse...

+++ Cia Goliardos - "Joãozinho e Mariazinha" +++

A Cia Goliardos apresentou o espetáculo no Festival de 2015.
As apresentações ocorreram no Espaço Nydia Guimarães.
Nos dias 03/10 e 10/10.

Leonardo Brocker disse...

+++ Cia Lisi Berti - "Sonhos" +++

A Cia Lisi Berti apresentou o espetáculo no Festival de 2015.
A apresentação ocorreu no Hotel Laje de Pedra, em 11/10.

Leonardo Brocker disse...

+++ Grupo Só Rindo - "O Melhor do Sór Rindo" +++

O Grupo Só Rindo apresentou o espetáculo no Festival de 2015.
A apresentação ocorreu no Espaço Nydia Guimarães, em 12/10.

Leonardo Brocker disse...

+++ Grupo Só Rindo - "O Proprietário" +++

O Grupo Só Rindo apresentou o espetáculo no Festival de 2015.
A apresentação ocorreu no Espaço Nydia Guimarães, em 04/10.
E no Presídio Estadual de Canela, no dia 08/10.

Leonardo Brocker disse...

+++ Casa de Cultura Mario Quintana +++

Em 1982, o Estado tombou o prédio patrimônio cultural.
E decidiu transformá-lo em um espaço cultural.
Dedicado ao cinema, ao teatro e à dança.
Às artes visuais, à literatura e à música.
O complexo cultural conta com salas de cinema, teatro.
Salas de exposições, discoteca, bibliotecas, restaurante.

O espaço recebeu o nome de Casa de Cultura Mario Quintana.
Uma homenagem ao poeta e ilustre hóspede do Majestic.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, publicação da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design