terça-feira, 4 de outubro de 2016

Roteiro Aldo Locatelli em Porto Alegre [Artigo 3]: "A Formação Histórico-Etnográfica do Povo Rio-Grandense", no Palácio Piratini

No Salão Alberto Pasqualini do Palácio Piratini, fica o mais imponente painel de Locatelli. “A Formação Histórico-Etnográfica do Povo Rio-Grandense”, de 1955, é o registro artístico da criação do Rio Grande do Sul.

A Formação Histórico-Etnográfica do Povo Rio-Grandense, Aldo Locatelli, Salão Alberto Pasqualini, Palácio Piratini, Porto Alegre
Formação Histórico-Etnográfica do Povo
Rio-Grandense, Aldo Locatelli (1955)

Este Artigo Faz Parte da Série...
Roteiro Aldo Locatelli em Porto Alegre


O painel impressiona tanto pelo tamanho como pela quantidade de imagens. A tela é rica em simbologias... Para facilitar a compreensão, varrerei a tela, de cima para baixo. Eis o resumo da obra de Aldo Locatelli...


Rio Grande e As Missões
No alto do painel, à esquerda, está o brigadeiro José da Silva Paes, fundador de Rio Grande. Ao fundo, a imagem do Forte Jesus-Maria-José, na cidade de Rio Grande. O conjunto mostra o primeiro foco de povoamento do RS.

Brigadeiro José da Silva Paes, Sepé Tiaraju e Os Gaúchos - A Formação Histórico-Etnográfica do Povo Rio-Grandense, Aldo Locatelli, Salão Alberto Pasqualini, Palácio Piratini, Porto Alegre
Brigadeiro José da Silva Paes, Sepé Tiaraju
e os gaúchos conservador e revolucionario

No alto, ao centro, o índio guarani Sepé Tiaraju, em frente às ruínas de São Miguel. Sepé Tiaraju liderou a resistência indígena na Guerra Guaranítica. À direita, identifica-se um grupo de bandeirantes paulistas.


Os Dois Gaúchos e O Progresso
No centro do painel, há dois gaúchos. O da esquerda, com lenço azul, é o gaúcho conservador. O da direita usa lenço vermelho. É uma referência ao gaúcho revolucionário. E à Revolução Farroupilha.

Os Bandeirantes - A Formação Histórico-Etnográfica do Povo Rio-Grandense, Aldo Locatelli, Salão Alberto Pasqualini, Palácio Piratini, Porto Alegre
Os Bandeirantes Paulistas

O governador Ernesto Dornelles solicitou que Aldo Locatelli representasse, também, o progresso do Estado. O pintor registrou uma torre de energia e uma barragem de hidrelétrica. Elas ficam ao fundo dos gaúchos.


Os Imigrantes e A Família Gaúcha
A parte inferior do painel concentra mais imagens simbólicas. À direita, há um casal de imigrantes alemães. Ao centro, uma italiana amamentando. E a criança representaria o Rio Grande do Sul.

Gaúcho, Família Gaúcha, Imigrante Italiana - A Formação Histórico-Etnográfica do Povo Rio-Grandense, Aldo Locatelli, Salão Alberto Pasqualini, Palácio Piratini, Porto Alegre
Gaúcho, Família Gaúcha, Imigrante Italiana

À esquerda da imigrante italiana, há um fogo de chão. Atrás, uma família gaúcha. E no canto esquerdo, um gaúcho tomando mate. São autorretratos de Aldo Locatelli. Primeiro, com a família. E depois, envelhecido.


O Mapa do Rio Grande do Sul
O fogo de chão, na parte inferior do painel, aquece uma chaleira. Nela, está a água para o mate, bebida típica gaúcha. E a fumaça esconde a principal simbologia desta obra. Ela forma o mapa do Rio Grande do Sul...

Imigrante Italiana e Imigrantes Alemães - A Formação Histórico-Etnográfica do Povo Rio-Grandense, Aldo Locatelli, Salão Alberto Pasqualini, Palácio Piratini, Porto Alegre
Imigrante Italiana e Imigrantes Alemães

A imigrante italiana encontra-se no Sul do RS. Os bandeirantes, no Leste. Sepé Tiaraju aparece sentado ao Norte do Estado. E o gaúcho revolucionário salta com o cavalo para o centro do Rio Grande do Sul...

1 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Palácio Piratini +++

Substituiu o Palácio de Barro, de 1772.
Aquela foi a primeira sede do Executivo Estadual.
E atendeu às funções por mais de um século.

O francês Maurice Gras projetou o novo palácio.
A construção prolongou-se de 1909 a 1921.
Ano em que o governo Borges de Medeiros instalou-se, ali.

Em 1955, o prédio recebeu o nome de Palácio Piratini.
Uma homenagem à primeira capital Farroupilha.

A entrada principal fica junto à Praça da Matriz.
Ali, há duas esculturas do francês Paul Landowski.
Elas representam a agricultura e a indústria.

Em 1986, o Estado tombou o prédio patrimônio cultural.
O Palácio Piratini também é patrimônio federal.
E integra o sítio histórico da Praça da Matriz.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design