quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Roteiro Aldo Locatelli em Porto Alegre [Artigo 5]: Catedral Metropolitana de Porto Alegre

Aldo Locatelli é o principal pintor de arte sacra do RS. A obra na Catedral de Porto Alegre não deixa de ser um paradoxo. Afinal, a pintura de Aldo Locatelli com menores dimensões fica no templo de maiores dimensões.

Anjos em Atitude Recolhida - Aldo Locatelli, Catedral Metropolitana de Porto Alegre
Anjos em Atitude Recolhida

  
Este Artigo Faz Parte da Série...
Roteiro Aldo Locatelli em Porto Alegre


Principais Obras Sacras de Aldo Locatelli
O pintor italiano chegou ao Brasil em 1948. Veio a convite de Dom Antônio Zattera, bispo de Pelotas. Um ano depois, decorou o interior da Catedral São Francisco de Paula. Logo, consagrou-se como grande artista sacro.

Em 1951, Aldo Locatelli iniciou a sua obra-prima: a Igreja São Pelegrino, em Caxias do Sul. Em 1952, iniciou os trabalhos na Igreja Santa Teresinha, em Porto Alegre. E em 1954, decorou a Catedral de Santa Maria.

Painel Central do Retábulo da Catedral Metropolitana de Porto Alegre - Aldo Locatelli, 1957
Painel Central do Retábulo da Catedral
Metropolitana de Porto Alegre


Catedral Metropolitana de Porto Alegre
Ao revisitar a Catedral, não sabia onde ficava a obra de Aldo Locatelli. Ela ocupa local de destaque atrás do altar. Dom Antônio Cheuiche registra no “Guia Histórico-Artístico da Catedral Metropolitana de Porto Alegre”:

“No centro do intercolúnio do retábulo, sobre peanha de mármore, venera-se antiga e delicada talha da Mãe de Deus com o Menino Jesus nos Braços. O pano de fundo é o painel de Aldo. Próprio da fase decorativa do pintor”.

Painel de Aldo Locatelli na Catedral Metropolitana de Porto Alegre
Painel de Locatelli na Catedral de Porto Alegre

Na sequência, Dom Antônio do Carmo Cheuiche descreve a obra de Locatelli: “No primeiro plano do painel, dois anjos em atitude recolhida. Envoltos em tecidos brilhantes, rezam diante da imagem de Maria”.

“E, ao alto, confundindo-se com um céu nublado, encontram-se esboçadas figuras monocromas de outros dois anjos azulados. Os anjos desdobram, ao que parece, o lençol do sepulcro de Cristo”.

10 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Pintura Solitária do Altar-mor da Catedral +++
Afresco seco, de 1957, sem título.
No mesmo ano, concluiu as pinturas da Igreja Santa Teresinha.
O afresco da Catedral recebe destaque, por ficar no altar principal.

Leonardo Brocker disse...

+++ Descrição da Pintura de Aldo Locatelli +++
Na pintura, quatro anjos reverenciam a imagem de Nossa Senhora.
Esta fica ao centro, sob a representação de uma estátua.
Destacam-se as posições das mãos e da cabeça dos anjos.
Elas estão em sinal de visível adoração às imagens de Maria e Jesus.
Há ainda os tons vibrantes de amarelo, vermelho e verde.
Aldo Locatelli usa-os na representação das vestes.
As tintas dos tecidos proporcionam materialidade.
E dão a impressão de peso no seu caimento.
Os efeitos de luz e sombra destacam os personagens centrais.
E sugerem maior aproximação com o observador.
Estas são características marcantes da pintura de Locatelli.

“A Pintura Sacra como Patrimônio Cristão”, Anna Paula B. N. dos Santos

Leonardo Brocker disse...

+++ Símbolos do Catolicismo na Pintura de Locatelli +++
O sublime da pintura complementa a figura humana da estátua.
É uma característica das ambiências de diversos templos católicos.
As aparições angélicas compõem muitos dos símbolos do Catolicismo.
E fazem parte dos programas pictóricos de diversos artistas.
Tanto de escultores, como de pintores.

“A Pintura Sacra como Patrimônio Cristão”, Anna Paula B. N. dos Santos

Leonardo Brocker disse...

+++ Localização da Catedral Metropolitana +++
A Catedral Metropolitana fica no ponto mais alto do centro da cidade.
E isso destaca o poder espiritual que ela representa para Porto Alegre.
Ela fica próxima aos espaços que comportam os três poderes:
+ Executivo (Palácio Piratini);
+ Legislativo (Palácio Farroupilha);
+ Judiciário (Tribunal de Justiça).

A igreja participou do processo de desenvolvimento urbano.
E da abertura da capital do Estado à modernidade.
A igreja implantava as suas bases de forma contínua e visível.
A todos os que adentrassem os seus limites.

“A Pintura Sacra como Patrimônio Cristão”, Anna Paula B. N. dos Santos

Leonardo Brocker disse...

+++ Igreja de São Pelegrino +++

Aldo Locatelli confeccionou os murais em 1952.
Temática dos murais da Igreja de São Pelegrino:
+ A Morte de Cristo;
+ Temática Escatológica.

Fonte: "A Morte e O Além", Altamir Moreira (2006)

Leonardo Brocker disse...

+++ Igreja de Santa Teresinha do Menino Jesus +++

Aldo Locatelli confeccionou os murais da Igreja, em 1956.
Temática dos murais:
+ A Glória dos Santos;
+ A Morte dos Santos;
+ Temática Escatológica.

Fonte: "A Morte e O Além", Altamir Moreira (2006)

Leonardo Brocker disse...

+++ Igreja de Santa Teresinha do Menino Jesus +++

Emílio Sessa confeccionou os murais da Igreja, em 1952.
Temática dos murais:
+ A Volta de Cristo;
+ Temática Escatológica.

Fonte: "A Morte e O Além", Altamir Moreira (2006)

Leonardo Brocker disse...

+++ Arquitetura da Catedral Metropolitana +++

Em 1915, organizou-se um concurso público.
O vencedor foi o espanhol Jesús María Corona.
Tratava-se de um projeto neogótico de grande porte.
Com arcos ogivais e pináculos.
E uma cúpula de base octogonal apoiada em contrafortes.

Porém, a Cúria, em 1921, optou por outro projeto.
O do arquiteto italiano Giovani Battista Giovenale.
Responsável pela conservação da Basílica de São Pedro, em Roma.
O projeto do italiano tinha uma linguagem neorrenscentista.
Mas a conclusão da construção ocorreu apenas em 1970.

A Academia de Mosaicos do Vaticano ornamentou a fachada.
Mário Arjonas esculpiu as estátuas em granito de apóstolos e santos.
E o italiano Aldo Locatelli pintou o mural no altar principal.

A catedral destaca-se pelo cuidado da articulação clássica.
Visível na fachada principal, na cúpula e na nave.
Nas partes ao redor da cúpula, essa articulação se perde.
E surgem soluções mistas.
A presença de vitrais e mosaicos causa surpresa.
Quando se considera um templo em estilo clássico.

É peculiar a solução que se empregou no exterior da cripta.
Ela funciona como base do templo na declividade do terreno.

A inauguração só ocorreu em 1986.
O que revela as dificuldades na execução da obra.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Inspiração na Basílica de São Pedro +++

A Catedral Metropolitana lembra a Basílica de São Pedro, em Roma.
Em alguns aspectos, como na planta em cruz latina.
E na cúpula assentada sobre um tambor.
Colunas aos pares guarnecem este tambor.
No interior, a cúpula apoia-se em pendentes.
Estes se ligam a quatro pilares chanfrados.

Outra semelhança é a nave com abóboda de berço.
Arcadas subdivididas por pilastras apoiam esta abóboda.
O átrio transversal ao eixo também remete à Basílica de São Pedro.

Em outros aspectos, porém, as semelhanças não se repetem.
É o caso da fachada principal e do esquema decorativo.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ A Fachada da Catedral Metropolitana +++

Há duas torres afastadas do corpo central.
E uma galeria aberta no térreo.
Porém, o monocromatismo do granito dá unidade ao prédio.
O corpo central corresponde à nave principal.
E as ligações com as torres correspondem às naves laterais.

A parte inferior tem cinco subdivisões.
Ela corresponde à primeira ordem de pilastras (coríntia).
Nas extremidades estão as bases compactas das torres.
E no centro há aberturas definidas por um entablamento secundário.
Nele, apoiam-se duas colunas jônicas, menores que as pilastras.

No centro da fachada, a abertura adquire a forma de uma serliana.
Com um arco demarcando o acesso central do templo.
O tema das duas colunas volta a comparecer no topo das torres.
Enquanto a serliana reaparece no trecho intermediário.

A parte central da fachada projeta-se num segundo nível.
Nele, as pilastras são jônicas.
Tal qual no segundo nível das torres.
Mas a parte central avança em relação às outras partes.
Tanto em altura, como em projeção frontal.
Além disso, as pilastras são duplas.
E acentuam o movimento da fachada.

O coroamento possui frontão triangular.
Replicado por frontões curvos no topo das torres.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design