quinta-feira, 8 de setembro de 2016

José Gomes Pinheiro Machado: Senador Gaúcho

Destacado senador na República Velha, José Gomes Pinheiro Machado nasceu em Cruz Alta, em 08/05/1851. Atuou de 01/01/1890 até 08/09/1915, quando o assassinaram no Rio de Janeiro, aos 64 anos.

Senador Pinheiro Machado, no Museu Arqueológico de São Luiz Gonzaga
Senador Pinheiro Machado


A Guerra e A Carreira de Advogado
Pinheiro Machado abandonou a Escola Militar, aos 15 anos, para combater na Guerra do Paraguai. Em 1868, retornou à fazenda do pai. E dez anos mais tarde, formou-se na Faculdade de Direito, em São Paulo.

Retornou ao RS. Exerceu a advocacia em São Luiz Gonzaga. E ali fundou o Partido Republicano Rio-grandense. Juntou-se na campanha republicana a Ramiro Barcelos, Joaquim Francisco de Assis Brasil e Júlio de Castilhos.


A Eleição para O Senado
Com a Proclamação da República, em 1889, José Gomes Pinheiro Machado elegeu-se Senador. Durante a Revolução Federalista (1893-1895), retornou ao Rio Grande do Sul para combater o movimento armado.

Em 1897, Pinheiro Machado foi preso. A acusação foi de ordenar o atentado contra o presidente Prudente de Morais. Diante da falta de provas, soltaram o senador, após alguns dias na prisão.

Desenho do Senador José Gomes Pinheiro Machado
Pinheiro Machado foi um dos senadores
mais poderosos da República Velha


O Auge do Poder no Senado
Com a morte de Afonso Pena, em 1909, Nilo Peçanha assumiu a Presidência da República. E Pinheiro Machado tornou-se influente no Senado. Ele apoiou Hermes da Fonseca, que derrotou Rui Barbosa nas eleições.

No governo de Hermes da Fonseca, o poder Pinheiro Machado atingiu o ápice. Tinha como meta concorrer à Presidência da República. Mas os oponentes se articularam para impedir os planos de Pinheiro Machado.


A Rejeição a Pinheiro Machado
A rejeição ao senador aumentou quando Pinheiro Machado tentou impedir a eleição de Nilo Peçanha ao governo do Rio de Janeiro. A situação piorou ao indicar Hermes da Fonseca para o Senado.

Uma multidão esperava Pinheiro Machado no Senado. Quando o cocheiro lhe perguntou como deveriam sair dali, respondeu: “Nem tão devagar que pareça afronta. Nem tão depressa que pareça medo”.

Túmulo-monumento do Senador Pinheiro Machado, no Cemitério da Santa Casa de Misericórdia, em Porto Alegre
Túmulo-monumento de Pinheiro Machado


O Assassinato de Pinheiro Machado
Em 08 de setembro de 1915, Manso de Paiva apunhala Pinheiro Machado no saguão do Hotel dos Estrangeiros. Dois deputados federais acompanhavam-no. Ele visitaria Rubião Júnior do Partido Republicano Paulista.

Meses antes, Pinheiro Machado previra o assassinato, em uma entrevista ao jornalista João do Rio. Com a morte do senador José Gomes Pinheiro Machado, o Partido Republicano Conservador, praticamente, deixou de existir.


Curiosidades
# Pinheiro Machado vivia no Palacete do Morro da Graça, em Laranjeiras;
# Os restos mortais do senador encontram-se no Cemitério da Santa Casa de Misericórdia, em Porto Alegre.

Texto adaptado do Wikipedia.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design