domingo, 11 de setembro de 2016

Curiosidades entre os Vencedores do Festival de Cinema de Gramado

A seguir listo algumas curiosidades que verifiquei entre os vencedores do Festival de Cinema de Gramado. Contemplei a lista de vencedores de 44 edições, de 1973 a 2016. Usei como fonte o Museu do Festival de Cinema de Gramado. E a relação de premiados na edição de 2016 do evento.

Medianeras, Gustavo Taretto (2011)
"Medianeras", Gustavo Taretto (2011)


Generalidade sobre o Festival de Cinema de Gramado
+ O primeiro Festival do Cinema ocorreu em 1973. E o grande vencedor foi o filme “Toda Nudez Será Castigada”, de Arnaldo Jabor;

Toda Nudez Será Castigada - Arnaldo Jabor
"Toda Nudez Será Castigada", de Arnaldo Jabor

+ Naquele ano, Tom Jobim recebeu o prêmio especial de melhor música pela trilha sonora de “A Casa Assassinada”. Em 1987, Tom Jobim ganhou o Kikito de melhor trilha sonora, por “Fonte da Saudade”;
+ Em 1973, os prêmios principais eram de filme, ator e atriz. Em 1974, surgiram os prêmios de diretor e fotografia. E em 1976, os de ator e atriz coadjuvante, roteiro e trilha sonora;
+ Em 1976, “O Predileto” ganhou os prêmios de filme, ator, roteiro e fotografia. “Lição de Amor” ganhou os de diretor, atriz e trilha sonora;
+ O compositor Francis Hime ganhou o prêmio de melhor trilha sonora em 1976 (“Lições de Amor”), 1977 (“Dona Flor e Seus Dois Maridos”);

Dona Flor e Seus Dois Maridos
"Dona Flor e Seus Dois Maridos"

+ Betty Faria e Marília Pêra ganharam o Kikito de melhor atriz por “Anjos da Noite”, em 1987. Betty Faria também foi a protagonista de “Anjos do Arrabalde”, o melhor filme do Festival de Cinema de Gramado naquele ano;
+ Antônio Abujamra e Adriano Stuart dividiram o prêmio de melhor ator, em 1988, pelo filme “Festa”;
+ Em 2014, Alceu Valença recebeu o Kikito de melhor trilha sonora por “A Luneta do Tempo”;
+ Até o momento, nenhum filme nacional ou estrangeiro venceu os cinco principais prêmios: filme, direção, ator, atriz e roteiro.

A Luneta do Tempo, de Alceu Valença
"A Luneta do Tempo"


Quando ocorre o Festival de Cinema de Gramado?
+ De 1973 a 1979, o Festival de Cinema ocorreu em janeiro;
+ Em 1980, ele passou a ocorrer em março;
+ Em 1986 e 1987, em abril;
+ Em 1988 e 1989, o festival ocorreu em junho;
+ Em 1990, passou a ocorrer no mês de agosto.


Quem ganhou mais de um Kikito no mesmo Festival?
+ Tizuka Yamasaki ganhou os prêmios de melhor filme e melhor roteiro por “Caijin – Caminhos da Liberdade”, em 1980;

A Marvada Carne, André Klotzel (1985)
"A Marvada Carne", de André Klotzel

+ Carlos Alberto Prates Carreira ganhou os prêmios de melhor filme e diretor por “Cabaret Mineiro”. O filme recebeu sete prêmios no Festival de Cinema de Gramado, em 1981;
+ Em 1982, Lucélia Santos ganhou o prêmio de melhor atriz por “Luz del Fuego” e “O Sonho Não Acabou”. Walmor Chagas recebeu o prêmio de melhor ator por “Asa Branca – Um Sonho Brasileiro” e “Luz del Fuego”;
+ Denoy de Oliveira ganhou os prêmios de melhor filme e de melhor diretor por “O Baiano Fantasma”, em 1984;
+ André Klotzel recebeu os Kikitos de melhor filme, diretor e melhor roteiro por “A Marvada Carne”, em 1985. Também ganhou o Prêmio VASP de melhor diretor. Este filme recebeu treze prêmios no Festival de Cinema de Gramado de 1985;
+ Guilherme de Almeida Prado ganhou os prêmios de melhor filme e diretor por “A Dama do Cine Shanghai”, em 1988;

A Dama do Cine Shanghai, de Guilherme de Almeida Prado (1988)
"A Dama do Cine Shanghai"

+ Ugo Giorgetti recebeu os Kikitos de melhor filme e roteiro por “Festa”, em 1988;
+ Miguel Faria Jr. ganhou os prêmios de melhor filme e diretor por “Stelinha”, em 1990. O filme recebeu doze prêmios na ocasião. E dos principais, só não recebeu o de ator. Marcos Palmeira foi um dos protagonistas de “Stelinha”. Porém, ganhou o Kikito de melhor ator por “Barrela”;
+ Mauro Farias recebeu os prêmios de melhor filme e roteiro por “Não Quero Falar sobre Isso Agora”, em 1991. Recebeu ainda o Prêmio Especial da Crítica e o Prêmio da Associação Brasileira de Cineastas;
+ Luiz Carlos Lacerda e Bruna Ferraz ganharam os Kikitos de melhor filme e roteiro por “For All – O Trampolim da Vitória”, em 1997. O filme recebeu também o troféu do júri popular;

Memórias Póstumas, André Klotzel (2001)
"Memórias Póstumas", André Klotzel (2001)

+ André Klotzel recebeu os Kikitos de melhor filme brasileiro, diretor e roteiro por “Memórias Póstumas”, em 2001. O filme também ganhou o Prêmio da Crítica;
+ Anna Muylaert recebeu os Kikitos de melhor filme brasileiro, diretor e roteiro por “Durval Discos”, em 2002. O filme também ganhou o Prêmio da Crítica e o Prêmio do Júri Popular;
+ Ricardo Elias ganhou os prêmios de melhor filme brasileiro, diretor e roteiro por “De Passagem”, em 2003. O filme também ganhou o Prêmio da Crítica;
+ Helena Solberg recebeu os Kikitos de melhor filme brasileiro e roteiro por “Vida de Menina”, em 2004. O filme ainda ganhou o Prêmio do Júri Popular;

Durval Discos, Anna Muylaert (2002)
"Durval Discos", Anna Muylaert

+ Tizuka Yamasaki ganhou os prêmios de melhor filme brasileiro e melhor direção por “Gaijin – Ama-me como Sou”, em 2005;
+ Dois filmes dividiram o prêmio de melhor filme em 2006. Andrea Tanacci recebeu os Kikitos de melhor filme e direção, por “Serras da Desordem”. E Rudi Lagemann os de melhor filme e roteiro, por “Anjos do Sol”;
+ Em 2008, Domingos Oliveira recebeu os Kikitos de melhor diretor e roteiro pelo filme “Juventude”;
+ Em 2009, Vincent Carelli ganhou os prêmios de melhor filme e melhor diretor por “Corumbiara”. Também, recebeu os prêmios do Júri Popular e do Júri de Estudantes de Cinema;
+ Jeferson De recebeu os Kikitos de melhor filme e diretor por “Bróder”, em 2010;
+ Gustavo Pizzi ganhou os prêmios de melhor diretor e roteiro por “Riscado”, em 2011;
+ Em 2016, Domingos Oliveira recebeu os Kikitos de melhor filme, diretor e trilha sonora por “Barata Ribeiro, 716”.

Un Lugar en El Mundo, Adolfo Aristarain (1992)
"Un Lugar en El Mundo"


Quando o festival tornou-se internacional?
+ Em 1992, ocorreu o impeachment de Fernando Collor de Mello. Naquela época, o cinema nacional passava pela pior fase. E, pela primeira vez, o Festival de Cinema de Gramado incluiu filmes estrangeiros. Os Kikitos foram para filmes de Colômbia, Espanha, Venezuela, Argentina e Chile. E o melhor filme foi “Técnicas de Duelo”, da Colômbia;
+ Em 1993, apenas um filme brasileiro concorreu. E não ganhou nenhum prêmio. O Kikito de melhor filme foi para “Un Lugar en El Mundo”, do Uruguai;
+ Em 1994, o filme cubano “Fresa y Chocolate” recebeu cinco prêmios. Dentre eles, o de melhor filme do festival;
+ Em 1995, criou-se a categoria de melhor filme brasileiro. Todos os demais prêmios foram para filmes internacionais;

Pizza, Birra, Faso, de Bruno Stagnaro e Israel Caetano (1998)
"Pizza, Birra, Faso"

+ Em 1996, surgiu a divisão entre filmes latinos e brasileiros;
+ Em 1998, o festival não diferenciou filmes brasileiros de internacionais. Todos os Kikitos foram para filmes estrangeiros. Bruno Stagnaro e Israel Caetano receberam os prêmios de melhor filme, direção e roteiro por “Pizza, Birra, Faso” (Argentina);
+ Em 1999, os filmes brasileiros ganham quatro prêmios. O espanhol Julio Medem recebe os Kikitos de melhor diretor e roteiro por “Los Amantes del Círculo Polar”;
+ Em 2000, o peruano Francisco Lombardi recebeu os Kikitos de melhor filme e de melhor diretor por “Pantaleón y Las Visitadoras”. Este filme ganhou sete prêmios no Festival de Cinema de Gramado;

Pantaleón y Las Visitadoras, Francisco Lombardi (2000)
"Pantaleón y Las Visitadoras"

+ O mexicano Arturo Ripstein ganhou os prêmios de melhor filme e melhor diretor, em 2002, por “La Perdición de Los Hombres”;
+ Em 2003, o espanhol Fernando Leon Aranoa recebeu os Kikitos de melhor filme latino e melhor diretor por “Los Lunes al Sol”. O filme também recebeu o Prêmio da Crítica;
+ O argentino Alejandro Agresti ganhou os prêmios de melhor filme e diretor, por “Un Mundo Menos Peor”, em 2005;
+ Em 2006, o mexicano Francisco Vargas Quevedo levou os Kikitos de melhor filme e roteiro por “El Violin”. Também recebeu o prêmio do Júri Popular;
+ Em 2007, o argentino Pablo Trapero ganhou os prêmios de melhor filme e diretor por “Nacido e Criado”;

La Teta Asustada, Claudia Llosa (2009)
"La Teta Asustada"

+ Claudia Llosa recebeu, em 2009, os Kikitos de melhor filme e melhor direção, por “La Teta Asustada”, em uma coprodução de Peru e Espanha;
+ Gustavo Taretto ganhou os prêmios de melhor filme e diretor, por “Medianeras”, em 2011, numa coprodução de Peru, Alemanha e Argentina. O filme recebeu ainda o prêmio do Júri Popular;
+ César Charlone recebeu, em 2012, os Kikitos de melhor filme e melhor diretor, por “Artigas, La Redota”, numa coprodução de Espanha e Uruguai. O filme recebeu ainda o prêmio de melhor filme pelo Júri Popular e pelo Júri da Crítica;
+ Em 2014, o uruguaio Manuel Nieto ganha os prêmios de melhor filme e de roteiro por “El Lugar del Hijo”;
+ Luis Zorraquí recebeu, em 2016, os Kikitos de melhor filme e melhor roteiro por “Guaraní”, de uma coprodução de Paraguai e Argentina.

Artigas, La Redota, César Charlone (2012)
"Artigas, La Redota"

3 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Vencedores do Festival de Cinema de Gramado 2016 +++

Curta-Metragem Brasileiro
+ Melhor Fotografia: Bruno Polidoro, por "Horas";
+ Melhor Trilha Musical: Kito Siqueira, por "Super Oldboy";
+ Melhor Direção de Arte: Camila Vieira, por "Deusa";
+ Melhor Desenho de Som: Jeferson Mandú, por "O Ex-Mágico";
+ Melhor Montagem: André Francioli, por "Memória da Pedra";
+ Melhor Roteiro: Gui Campos, por "Rosinha";
+ Melhor Atriz: Luciana Paes, em "Aqueles Cinco Segundos";
+ Melhor Ator: Allan Souza Lima, em "O que Teria Acontecido ou Não naquela Calma e Misteriosa Tarde de Domingo no Jardim Zoológico";
+ Melhor Direção: Felipe Saleme, por "Aqueles Cinco Segundos";
+ Melhor Filme: Gui Campos, por "Rosinha".

Júri da Crítica - Melhor Curta: Fabio Rodrigo e Caroline Neves, "Lúcida";
Júri Popular - Melhor Curta: Eliane Coster, "Super Oldboy".

Prêmio Especial do Júri:
+ Elke Maravilha, por "Super Oldboy";
+ Maria Alice Vergueiro, por "Rosinha".

Prêmio Canal Brasil: Gui Campos, por "Rosinha".

Leonardo Brocker disse...

+++ Vencedores do Festival de Cinema de Gramado 2016 +++

Longa-Metragem Brasileiro
+ Melhor Fotografia: Ralph Strelow, por "O Roubo da Taça";
+ Melhor Trilha Musical: Domingos Oliveira, de "Barata Ribeiro, 716";
+ Melhor Direção de Arte: Fábio Goldfarb, por "O Roubo da Taça";
+ Melhor Desenho de Som: Daniel Turini, Fernando Henna, Armando Torres Jr. e Fabian Oliver por "O Silêncio do Céu";
+ Melhor Montagem: Tiago Feliciano, por "Elis";
+ Melhor Ator Coadjuvante: Bruno Kott em "El Mate";
+ Melhor Atriz Coadjuvante: Glauce Guima em "Barata Ribeiro, 716";
+ Melhor Roteiro: Lusa Silvestre e Caíto Ortiz, por "O Roubo da Taça";
+ Melhor Atriz: Andréia Horta, em "Elis";
+ Melhor Ator: Paulo Tiefenthaler, em "O Roubo da Taça";
+ Melhor Direção: Domingos Oliveira, "Barata Ribeiro, 716";
+ Melhor Filme: Domingos Oliveira, por "Barata Ribeiro, 716".

+ Prêmio Especial do Júri: "O Silêncio do Céu".

Júri da Crítica - Melhor Filme: Marco Dutra, por "O Silêncio do Céu";
Júri Popular - Melhor Filme: Hugo Prata, por "Elis'.

Leonardo Brocker disse...

+++ Vencedores do Festival de Cinema de Gramado 2016 +++

Longa-Metragem Estrangeiro
+ Melhor Fotografia: Andrés Garcés, por "Sin Norte";
+ Melhor Roteiro: Luis Zorraquín e Simón Franco, por "Guaraní";
+ Melhor Atriz: Verónica Perrotta, em "Las Toninas Van al Este";
+ Melhor Ator: Emilio Barreto, em "Guaraní";
+ Melhor Direção: Fernando Lavanderos, por "Sin Norte";
+ Melhor Filme: Luis Zorraquí, por "Guaraní".

Prêmio Especial do Júri de Longa Estrangeiro:
"Esteros", pela direção da história de amor dos atores mirins

Júri da Crítica - Melhor Filme: Fernando Lavanderos, por "Sin Norte";
Júri Popular - Melhor Filme: Papu Curotto, por "Esteros".

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design