quarta-feira, 10 de agosto de 2016

O Que Fazer na Orla do Lago Guaíba?

Guaíba tem dois atrativos principais. Na parte alta da cidade, fica o Sítio Histórico. Na orla do Lago Guaíba, estão o trapiche e o Parque da Juventude. Além o Terminal Hidroviário, onde chega o catamarã de Porto Alegre.

Trapiche na Orla do Lago Guaíba, Guaíba
Trapiche na Orla do Lago Guaíba
  

A Praia de Sans Souci
Sans Souci, expressão francesa, significa “sem temer”. E “sem temer”, eu procurei pela praia de água doce de Eldorado do Sul. Digo “sem temer”, pois a neblina estava baixa e a temperatura não passava dos cinco graus.

Planejava conhecer quatro pontos em Eldorado do Sul. Porém, diante das informações desencontradas, contentei-me com a Praia de Sans Souci. Ao chegar lá, quase nada se via. A visibilidade era de dez a quinze metros.

Matadouro São Geraldo, Guaíba
Matadouro São Geraldo, Guaíba

Eram 9h da manhã. Uma turma de remadores colocava os barcos na água. Conferi a movimentação por alguns instantes. E segui para Guaíba. Como a cidade é mais aberta, a neblina desapareceria antes por lá.


A Orla do Lago Guaíba
Cheguei à cidade de Guaíba, abaixo de neblina. A ideia era fazer o passeio de jardineira, para localizar os principais atrativos. Ao longo do dia, passei três vezes pela bilheteria. E não ocorreu nenhum passeio.

Seja como for, peguei algumas dicas com a Janaína, guia do passeio. Graças a ela, visitei a Casa Gomes Jardim e a Vitrine Cultural. E também conheci os dois antigos matadouros de Guaíba: Pedras Brancas e São Geraldo.

Obelisco Farroupilha da Praça Dr Gastão Leão - Guaíba
Obelisco Farroupilha da Praça Dr Gastão Leão

Assim, comecei a explorar Guaíba, por conta própria. A jardineira sai de frente do Terminal Hidroviário. Do outro lado da rua, fica a Praça Dr Gastão Leão. Adiante, na orla, fica o trapiche, no momento, em restauro.


Do Trapiche ao Parque da Juventude
Apesar do mau tempo, alguns corajosos andavam pelo calçadão. Três gurias passaram de patins. Mais a frente, passei por um senhor com um menino de uns quatro anos. Ele gritava com o cachorro, do outro lado da rua.

No Parque da Juventude, o movimento era maior. Quatro pessoas jogavam vôlei. Uma gurizada jogava futebol. Alguns, sem camisa. Na hora, estava uns seis ou sete graus. Sem falar no vento, à beira do Lago Guaíba...

Skatista no Parque da Juventude, Guaíba
Skatista no Parque da Juventude

A área de maior interesse do Parque da Juventude, porém, são as rampas de skate. Dois guris ameaçavam descer de uma delas. A tarefa parecia suicida. A rampa era muito irregular. No fim, nenhum encarou a parada...


Os Antigos Matadouros de Guaíba
Ao lado da Praça Dr. Gastão Leão ficava o Matadouro Pedras Brancas. Ele pertencia a Porto Alegre. Quando Pedras Brancas emancipou-se, adotou o nome de Guaíba. E a capital doou o matadouro ao novo município.

O antigo prédio também abrigou o mercado público. Hoje, moradores de rua e usuários de drogas tomaram conta do local. A Prefeitura Municipal planeja restaurar o prédio. E criar, ali, um mercado de artesanato.

Vitral do Matadouro Pedras Brancas, Guaíba
Vitral do Matadouro Pedras Brancas

Uns 2 km dali, após o Parque da Juventude, fica o antigo Matadouro São Geraldo. A área pertence a particulares. E o acesso ao local é proibido. Da rua, só se consegue ver a fachada e uma antiga chaminé.


Da Orla para O Sítio Histórico
No trajeto entre a orla e o Sítio Histórico, passei pelo Museu Carlos Nobre. Planejei a visita à cidade de Guaíba avaliando em quais dias poderia visitar todos os pontos de interesse. O único dia possível seria sábado.

Mas os sites estavam desatualizados. O Museu Carlos Nobre só abre durante a semana. E a Casa Gomes Jardim, com agendamento. Consegui o telefone para contato e visitei a casa. Quanto ao museu, não houve jeito...

Torre Central do Matadouro São Geraldo, Guaíba
Torre Central do Matadouro São Geraldo

Se a ideia for combinar a casa, o museu e a jardineira, como era o meu caso, fica ainda mais complicado. Talvez no verão, em dia de semana. Ou seja, para um turista, só em período de férias. E olhe lá...

O relato segue com...
O Sítio Histórico da Cidade de Guaíba

1 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Lago Guaíba +++

Para ele convergem os rios da metade norte do RS.
E através dele, as águas destes rios chegam à Lagoa dos Patos.
Esta, enfim, conduz as águas ao Oceano Atlântico.
O Lago Guaíba teve importância fundamental.
Quando a maior parte do transporte era por rotas fluviais.
Importações e exportações da metade norte passavam por ele.
Em virtude disso, Porto Alegre tornou-se capital da província.
Dali controlava-se o tráfego do interior e da Lagoa dos Patos.
A península também oferecia um porto natural no lado norte.
Este era razoavelmente fundo.
E protegido dos ventos dominantes que vêm do sul.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design