quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Anita Garibaldi: A Heroína de Dois Mundos

Ana Maria de Jesus Ribeiro, a Anita Garibaldi, nasceu em Morrinhos, Laguna, em 30 de agosto de 1821. A companheira do revolucionário Giuseppe Garibaldi faleceu em Ravena, Itália, em 04 de agosto de 1849.
 
Retrato de Anita Garibaldi (1845) - Gaetano Gallino, Montevidéu
Retrato de Anita Garibaldi (1845)


Infância em Santa Catarina
O local onde nasceu Ana Maria é motivo de polêmica. Oficialmente, Laguna é a cidade de nascimento. Conforme alguns estudiosos, no entanto, ela nasceu em Lages, cidade onde nasceram a mãe e os irmãos.

Descendente de açorianos, Ana Maria era a terceira de dez filhos. Após a morte do pai e o casamento da irmã mais velha, Ana Maria casou-se aos 14 anos. Três anos depois, o marido alistou-se no exército imperial.


A Revolução Farroupilha
Ana Maria conheceu Giuseppe Garibaldi, em julho de 1839. Na ocasião, ela tinha 18 anos e ele 32. Ela adere à Revolução Farroupilha. E em 20/10/1839, a agora Anita Garibaldi seguiu para a primeira expedição militar.

Anita participou da Batalha Naval de Laguna, em 15/11/1839. Mas durante a Batalha de Curitibanos, em 12/01/1840, as tropas imperiais prendem-na. Ela, porém, distrai os guardas e foge a cavalo.

Reprodução do Quadro Italiano - 'Garibaldi e Anita Buscam Refúgio em San Marino'
Garibaldi e Anita Buscam Refúgio em San Marino
  

A Fuga para o Uruguai
O primeiro dos quatro filhos de Anita e Giuseppe nasce em Mostardas, em 16/09/1840. No ano seguinte, os três seguem para Montevidéu, Uruguai. Em 1842, Anita e Giuseppe Garibaldi casam-se, na capital uruguaia.

No Uruguai, nasceram os outros três filhos: Rosa (1843), Teresa (1845) e Ricciotti (1847). Rosa faleceu aos dois anos de idade. Em janeiro de 1848, Anita parte para Nice, França, com os três filhos pequenos.


A Vida na França e na Itália
Anita viveu algum tempo com a mãe de Giuseppe. Meses depois, ele chega à França. E parte com Anita para a Itália. A mãe de Garibaldi fica com os netos. Com a invasão de Roma, Anita e Giuseppe tiveram que fugir.

Espanhóis, franceses e napolitanos os perseguiram. E ao norte, o exército austríaco os esperava. Anita estava grávida do quinto filho. E pretendia voltar a Nice, para encontrar os filhos. Giuseppe seguiria na guerra.

'Garibaldi e Anita, Ferida, Fogem de San Marino' - Quadro Anônimo de 1849
Garibaldi e Anita, Ferida, Fogem de San Marino


A Morte durante A Perseguição
As condições de saúde de Anita, porém, pioraram. E o exército austríaco perseguia o casal. Giuseppe levou a esposa, febril, para a Fazenda Guiccioli, próxima a Ravena. Anita e a criança morreram em 04/08/1849.

Giuseppe partiu para exílio sem acompanhar o enterro da esposa. Só voltou à Itália, após dez anos. No período, exumaram sete vezes os restos mortais de Anita. Em 1932, sepultaram-na, definitivamente, em Roma.


Homenagens a Anita Garibaldi
No Brasil e na Itália, Anita tornou-se exemplo de coragem e dedicação. A heroína dá nome a duas cidades catarinenses: Anita Garibaldi e Anitápolis. Outros municípios brasileiros homenageiam-na com ruas ou avenidas.

Diversas atrizes interpretaram o papel de Anita Garibaldi:
1910 – Maria Caserini, no curta-metragem italiano "Anita Garibaldi";
1927 – Rina De Liguoro, no filme italiano “Anita o Il Romanzo d'amore dell'eroe dei Due Mondi”;
1952 – Anna Magnani, no filme italiano "Anita Garibaldi" (Camicie Rosse);
1974 – Rejane Medeiros, na minissérie italiana - "Il Giovane Garibaldi";
2003 – Giovanna Antonelli, na série brasileira "A Casa das Sete Mulheres";
2012 – Valeria Solarino, no filme italiano "Anita Garibaldi";
2013 – Ana Paula Arósio, no filme brasileiro “Anita e Garibaldi”.

Biografia de Anita Garibaldi adaptada do Wikipedia.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design