quinta-feira, 28 de julho de 2016

Casa Gomes Jardim, Guaíba

Antônio Ferreira Leitão construiu a casa, no final do século XVIII. Nela ficava a sede da Estância Pedras Brancas. Com a morte de Ferreira Leitão, em 1813, a casa ficou para Isabel Leonor Ferreira Leitão, a filha mais nova.

Casa Gomes Jardim, Guaíba
Casa Gomes Jardim, Guaíba

Isabel Leonor morou na casa com o esposo, José Gomes de Vasconcellos Jardim. As reuniões que decidiram pelo início da Revolução Farroupilha ocorreram ali. E delas participaram Bento Gonçalves da Silva e Onofre Pires.

A imagem mais antiga da casa é uma foto de 1906, de Virgílio Calegari. Dois quadros, hoje no Museu Júlio de Castilhos, baseiam-se nesta fotografia. As pinturas a óleo são de Vicente Cervasi (1928) e Ângela (1935).

Busto de José Gomes de Vasconcellos Jardim, Praça Gomes Jardim - Guaíba
Busto de José Gomes de Vasconcellos Jardim

A fotografia e os quadros mostram a Casa Gomes Jardim com os traços típicos das casas de estância do período colonial. O assentamento em barro e as paredes com pedras irregulares são característicos da época.

No fim do século XIX, dividiram da casa. No século XX, ocorreram reformas independentes. Em 1994, quando o IPHAE tombou-a, o telhado era diferente nas duas partes. A restauração devolveu a unidade do prédio.

A Casa Gomes Jardim integra o Sítio Histórico da cidade de Guaíba. Dele, também fazem parte: a casa onde se hospedou a Princesa Isabel, o Cipreste Farroupilha, a Igreja Nossa Senhora do Livramento e a Vitrine Cultural.

Localização: Rua 14 de Outubro, 370 e 384, Centro de Guaíba.

Veja também...
Luís Paulo na Vitrine Cultural de Guaíba
O Que Fazer na Orla do Lago Guaíba?
O Sítio Histórico da Cidade de Guaíba

1 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Igreja de Nossa Senhora do Livramento +++

Hans Veit confeccionou os vitrais da Igreja.

Fonte: "A Morte e O Além", Altamir Moreira (2006)

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design