quarta-feira, 11 de maio de 2016

Johanneskirsche, Lindolfo Collor

Os alemães colonizaram a região de Lindolfo Collor, a partir de 1827. Três anos após chegarem a São Leopoldo, o berço da colônia alemã. As primeiras famílias foram Krug, Molter, Petry, Weirich e Zimmermann. Já na década de 1830, elas realizavam cultos luteranos. A princípio, nas próprias casas.

Igreja Luterana de Lindolfo Collor
Igreja Luterana de Lindolfo Collor

Martinho Lutero pregava: “Para cada igreja, uma escola”. Assim, em 1845, os alemães inauguraram a Gemeindschule, primeira escola da região. Os pastores foram os primeiros professores. Os casais Friedrich e Suzanna Krug e Michael e Anna Katharina Bauerrmann doaram o terreno.

Em 28/10/1850, os pastores fundaram a Johanneskirsche. Esta é a primeira Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil. O nome da igreja é uma homenagem ao apóstolo São João. Ao longo dos anos, a Johanneskirsche passou por diversas reformas. A mais recente delas ocorreu em 2000.

Durante o Império, a religião católica era a oficial. E o Imperador proibia torres em igrejas de outras religiões. Em 1887, os pastores compraram os sinos da Johanneskirsche. E só puderam instalá-los dezessete anos depois. Até lá, os sinos ficaram em uma armação ao lado do prédio da igreja.

Localização: Picada 48 Baixa, 4052, Lindolfo Collor.

Veja também...
Cemitério e Igreja Luterana de Lindolfo Collor

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design