sexta-feira, 15 de abril de 2016

Parcão e Casarões do Bairro Moinhos de Vento

O bairro Moinhos de Vento é o mais nobre de Porto Alegre. Ali, concentram-se belos casarões, construídos do início do século passado. O bairro abriga ainda o Parcão, um dos parques mais tradicionais da cidade.

Palacete da Rua Santo Inácio, 295, Porto Alegre
Palacete da Rua Santo Inácio, 295
  

Moinhos de Vento: O Bairro da Elite
A distinção do Moinhos de Vento vem de uma longa história de ocupações ilustres. A partir de 1930, o bairro consolidou-se como área de elite. Ele era uma extensão da Avenida Independência, área nobre no período anterior.

Casarão da Rua Santo Inácio, 229, Porto Alegre
Casarão da Rua Santo Inácio, 229

Ali, ficava a residência dos comerciantes e industriais mais proeminentes da época, como o empresário A. J. Renner. E os ex-presidentes Getúlio Vargas e João Goulart visitavam familiares residentes no Moinhos de Vento.

Casarão da Rua Barão do Santo Ângelo, Porto Alegre
Casarão da Rua Barão do Santo Ângelo

Hoje, o bairro é referência de qualidade de vida. Na região, encontram-se um parque bem estruturado, ruas limpas e arborizadas. Sofisticadas lojas. E alguns dos melhores bares e restaurantes da cidade.

Pombas junto ao Lago do Parque Moinhos de Vento
Pombas junto ao lago do Parque Moinhos de Vento
  

Caminhada pelo Parque Moinhos de Vento
Caminhar pelo bairro Moinhos de Vento é sempre algo agradável. Como o número de atrativos é grande, dividi esta caminhada em duas postagens. Na primeira, falo sobre os casarões e o Parcão.

Réplica de Moinho de Vento Açoriano - Parque Moinhos de Vento
Réplica de Moinho de Vento Açoriano

O Parque Moinhos de Vento, ou Parcão, é um dos mais antigos da cidade. No fim do século XIX e início do século XX, ali ficavam o Prado Independência e o campo do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.

Tartarugas em Pedra do Lago do Parcão
Tartarugas em Pedra do Lago do Parcão

É bem verdade que o Parcão surgiria décadas mais tarde. E hoje, ele é sinônimo de vida saudável e gente bonita. Ali, é possível caminhar, pedalar ou correr junto a um lago com patos e o Moinho de Vento.

Tirolesa no Parque Moinhos de Vento
Tirolesa no Parque Moinhos de Vento

O parque também abriga um polêmico monumento. A gigantesca escultura metálica homenageia ao Marechal Castelo Branco, o primeiro presidente do governo militar. Empresários da cidade patrocinaram a obra.

Monumento ao Marechal Castelo Branco no Parcão
Monumento ao Marechal Castelo Branco
  
O Monumento a Castelo Branco fica junto à Rua 24 de Outubro, a principal via de circulação do bairro. Nela, ficam as principais lojas e butiques. Além da hidráulica, sobre a qual falarei na próxima postagem.

Parcão - Detalhe do Monumento ao Marechal Castelo Branco
Detalhe do Monumento no Parcão


Casarões e Palacetes do Moinhos de Vento
Muitos casarões datam do início do século XX. E neles, residiam as famílias tradicionais. Em especial, as ligadas à agricultura, indústria e comércio. São construções de grande valor histórico e arquitetônico.

Casarão da Rua Luciana de Abreu, 417, Porto Alegre
Casarão da Rua Luciana de Abreu, 417

Boa parte dos casarões e palacetes fica próxima ao parque. Assim, é fácil elaborar o roteiro conciliando os dois atrativos. E assim, eu cruzei a Rua 24 de Outubro, em busca das antigas construções do bairro.

Casarão da Rua Luciana de Abreu, 415, Porto Alegre
Casarão da Rua Luciana de Abreu, 415

A primeira rua à direita é a Luciana de Abreu. Nesta rua, há uma bela construção, à direita, logo ao se virar a esquina. Poucos metros à frente, do outro lado da rua, há três belas construções antigas.

Casarão da Rua Barão do Santo Ângelo, 428, Porto Alegre
Casarão da Rua Barão do Santo Ângelo, 428

Segui a Luciana de Abreu. Cruzei a Rua Padre Chagas. Na esquina seguinte, com a Rua Barão do Santo Ângelo, há belos casarões à direita e à esquerda. Virei à direita e encontrei, no número 428, outra bela construção.

Detalhe do Palacete da Rua Santo Inácio, 295, Porto Alegre
O Palacete da Rua Santo Inácio 295
está em processo de restauração.

Retornei para a esquina com a Luciana de Abreu e virei à direita, em direção à Rua Santo Inácio. Nesta rua, encontram-se dois palacetes. O do número 229, em ótimo estado. O do número 295, em processo de restauração.

O relato segue com...
Instituições Tradicionais do Moinhos de Vento

19 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ O Bairro Moinhos de Vento +++

O atual bairro era um arraial onde ficavam os moinhos de trigo.
A região, também, era a saída da cidade rumo a Gravataí.
O "Caminho dos Anjos" comunicava as duas cidades.
Hoje, ficam ali as ruas 24 de Outubro e Plínio Brasil Milano.
Anos antes, nas colinas do bairro ficavam pontos de observação.
Eles serviram na defesa da cidade durante a Guerra dos Farrapos.

Leonardo Brocker disse...

+++ A Família Mostardeiro +++

Antônio Mostardeiro e Laura eram de origem humilde.
Fizeram fortuna com muito trabalho e tino empreendedor.
Antônio José Gonçalves nasceu no interior de Mostardas.
E tornou-se vendedor mercadorias diversas.
Quando chegava, as pessoas diziam: "Olha o Mostardeiro".
Daí, surgiu o nome Mostardeiro.

Leonardo Brocker disse...

+++ A Chácara dos Mostardeiro +++

Em 1867, Antônio Mostardeiro chegou a Porto Alegre.
Avistou do barco as colinas no atual bairro Moinhos de Vento.
E decidiu que construiria ali a casa da família.
Comprou, então, um terreno de 64 hectares.
Ele compreendia o Moinhos de Vento e parte do Rio Branco.
No atual bairro Rio Branco, ficava, na época, a colônia africana.
Antônio Mostardeiro adquiriu, também, terrenos semirrurais.
Neles, ficam hoje os bairros Petrópolis e Santa Cecília.
Mas se instalou na região do atual bairro Moinhos de Vento.
Ali, estavam a horta, a criação de gado e um lago com cisnes.
O local ficou conhecido como a Chácara dos Mostardeiro.
Ali, a família fez fortuna e desenvolveu o comércio.
Tornou-se uma das famílias mais influentes de Porto Alegre.
Antônio Mostardeiro faleceu em 1893.

Leonardo Brocker disse...

+++ O Nome das Ruas +++

Uma das ruas centrais do Moinhos de Vento chama-se Mostardeiro.
Ela homenageia Antônio José Gonçalves Mostardeiro.
E passa ao lado do Parque Moinhos de Vento.
Este parque, o Parcão, fica na antiga Chácara dos Mostardeiro.
A rua paralela, Dona Laura, homenageia a esposa de Antônio.
Ela fica entre a Rua Mostardeiro e a Rua Castro Alves.
A última homenageia o poeta abolicionista baiano.
E marcava o fim da chácara e o início da colônia africana.
A propósito: Dona Laura organizava festas aos operários.
Centenas de pessoas participavam.
Boa parte eram negros libertos recentemente.

Leonardo Brocker disse...

+++ O Fortim da Baixada +++

O Grêmio surgiu em 1903 e precisava de um campo.
Sugeriram um terreno conhecido como Schützenverein Platz.
A Praça do Clube de tiro ficava numa baixada, entre duas colinas.
Junto a ela ficava a Chácara dos Motardeiro.
Em parte desta propriedade, construiu-se o Fortim da Baixada.
Os dirigentes do Grêmio negociaram com Hemetério Mostardeiro.
O filho de Antônio e Laura vendeu o terreno por 10 contos de réis.
E a inauguração do campo ocorreu em 14 de agosto de 1904.
Foi uma festa com valsa, polca e modinhas.
O prefeito José Montaury era o convidado de honra.
Junto com a família Mostadeiro.
Carlos Mostardeiro também era filho de Antônio e Laura.
O "Xiru", como era conhecido, jogou no Grêmio de 1909 a 1915.

Leonardo Brocker disse...

+++ Desenvolvimento do Bairro Moinhos de Vento +++

A região começou a se desenvolver antes do Fortim da Baixada.
O atual bairro Moinhos de Vento já abrigava a Hydráulica Guahybense.
E com a expansão do município, valorizou-se imensamente.
Os casarões da Independência avançaram para a Mostardeiro.
O mesmo ocorreu com as linhas de bonde.
Em 1912, loteou-se o bairro vizinho, Auxiliadora.
No mesmo ano, ocorreu a compra do terreno do Hospital Alemão.
Mais tarde, ele ganhou o nome atual: Hospital Moinhos de Vento.

Leonardo Brocker disse...

+++ O Bairro Moinhos de Vento +++

É um dos mais sofisticados da cidade.
Possui diversos locais de lazer e entretenimento.

O destaque é o Parque Moinhos de Vento, mais conhecido como Parcão.
Possui pista de patinação e cooper, quadras esportivas, lago artificial.
E uma réplica de um moinho de vento açoriano que relembra a história do bairro.
Há equipamentos de recreação infantil para crianças com necessidades especiais.

Próximo ao parque fica o Moinhos Shopping, um dos mais elegantes da cidade.
O local oferece lojas de marcas famosas e restaurantes tradicionais.
Além de uma unidade do SAT, o Serviço de Atenção ao Turista.

Para a noite, o bairro dispõe de diversas opções de bares e restaurantes.
E casas noturnas bastante requintados na Av. Goethe e na Calçada da Fama.
A Calçada da Fama fica nas ruas Padre Chagas e Fernando Gomes.

Imperdível: Parque Moinhos de Vento e Calçada da Fama.

Adaptado de Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Leonardo Brocker disse...

+++ Parque Moinhos de Vento (Parcão) +++

A Avenida Goethe corta a área de 11,5 hectares.
Isso imprime ao Parcão dois ambientes distintos.
Ambos são bem frequentados.
Desde as primeiras horas da manhã até o fim da tarde.
Ali, as pessoas caminham, correm e pedalam.

O parque oferece quadras de tênis, cancha de bocha.
Pistas de patinação e de atletismo.
Além das quadras polivalentes e de futebol.

Fim de semana no Parcão é sinônimo de gente bonita.
Rodas de chimarrão nos gramados e descontração.
O parque oferece belos jardins e um pequeno lago.
Ali, habitam tartarugas, gansos, marrecos e peixes.

Adaptado do Centro de Informações Turísticas.

Leonardo Brocker disse...

+++ Casas de Interesse Histórico e Cultural +++

São construções residenciais do início do século XX.
O bairro Moinhos de Vento preserva uma série de exemplares.
São construções de grande valor histórico e arquitetônico.
Os palacetes abrigavam famílias tradicionais.
Em especial, ligadas à agricultura, indústria e comércio.
Já as casas geminadas são da década de 1930.
As construções destinavam-se à locação.

Palacetes:
+ Rua Santo Inácio, 229 e 295.

Casas Geminadas:
+ Rua Luciana de Abreu, entre 24 de Outubro e Barão de Santo Ângelo;
+ Rua Barão de Santo Ângelo, entre Hilário Ribeiro e Dinarte Ribeiro;
+ Rua Félix da Cunha a partir do número 1143.

Adaptado do Centro de Informações Turísticas.

Leonardo Brocker disse...

+++ Antônio Jacó Renner +++

Neto de imigrantes alemães, A. J. Renner nasceu em Feliz.
E começou suas atividades em São Sebastião do Caí.
Investiu 100 contos de réis na fabricação de capas de chuva.
E, em 1912, fundou as Casas Renner.
A maior rede varejista gaúcha do vestuário.
Em 1914, mudou-se para Porto Alegre.
E, em 1920, lançou o traje esporte.
Três anos depois passou a confeccionar tecidos.
Morreu em 27 de dezembro de 1966.

Adaptado de “Os 20 Gaúchos do Século XX”.

Leonardo Brocker disse...

+++ Antônio Jacob Renner +++

É um dos maiores nomes do empresariado gaúcho.
A. J. Renner nasceu em Alto Feliz, em 1884.
E usou o tecido para construir um verdadeiro império.
Durante a primeira metade do século XX.

Em 1912, ele instalou uma modesta tecelagem em São Leopoldo.
Na década seguinte, ela já era a principal indústria de fiação do RS.
E em 1922, ela criou um varejo na Rua Dr. Flores, em Porto Alegre.
Este buscava disponibilizar a produção diretamente ao consumidor.

Em 1965, o grupo A. J. Renner era um gigante.
E atuava em diversas frentes de negócios.
Como fábricas de tecidos, calçados, tintas, porcelanas.

Naquele ano, a gestão decidiu desvincular os núcleos.
Nascia, assim, a Companhia Lojas Renner S/A.
Dois anos depois, em 1967, ela abriria o capital.

Adaptado de “100 Marcas do Rio Grande: a história e os valores das marcas consagradas como ícones da identificação e da cultural empresarial gaúcha” –
Jorge Polydoro – Porto Alegre: Plural com Inteligência Corporativa, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Rua 24 de Outubro +++

Era o trecho inicial da antiga Estrada da Aldeia.
Esta levava à Freguesia da Aldeia dos Anjos, hoje, Gravataí.
Era, também, um prolongamento natural da Independência.
E passou se chamar Estrada dos Moinhos de Vento.
Quando a Independência passou a Avenida, em 1857.
Depois, em 1890, tornou-se Rua Moinhos de Vento.
Constituiu-se no eixo de desenvolvimento do bairro.
E acabou emprestando seu nome a ele.
Em 1933, alterou-se novamente o nome da rua.
Ela passou a se chamar Rua 24 de Outubro.
A data que marcou o início da Revolução de 1930.
Em 1944, determinou-se o alargamento progressivo da rua.
Na década de 1950, iniciou o processo de verticalização.
O alargamento e os edifícios criaram a imagem de grande avenida.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Hidráulica Moinhos de Vento +++

O nome atual é Estação de Tratamento de Água Moinhos de Vento.
E o vínculo, com o Departamento Municipal de Águas e Esgotos.
Mas os moradores da região ainda chamam pelo antigo nome.
No caso, Hidráulica dos Moinhos.
Ou, simplesmente, Caixa d’Água.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Histórico da Hidráulica +++

A Hidráulica Guaibense instalou-se no local, em 1904.
Ela distribuía a água do Guaíba à população.
Na época, sem qualquer tipo de tratamento.

A hidráulica participou do desenvolvimento inicial da região.
Em 1893, chegara ali a primeira linha de bondes.
E em 1894, ocorreu a inauguração do Prado Independência.

Em 1927, a empresa Ulen & Co. construiu o atual conjunto.
A inspiração foi o palácio e os jardins de Versalhes.
No ano seguinte, Alberto Bins inaugurou a hidráulica.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Prado Independência +++

A inauguração do Prado Independência ocorreu em 1894.
E a partir de 1909, ele tornou-se sede das corridas.
Primeiro, da Associação Protetora do Turfe.
Depois, do Jockey Club do Rio Grande do Sul.
Com o passar dos anos, o bairro valorizou-se.
E em 1959, o hipódromo transferiu-se para o bairro Cristal.
Hoje, o Parcão ocupa a área do antigo Prado Independência.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Parque Moinhos de Vento (Parcão) +++

O Parcão ocupa a área do antigo Prado Independência.
A implantação ocorreu durante a década de 1970.
E hoje, ele é a principal atração do bairro Moinhos de Vento.
Conta com um lago artificial, playground e canchas de esportes.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Limites do Bairro Moinhos de Vento +++

Uma Lei Municipal de 1959 estabeleceu os limites do bairro:
+ Rua Marquês do Pombal, ao norte;
+ Rua Mostardeiro, ao sul;
+ Rua Coronel Bordini, a leste;
+ Rua Doutor Vale, a oeste.

Mas o imaginário inclui a Praça Júlio de Castilhos.
E o Hospital Moinhos de Vento, a oeste.
Assim como a Rua Dona Laura, ao su.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Ruas de Porto Alegre com Mais de Um Nome +++
+ 24 de Outubro: Caminho dos Anjos;
+ 24 de Outubro: Estrada da Aldeia;
+ 24 de Outubro: Estrada dos Moinhos de Vento;
+ Andradas: Rua da Graça ou Rua da Praia;
+ Caldas Jr: Beco do Inácio, Beco do Quebra Costas ou Beco do Fanha;
+ Duque de Caxias: Rua Formosa, Rua da Igreja ou Rua do Hospital;
+ General Bento Martins: Beco do Jogo de Bola;
+ General Bento Martins: Beco dos Nabos a Doze;
+ General Bento Martins: Beco dos Pecados Mortais;
+ General Canabarro: Beco do Pedro Mandinga ou Rua Direita;
+ Independência: Caminho dos Anjos;
+ Independência: Estrada da Aldeia;
+ Independência: Estrada dos Moinhos de Vento;
+ Riachuelo: Rua da Ponte ou Rua do Cotovelo.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ O Deslocamento das Elites de Porto Alegre +++

No início da década de 1920, as elites deixam o Centro.
As residências deslocam-se gradualmente.
Deixam as áreas mais altas e sãs da Rua Duque de Caxias.
E seguem em direção à Avenida Independência.
E ao futuro bairro Moinhos de Vento.
Ali, surgiam a Hidráulica e a Praça Júlio de Castilhos.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design