quinta-feira, 14 de abril de 2016

Morro Santana, Porto Alegre

Formado por rochas graníticas, o ponto culminante de Porto Alegre tem 311 metros de altura. Abriga matas nativas, campos, banhados, lagos, córregos, cachoeiras e cascatas. Cerca de 60% da área é coberta por Mata Atlântica.

Morro Santana, Porto Alegre (RS)
Morro Santana, Porto Alegre

A biodiversidade vista no Morro Santana chama a atenção. Estimam-se em 400 as espécies vegetais nos campos. A fauna supera cem espécies. Cerca de 10% destas espécies são migratórias e deixam o morro ao fim do verão.


Propriedade e Localização
O Morro Santana oferece vista panorâmica da cidade, do Lago Guaíba e de cidades próximas. Por este motivo, em 1740, o local abrigou uma sentinela de propriedade de Jerônimo de Ornellas Menezes, fundador de Porto Alegre.

Morro Santana (ao fundo) e Embratel (1o Plano) - Porto Alegre (RS)
Morro Santana (ao fundo) e Embratel (1o Plano)

Hoje, dos mil hectares, cerca de 600 pertencem à UFRGS. Localizado na área urbana da cidade, o morro é cercado por grandes avenidas. Como Protásio Alves, Bento Gonçalves, Antônio de Carvalho e Manoel Elias.

Veja também...
Porto Alegre Vista do Santuário Mãe de Deus

2 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Lago Guaíba +++

Para ele convergem os rios da metade norte do RS.
E através dele, as águas destes rios chegam à Lagoa dos Patos.
Esta, enfim, conduz as águas ao Oceano Atlântico.
O Lago Guaíba teve importância fundamental.
Quando a maior parte do transporte era por rotas fluviais.
Importações e exportações da metade norte passavam por ele.
Em virtude disso, Porto Alegre tornou-se capital da província.
Dali controlava-se o tráfego do interior e da Lagoa dos Patos.
A península também oferecia um porto natural no lado norte.
Este era razoavelmente fundo.
E protegido dos ventos dominantes que vêm do sul.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Estância de Sant’Ana +++

Esta sesmaria pertencia a Jerônimo de Ornellas.
Ficava entre o Arroio Dilúvio e o Lago Guaíba.
E cedeu espaço à povoação que surgiria junto ao Porto do Dorneles.
A estância equivaleria, mais ou menos, aos atuais bairros:
+ Bom Fim;
+ Centro;
+ Cidade Baixa;
+ Moinhos de Vento;
+ Navegantes e
+ Passo d’Areia.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design