quinta-feira, 7 de abril de 2016

Jardim Botânico de Porto Alegre

Área de preservação ambiental, com 43 ha. O Jardim Botânico abriga espécies características da flora gaúcha. Destaque para a araucária, a erva-mate e a flor brinco-de-princesa. A flor é símbolo da cidade de Porto Alegre.

Cactos do Jardim Botânico de Porto Alegre
Cactos do Jardim Botânico de Porto Alegre
  
O Jardim Botânico de Porto Alegre é um órgão da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul. O parque reúne coleções científicas, com mais de 2.000 exemplares, de 725 espécies. Todas distribuídas em áreas abertas.


História do Jardim Botânico
Dom João VI, em 1808, criou o Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Na época, ele enviou mudas para Porto Alegre. A ideia era constituir um parque similar na capital gaúcha. Mas as mudas ficaram em Rio Grande.

Cisnes Negros no Lago da Ponte - Jardim Botânico de Porto Alegre
Cisnes Negros no Lago da Ponte

Pouco depois, o agrônomo Paulo Schoenwald doou terreno ao governo. E a ideia de criar a reserva ambiental, mais uma vez, não progrediu. O mesmo ocorreu, em 1882, com o projeto do vereador Francisco Pinto de Souza.


Criação e Inauguração do Parque
Só em 1953 uma lei autorizou a alienação de uma área destinada à criação do Jardim Botânico. Em 1957, o religioso Irmão Teodoro Luís coordenou o plantio de espécies de coníferas, palmeiras e suculentas.

Epífita em Tronco de Árvore - Jardim Botânico de Porto Alegre
Epífita em Tronco de Árvore

Quando aberto ao público, em 1958, o Jardim Botânico de Porto Alegre tinha quase 600 espécies vegetais. Hoje, ele é considerado um dos cinco maiores do país. E os principais visitantes são cientistas e estudantes.


Preservação e Conservação da Flora
A instituição busca a preservação de espécies da flora nativa. E, para isso, abriga bancos de Germoplasma e de sementes. Abriga, também, um viveiro de mudas. E estufas de bromélias, cactos e orquídeas.

Ave no Lago da Ponte - Jardim Botânico de Porto Alegre
Ave no Lago da Ponte

O Museu de Ciências Naturais conserva espécies da flora e da fauna gaúchas. Junto ao museu, fica o serpentário. O Jardim Botânico de Porto Alegre ainda desenvolve atividades visando à educação ambiental.

1 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Jardim Botânico de Porto Alegre +++

Um dos mais completos Jardins Botânicos localiza-se em Porto Alegre.
O acervo natural reúne mais de 100 espécies.
Junto ao Jardim Botânico funciona o Museu de Ciências Naturais.
Os dois formam uma área de preservação, pesquisa, educação, lazer e recreação.
As atividades de educação ambiental informam sobre fauna e flora.
O intuito éconscientizar a população sobre a conservação da biodiversidade.
Há ainda exposições permanentes, de curta duração e itinerantes.
As visitas guiadas ocorrem mediante agendamento.

Imperdível: o acervo de animais e plantas.
Algumas coleções são as mais expressivas do Brasil.

Adaptado de Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design