sexta-feira, 22 de abril de 2016

Esporte Olímpico no Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS

Em ano de Olimpíada no Brasil, nada mais justo do que dedicar uma área do Museu da PUCRS ao esporte. Na verdade, há duas. Uma mostra os avanços tecnológicos no esporte. E a outra testa os limites do corpo humano.

Ouvido Aguçado - Teste de Tempo de Resposta (Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS)
Ouvido Aguçado: Teste de Tempo de Resposta

Continuação de...
Energia Nuclear e Biocombustível


A Memória do Esporte Olímpico
Esta área, no terceiro andar do Museu de Ciência e Tecnologia, registra o histórico das Olimpíadas. Na Grécia, a ideia era homenagear os deuses do Olimpo. Os jogos da Antiguidade ocorreram de 776 a.C. a 396 d.C.

O Barão de Coubertin idealizou os Jogos Olímpicos da Era Moderna. Para ele, o esporte foi uma das bases que levou a civilização grega ao apogeu. Em 1896, ocorreram os primeiros jogos, em Atenas, na Grécia.

Coroa de Oliveira (Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS)
Coroa de Oliveira: Símbolo Olímpico

Os anéis entrelaçados são um dos símbolos olímpicos. Eles representam o convívio pacífico e a união dos cinco continentes: Europa (azul); América (vermelho); Ásia (amarelo); África (preto) e Oceania (verde).

A tocha talvez seja o mais famoso símbolo das Olimpíadas. Ela indica o início e o fim dos jogos. O fogo seria o elemento purificador e sagrado. Já o lema prega a superação de limites: “O mais rápido, mais alto, mais forte”.



A Tecnologia Quebrando Recordes
O traje de banho, na natação, sofreu mudanças consideráveis ao longo dos anos. O maiô dos nadadores de 1896 pesava cerca de 5 kg. Hoje, os tecidos são mais leves e oferecem menor atrito com a água.

Alfréd Hajós, Campeão dos 100 metros de Natação em 1896 (Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS)
Alfréd Hajós, Campeão dos 100
metros de Natação em 1896.
  
No ciclismo, as mudanças também foram consideráveis. Nos primeiros jogos, uma bicicleta pesava mais de 15 kg. Feita em fibra de carbono, hoje, ela peso menos da  metade. Isso otimizou os resultados em mais de 200%.

O tênis foi um dos primeiros esportes a usar o sistema “hawk-eye”. Este sistema é composto por câmeras de alta velocidade, com precisão de 5 mm. Fundamental num esporte em que a bola atinge mais de 200 km/h.

Aristidis Konstantinidis, 1896 (Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS)
Aristidis Konstantinidis, 1896

Bolas com chip auxiliam os árbitros em jogos de futebol e vôlei. No futebol, há um campo magnético na linha do gol. No vôlei, câmeras monitoram as linhas da quadra. Isso reduziu os equívocos em lances duvidosos.

No início, um disparo de revólver dava a largada de corridas. E assim, os atletas mais afastados da arma eram prejudicados. Hoje, há caixas de som em todas as raias. E uma pistola eletrônica dá o sinal sonoro.

Largada do Atletismo em Estocolmo - 1912 (Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS)
Largada do Atletismo em Estocolmo (1912)

Os europeus, há séculos, usavam varas para cruzar canais de água. A distância era mais importante que a altura. Nas Olimpíadas, as varas eram de bambu. Depois, de alumínio e fibra de vidro. Hoje, são de carbono.


Sentidos
No segundo andar do museu, há uma área destinada aos cinco sentidos. Há jogos que solicitam atenção visual, auditiva. Gostei de um em que se deve desenhar o contorno duma estrela guiando a caneta por um espelho.

O Traço da Estrela (Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS)
O Traço da Estrela

É claro: nem todos os sentidos estão diretamente relacionados à prática esportiva. Certamente, ela envolve mais audição, visão e tato. Mas a área ao lado da destinada aos sentidos tem tudo a ver com o esporte...


Os Limites Humanos
Na área ao lado a dos sentidos, há testes que avaliam alguns dos limites humanos. Um verifica a flexibilidade. Outro, a impulsão. Um terceiro, o tempo de resposta. E há outro que avalia a força nos braços.

Teste de Impulsão (Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS)
Teste de Impulsão

Então, você encontrará explicações sobre como geramos e armazenamos a energia. Há um teste de equilíbrio e outro de coordenação motora. Seguem alguns resultados dos testes que realizei:

# Flexibilidade: 40 (máximo);
# Tempo de resposta: 0,150 segundos;
# Força: 1:00 minuto (pendurado na barra fixa);
# Bicicleta: 20 km/h;
# Equilíbrio: 9,04 segundos;
# Coordenação: 4 contatos do anel na barra de aço em 28s.


Giroscópio Humano
O experimento permite movimentos em três eixos, associados à aplicação de torque. Os movimentos de solo da ginástica têm esta característica. Um exemplo é o salto Duplo Twist Estendido, com rotações nos três eixos.

O relato segue com...
CSI: A Ciência contra O Crime

Giroscópio Humano - Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS)
Giroscópio Humano: simula movimentos
de solo da ginástica artística.

3 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Pierre de Frédy, o Barão de Coubertin +++

O educador e pedagogo nasceu, em Paris, em 01/01/1863.
Foi um grande estudioso dos Jogos na Grécia Antiga.
Acreditava que o esporte foi uma das bases do apogeu grego.
Vislumbrava inserir no esporte valores para o desenvolvimento social.
Tais valores deveriam superar as barreiras religiosas e culturais.
Com base nisso, propôs o ressurgimento dos Jogos Olímpicos.
O barão foi um dos fundadores do Comitê Olímpico Internacional.
E presidiu o COI, de 1896 a 1925.
Faleceu, em Genebra, Suíça, em 02/09/1937.
Lacrou-se o coração do Barão de Coubertin em uma urna.
Esta se encontra em um bosque ao lado do Santuário de Olímpia.

Leonardo Brocker disse...

+++ Coroa de Oliveira - Símbolo Olímpico +++

Representava a vitória e a glória, na Grécia Antiga.
Por isso, ela era um prêmio aos vencedores dos Jogos Olímpicos.
A premiação ocorria em uma cerimônia.
Nela, proclamava-se, oficialmente, o vencedor.
E colocava-se a coroa na cabeça dele.
Este era o momento de máximo triunfo.
Mas os ramos de oliveira não se conservavam por muito tempo.
Assim, começaram a fazer coroas com metais preciosos.
Isto se aproxima das atuais premiações olímpicas.
Hoje, os atletas recebem medalhas de ouro, prata e bronze.

Leonardo Brocker disse...

+++ Tecnologia em Foco +++

Porto Alegre conta com o Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS.
O MCT - PUCRS fica em um moderno prédio.
Abriga um magnífico acervo científico e laboratórios de pesquisa.
Além de exposições interativas abertas ao público.
Oferece atrações para todas as idades e interesses.
São centenas de experimentos interativos para explorar.
Ouvir, tocar, comparar e criar.
E verificar como as coisas acontecem.
Ou como os seres se comportam.
Aprendizado e diversão garantidos.
Em prol do espírito científico, a curiosidade e o gosto pelas ciências.

Adaptado de Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design