terça-feira, 29 de março de 2016

Feira da Colônia Japonesa de Ivoti

No último domingo de cada mês, ocorre a Feira da Colônia Japonesa, em Ivoti. Com destaque à gastronomia, a feira também oferece artesanatos típicos japoneses e flores decorativas e ornamentais.

Flores Decorativas - Feira da Colônia Japonesa de Ivoti
Flores Decorativas: Feira da Colônia Japonesa


Visita Eternamente Adiada
Fazia um bom tempo que desejava conhecer a feira. Adiava eternamente a visita por trabalhar, há anos, no domingo. E ao reduzir a frequência, segui trabalhando no 2º e no 4º domingos de cada mês.

Assim, aproveitei uma situação atípica. Um mês com cinco domingos... Ou seja, no dia da Feira da Colônia Japonesa eu estaria de folga. Convidei um casal de amigos e seguimos de Porto Alegre a Ivoti.

Ideogramas - Colônia Japonesa de Ivoti
Ideogramas - Colônia Japonesa de Ivoti


Encontro na Entrada de Ivoti
O casal conhecia o trevo de acesso a Ivoti. Porém, não sabia como chegar à Colônia Japonesa. Combinamos de nos encontrar, portanto, no trevo. Acabei chegando, ali, antes deles. Esperei uns minutos.

A ideia era nos encontrarmos no refúgio, alguns metros antes do trevo. Como isso não ficou claro. Eles seguiram em direção a Ivoti. Fui ao encontro deles. E voltamos para a BR-116, rumo à Colônia Japonesa.

Árvore Típica - Colônia Japonesa de Ivoti
Árvore Típica: Colônia Japonesa de Ivoti


Memorial da Colônia Japonesa
Deixamos os carros a alguns metros do Memorial da Colônia Japonesa. Ali, ainda havia a exposição de Shiga, cidade-irmã japonesa. Eu havia conhecido a exposição, meses antes, em visita a Ivoti.

Mostrei a eles algumas curiosidades. E para a filha deles, com um ano e oito meses, tudo era novidade. Conferimos algum artesanato à venda no fundo do Memorial. E seguimos a odisseia pela Feira...

Desenho da Associação da Colônia Ivoti
Associação da Colônia Ivoti


Gastronomia Japonesa na Feira
Não sou um fã da gastronomia japonesa. O casal de amigos, também, não. Assim, combinamos de circular pelo local para conhecer. E almoçaríamos em um restaurante próximo.

É claro: a maior parte dos visitantes procura a Feira em busca das iguarias locais. A fila do sushi era grande. Alguns itens haviam acabado. E o salão onde as pessoas almoçam estava lotado. 

Feira da Colônia Japonesa de Ivoti
Feira da Colônia Japonesa de Ivoti



Fotos na Feira da Colônia Japonesa
Era agosto. Mas inverno, só no calendário... Enfrentei o calor e parti para as fotos. Os japoneses são famosos por sempre carregar uma câmera. Ali, a situação era a oposta. Afinal, eles seriam o alvo das fotografias...

E logo mirei a lente para as coloridas flores e os doces japoneses. Entre uma foto e outra, conversava com os expositores. E perguntava sobre um ou outro item à venda. Interessavam nomes e ingredientes...

Yakimanjyu - O Doce de Feijão
Yakimanjyu: O Doce de Feijão



Yakimanjyu: O Doce de Feijão
Um item logo chamou a minha atenção. O Yakimanjyu é um doce de feijão branco. A palavra significa “assado redondo”. É um doce leve. Nada dos doces brasileiros, carregados de açúcar, leite condensado, nata...

Deve-se comer o Yakimanjyu no mesmo dia. Deixei alguns na geladeira para comer no dia seguinte. O gosto muda. E se congelar, o resultado é pior ainda. Ou seja, é melhor comer o doce na hora mesmo...

Pão com Recheio de Porco
Pão com Recheio de Porco


O Pão com Recheio de Porco
Comprei, ainda, um pão com recheio de carne de porco. Não costumo comer carne de porco. Procurava pelo com recheio de legumes. Como não havia mais, eu tive de encarar o com carne de porco.

Em geral, a digestão da carne suína é sinistra. Neste caso, foi tranquila. Meu pai, que também não curte carne de porco, gostou. A grande vantagem é que esse pão recheado pode ser congelado sem mudar o gosto... 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design