segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

A Redução Jesuíta de São Borja

A redução de São Francisco de Borja foi fundada, em 1682, pelo jesuíta Francisco Garcia. E é a mais antiga do RS. Dela restaram imagens de santos, vistas na Igreja Matriz e no Museu Apparício Silva Rillo.

Igreja Matriz de São Borja
Igreja Matriz de São Borja

Continuação de...
São Borja: A Terra dos Presidentes


Igreja Matriz de São Borja
Ao caminhar pelo centro de São Borja, visitei a Igreja Matriz. Na ocasião, acontecia a missa de Páscoa. E da porta da igreja, avistei uma imagem que poderia ser jesuíta. Porém, não teria como me aproximar no momento.

Lápide do padre jesuíta Ignacio Jiménez, morto em 1735, em São Borja.
Lápide do padre jesuíta Ignacio Jiménez.

Descobri, também, que ocorreria um batizado. Eram 9h45 e imaginei que a missa fosse até as 10h. Assim, retornei ao Hotel Obino para buscar o carro. Como precisaria dele depois, resolvi aproveitar o tempo.

Imagem jesuíta de São Francisco de Borja, na Igreja Matriz de São Borja.
São Francisco de Borja, na Igreja Matriz.

Quando retornei à Igreja Matriz, percebi o fluxo de gente saindo. Aproveitei e entrei no templo. Segui direto para altar, onde analisaria a imagem de perto. Era São Francisco de Borja, o santo que dava nome à redução.

Lápide do padre jesuíta Juan de Anaya, morto em 1742, em São Borja.
Lápide do padre jesuíta Juan de Anaya.

Como o batizado já estava começando, dirigi-me à lateral da igreja, atrás do altar. Falei com um casal. O homem comentou que a Virgem também era do período jesuíta. Assim como a pia batismal, de pedra.

Imagem da Virgem, na Igreja Matriz de São Borja.
Virgem, na Igreja Matriz de São Borja.

Ele contou também a história de uma imagem conhecida como Chiquito Paraguaio. Os paraguaios saquearam a imagem de São Francisco. Ao saber disso, Alfredo Stroessner entregou-a a João Goulart, seu amigo.

Lápide do padre jesuíta Miguel Bazan, morto em 1718, em São Borja.
Lápide do padre jesuíta Miguel Bazan.

A imagem ficou com a família Goulart, após a morte de Jango. Maria Thereza, a viúva, concordou em devolver a imagem ao município. Avariada pela exposição ao mal tempo, a imagem seria restaurada.

Pia batismal jesuíta, na Igreja Matriz de São Borja.
Pia batismal jesuíta, na Igreja Matriz.


Museu Missioneiro de São Borja
O Museu Missioneiro funciona junto com a Biblioteca Pública de São Borja. No feriado de Páscoa, não abriu. E segunda-feira museus não costumam abrir. Assim, tive que dar uma chorada para o pessoal da biblioteca.

São Luiz Gonzaga, Museu Missioneiro de São Borja. Obra em gesso.
São Luiz Gonzaga. Obra em gesso.
Ficava nos altares laterais da igreja.

Visitei 28 das trinta reduções jesuítas, distribuídas entre Brasil, Argentina e Paraguai. E apesar de abrigar poucos itens, o Museu Missioneiro de São Borja é o que possui a maior variedade de obras.

Anjo Alado, Museu Missioneiro de São Borja. Feito em madeira cedro. Asas conservam resto de pintura dourada. Cabelo com tratamento primário.
Anjo Alado feito em madeira cedro.

Na Argentina, há apenas um museu, localizado em Concepción de La Sierra. Este é um belíssimo museu, com obras muito bem conservadas. Mas em quantidade bem modesta. Há cerca de dez itens em seu acervo.

São José com o Menino Jesus, no Museu Missioneiro de São Borja. Escultura em madeira cedro.
São José com o Menino Jesus.

O Museu Diocesano de San Ignacio Guazu, no Paraguai é fabuloso. Tanto a organização como a conservação das imagens são impressionantes. Mas há quase só imagens de santos. O mesmo ocorre em Santa Maria de Fe.

Figura pontifícia inclinada, no Museu Missioneiro de São Borja. Esculpida em madeira cedro.
Figura pontifícia inclinada.
Esculpida em madeira cedro.

O Museu de São Miguel das Missões possui o maior acervo. Isso é motivo de orgulho. Não só para os gaúchos, mas também para os brasileiros. Mas o acervo é composto quase só por imagens e muitas estão danificadas.

Santo Isidro, no Museu Missioneiro de São Borja. Figura masculina, com cabelos longos bipartidos e braços articulados. Escultura em madeira policromada.
Santo Isidro.

O Museu Missioneiro de São Borja possui um Cristo Crucificado esculpido em louro. As esculturas jesuítas eram sempre feitas em cedro. E há também uma Pomba do Divino Espírito Santo, talhada em madeira.

Nossa Senhora da Anunciação com o Menino Jesus, Museu Missioneiro de São Borja. Obra em gesso.
Nossa Senhora da Anunciação
com o Menino Jesus.

Outra peça que chama a atenção é um tocheiro, talhado em madeira, muito rico em detalhes. E a lápide, trabalhada em pedra jesuíta, com a inscrição “Em Atenção de José Mugartegui”. Esta fica bem na entrada do museu.

O relato segue com...
São Borja e A Guerra do Paraguai


Lápide, trabalhada em pedra jesuíta, com a inscrição “Em Atenção de José Mugartegui”. Museu Missioneiro de São Borja.
Lápide com a inscrição “Em
Atenção de José Mugartegui”.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design