quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

A Redução Jesuítica Argentina de La Cruz

A redução de La Cruz foi fundada em 1630 pelo padre Cristobal Altamirano, em território hoje brasileiro. Na localização definitiva, na Argentina, há o único relógio de sol remanescente dentre as reduções argentinas.

Lápide de arenito no Museu de La Cruz, na Argentina.
Lápide de arenito no Museu de La Cruz


Continuação de...
A Redução Jesuítica Argentina de Yapeyú


Os Ataques Bandeirantes
O local onde a redução foi fundada era conhecido como Asunción de la Cruz de Mbororé. Ficava próximo ao rio Ibicuy. Em decorrência dos frequentes ataques dos bandeirantes, a redução acabou mudando de local.

Único relógio de sol remanescente entre as quinze reduções jesuítas argentinas. La Cruz, Argentina.
Único relógio de sol remanescente entre
as quinze reduções jesuítas argentinas.


A Redução Cruza o Rio Uruguai
De 1638 a 1639, os padres Cristóvão Altamirano e Pedro Romero conduziram a migração ao outro lado do Rio Uruguai. Ali, formam a nova redução jesuíta que se destacou, principalmente, pela exploração de pedras.

Santa no retábulo do altar da Igreja de La Cruz, Argentina.
Santa na Igreja de La Cruz


De Yapeyú a La Cruz
Deixei Yapeyú rumo a La Cruz. Localizada a 40 km de Yapeyú, La Cruz foi a última redução jesuíta que visitei na Argentina. Acabei não visitando duas reduções das quinze presentes na Argentina: Mártires e San José.

Monumento à Mãe, na praça de La Cruz, na Argentina.
Monumento à Mãe, na praça de La Cruz.


Os Museus e A Igreja Matriz
La Cruz possui dois pequenos museus. Um junto à Igreja Matriz. E outro na rua ao lado. Entre os museus há o prédio da polícia. Quando cheguei a La Cruz, os dois museus estavam fechados. Mas abririam em 30 minutos.

Detalhe da lápide de arenito no Museu de La Cruz, na Argentina.
Detalhe da lápide de arenito no museu.


Relógio de Sol
No meio tempo, passei pelo relógio de sol. Ele impressiona por estar no topo de uma coluna. Os que eu havia visto anteriormente ficavam a 1,5 metros do solo. Uma das faces marcava as horas no verão, outra no inverno.

Relógio de sol jesuíta disposto no topo de coluna, em La Cruz, Argentina.
Relógio de sol disposto no topo de coluna.


O Rio Uruguai
A ideia era passar em algum local para comer. Acabei pegando a rua no sentido contrário, em direção ao Rio Uruguai. Quando fotografava o rio, vi que a bateria estava acabando. Assim, passei na igreja para recarregar.

Rio Uruguai: separa Argentina e Brasil.
Rio Uruguai: separa Argentina e Brasil. 


Conversa com o Pároco
Ali, conversei com o pároco Antonio Javier. Ele presenteou-me com um livro sobre a história da cidade. E mostrou duas heranças do período jesuíta: um móvel e a imagem de uma santa.


Santa no Retábulo do Altar
Conforme o padre, a igreja original pegou fogo. E só um item resistiu ao incêndio. O móvel de madeira parece um cofre. Dentro dele, a imagem da santa, exposta hoje no retábulo do altar.

Santa no retábulo do altar da Igreja de La Cruz, Argentina.
Santa no retábulo do altar.


Santo Negro no Museu de La Cruz
Quando me despedi do padre, o museu estava aberto. O local possui itens que contam a história da cidade. Do período jesuíta ao século XX. Chamou minha atenção um santo negro. Não havia visto nas outras reduções.

Coluna que sustenta o relógio de sol jesuíta na redução de La Cruz.
Coluna que sustenta o relógio de
sol jesuíta na redução de La Cruz.

Lápide em Arenito no Museu
O outro museu também é pequeno. Ele abriga uma escultura em arenito, parte de uma lápide. Há também uma canoa indígena, com cinco metros, encontrada na margem do Rio Uruguai, em 2009.

2 comentários:

Leonardo Brocker disse...

La Cruz

A redução jesuítico guarani pertencia à Coroa Espanhola.
Era chamada Nuestra Señora de La Asunción de Acaranguá y Mbororé.
Padre Altamirano fundou a redução em 1629.
Ela contava com mais de 4.000 guaranis.
Mais de 50 estâncias dependiam de La Cruz.
Em 1641, o povo defendeu a redução contra invasores.

Com o Tratado de Madri (1750), os jesuítas foram expulsos.
E a redução de La Cruz foi destruída, em 1817.
E foi a única redução repovoada.
Em 1830, chegou o coronel Juan Cavaña, de Corpus.
Instalou-se em La Cruz, com soldados e famílias.
O chefe guarani fez um acordo com o governo correntino.

Leonardo Brocker disse...

A Vitória Memorável

O povo de La Cruz participou da Batalha de Mbororé (1641).
Nela, guaranis e jesuítas derrotaram bandeirantes.
Isso deu início ao período de tranquilidade e crescimento das reduções.
Como agradecimento, os guaranis tralharam a imagem da Virgem da Assunção.
A imagem de madeira é hoje venerada na Igreja de La Cruz.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design