sábado, 7 de novembro de 2015

Ruínas das Reduções Jesuítas da Argentina

Padres jesuítas espanhóis fundaram 30 reduções, a partir do início do século XVII, numa área que atualmente se distribui pelos territórios de Paraguai, Argentina e Brasil. A missão era catequizar os índios guaranis e guarnecer a terra, naquela época pertencente ao Império Espanhol. Quinze reduções se localizam em um território que hoje pertencem à Argentina.

Detalhe de flores esculpidas em coluna da antiga igreja de San Ignácio Mini.
Detalhe de flores esculpidas em coluna da
antiga igreja de San Ignácio Mini.
  

Nuestra Señora de Loreto
A igreja possui três naves e uma capela dedicada à Nossa Senhora, com a imagem da Virgem de Loreto. Esta redução notabilizou-se pela produção de erva mate. E abrigou a primeira prensa literária da América Latina.

Ruínas jesuítas em Loreto.
Ruínas jesuítas em Loreto.

Fundação: 1610. Segunda fundação, em 1686.
Fundador: Padre José Cataldino e Padre Simón Maceta.
Localização: Loreto fica a 50 km de Posadas, pela Rota Nacional 12.
Destaques: é a única redução jesuíta onde restam vestígios das latrinas.


Concepción de la Sierra
Era chamada “La Limpia Concepción de Nuestra Señora del Ibitiracuá”. E sua população deu origem à redução de Santo Ângelo Custódio. Atualmente, a cidade faz fronteira com os municípios gaúchos de Pirapó e São Nicolau.

Maquete da redução de Concépcion.
Maquete da redução de Concépcion.

Concepción tinha o maior templo dentre as 30 reduções jesuítas. E conserva um poço com 20 metros. As antigas habitações indígenas ainda são usadas. Isso é comum em outras reduções da Argentina e do Paraguai.

Antiga coluna da redução de Concépcion.
Antiga coluna da redução de Concépcion.
  
Fundação: 1619.
Fundador: Padre Roque Gonzalez de Santa Cruz.
Localização: atual município de Concepción de La Sierra.
Destaques: museu municipal e ruínas na praça e nos prédios ao redor.

Museu Municipal de Concépcion de la Sierra - vasos esculpidos por índios guaranis.
Museu Municipal de Concépcion de la Sierra


Corpus Christi
A redução de Corpus Christi foi fundada, em 1622, junto à margem esquerda do Rio Paraná. Em 1647, ela transferida para junto do Rio Uruguai. Enfim, em 1701, a redução fixou-se ao norte do Curupaity.

Fundação: 1622
Fundador: Padre Diego Boroa e Padre Pedro Romero.
População: em 1657, tinha 1.331 habitantes.
Localização: atual município de Corpus.
Destaques: O cemitério da cidade ocupa parte da praça da redução.


Santa Maria la Mayor
Mantém vestígios arquitetônicos, como o templo provisório. O original foi consumido por um incêndio no início do século XIX. Em 1945, a redução de Santa Maria La Mayor foi declarada Monumento Histórico Nacional. Em 1984, foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Na redução de Santa Maria la Mayor também funcionou uma imprensa, entre 1722 e 1724. O principal título publicado foi “Arte de La Lengua Guarani”. A obra foi uma das primeiras a ser publicadas no atual território da Argentina. San Francisco Javier e Loreto também abrigaram prensas literárias.

Fundação: 1626
Fundador: Padre Claudio Ruyer e Padre Diego Boroa.
População: em 1767, tinha mais de 3.000 habitantes.
Localização: atual município de Santa Maria. Acesso pela Rota 2, a partir de San Javier. A redução fica 80 km a leste de Posadas.
Destaques: túnel com passagem subterrânea.


Nuestra Señora de los Tres Reyes del Yapeyú
Foi fundada à margem direita do Rio Uruguai, junto ao Rio Yapeyú. Era um ponto estratégico, por ser o último povoado descendo o Rio Uruguai, rumo a Buenos Aires. E foi a sede do superior dos jesuítas nas missões.

Arco Trunco em Yapeyú - monumento com arco faltando um pedaço.
Arco Trunco em Yapeyú

Os índios haviam sido inicialmente catequizados pelo Padre Roque Gonzalez. E tinham como principal atividade a criação de gado selvagem. Em 1767, a redução de Yapeyú reunia mais de 60 mil cabeças de gado.

Ruínas de habitação indígena em Yapeyú.
Ruínas de habitação indígena em Yapeyú.

Fundação: 1627
Fundador: Padre Pedro Romero e Provincial Durán Mastrilli.
População: em 1657, tinha 1.828 habitantes. E no início do século XVIII, chegou a quase 10 mil habitantes.
Localização: atual município de Yapeyú.
Destaques: Museu da Cultura Jesuítica.


San Francisco Javier
Situada à margem direita do Rio Uruguai, esta redução faz fronteira com a cidade brasileira de Porto Xavier.

San Javier - Monumento al Cortador de Cana de Azucar
San Javier: Monumento al Cortador
de Cana de Azucar.

Fundação: 1629
Fundador: Padre José Ordoñez.
Localização: atual município de San Javier.
Destaques: abrigou a imprensa missioneira no século XVIII.


La Cruz
Fundada, originalmente, em 1630, a redução precisou-se deslocar, cruzando o Rio Uruguai, entre 1638 e 1639. Instalou-se definitivamente e dedicou-se à extração de pedras. Hoje, é a capital do departamento de San Martín, em Corrientes.

Monumento à mãe, em La Cruz - mãe amamentando criança.
Monumento à mãe, em La Cruz

Fundação: 1630
Fundador: Padre Cristobal Altamirano.
Localização: atual município de La Cruz.
Destaques: único relógio de sol remanescente entre as 30 reduções.


San Carlos de Caápi
Sua fundação ocorreu, originalmente, no atual Campo de Santo Cristo, ao norte da cidade de Santo Ângelo. A redução foi atacada e destruída pelos bandeirantes, em 1637. A população cruzou o Rio Uruguai, instalando-se em um território que hoje pertence à Argentina.

Ruínas de San Carlos de Caápi
Ruínas de San Carlos de Caápi

Fundação: 1631
Fundador: Padre Pedro de Mola e Padre Filipe de Viveros.
População: em 1636, tinha cerca de 6.000 habitantes. Em 1657, já na localização definitiva, a redução reunia 2.183 habitantes.
Localização: atual município de San Carlos, a 22 km de San José.
Destaques: igreja e Museu Jesuítico Guarani Margarita Romero de Pech.


San Ignácio Miní
A redução quase foi destruída, em 1817, pelo ditador paraguaio Gaspar Rodriguez de Francia. Oitenta anos depois, a redução de San Ignácio Mini foi redescoberta. E a durante a década de 1940, foi totalmente reconstruída.

Redução de San Ignácio Mini - ruínas da igreja.
Redução de San Ignácio Mini

San Ignácio Mini é a mais bem conservada redução jesuíta da Argentina. E possui o maior conjunto urbano dentre as trinta reduções. Destacam-se o sítio arqueológico e museu.

Ruínas de construções indígenas - em San Ignácio Mini.
Ruínas de construções indígenas.
  
Fundação: 1610, em território brasileiro. Depois, em 1632. E entre 1695 e 1696, instalou-se na localização definitiva, onde se encontram as ruínas, atualmente.
Fundador: Padre Simón Massete (1610). Segunda fundação foi por Padre Antonio Ruiz de Montoya em 1632.
População: mais de 4.000 habitantes.
Localização: Rota Nacional 12, 63 km ao norte de Posadas. E a 237 km de Puerto Iguazú.
Destaques: anjos, pombas e motivos da flora local esculpidos nas colunas e arcos.

Anjo esculpido em coluna do antigo templo de San Ignácio Mini.
Anjo esculpido em coluna do antigo templo.


Santo Tomé
A redução foi fundada junto à margem direita do Rio Uruguai, em território hoje pertencente ao Brasil. Em 1638, após ataques de bandeirantes, esta redução deslocou-se para um território hoje pertencente à Argentina.

Monumento indígena em Santo Tomé.
Monumento indígena em
Santo Tomé.

Fundação: 1632
Fundador: Padre Luis Ernot e Padre Noel Berthot.
População: em 1657, contava com 3.494 habitantes.
Localização: atual cidade de Santo Tomé.
Destaques: Foi a que maior população teve inicialmente.


Nuestra Señora de Santa Ana
Assim como outras reduções, Santa Ana foi fundada em território que hoje pertence ao Brasil. Pela ação dos bandeirantes, mudou-se para a Argentina, em 1637.

Ruínas da capela de Santa Ana.
Ruínas da capela de Santa Ana.

Em 1983, as ruínas de Santa Ana foram declaradas Monumento Histórico Nacional. E em 1984, Patrimônio da Humanidade, pela Unesco.

Fundação: 1633
Fundador: Padre Pedro Romero.
População: em 1767, ano da expulsão dos jesuítas, sua população era superior a 4.000 habitantes. Em 1784, restavam 1.754 guaranis.
Localização: atual município de Santa Ana, a 40 km de Posadas.
Destaques: ruínas da igreja, da capela e de oficinas, bem como um tanque.


Nuestra Señora de Candelaria
Chegou a ser a capital das Missões. E reunia o maior número de padres. Anos mais tarde, Candelária tornou-se a primeira capital da Província.

Ruínas no presídio de Candelária.
Ruínas no presídio de Candelária.

Fundação: 1637 e, depois, em 1665.
Fundador: Padre Pedro Romero e Padre Roque Gonzalez de Santa Cruz. Segunda fundação em 1665.
Localização: atual cidade de Candelária, a 25 km de Posadas.
Destaques: as ruínas encontram-se no interior de uma Unidade Prisional.


Santos Apóstoles
A redução de Santos Apostoles é também conhecida como Apostoles Pedro e Paulo. E originou-se da redução de Navidade. Em 1638, deslocou-se para o outro lado do Rio Uruguai, hoje território argentino. E recebeu egressos de São Nicolau.

Monumento à Batalha de Apóstoles - índio em pé com lança na mão direita.
Monumento à Batalha de Apóstoles

Fundação: 1638
Fundador: Padre Diego de Alfaro.
População: em 1657, tinha 3.239 habitantes.
Localização: atual município de Apóstoles.
Destaques: Monumento à Batalha de Apóstoles.


San José
Inicialmente, localizava-se entre Corpus Christi e San Ignácio Mini. Posteriormente, deslocou-se, estabelecendo-se, definitivamente, próxima às reduções de San Carlos e de Santos Apostoles.

Fundação: 1638 e, depois, em 1660.
Fundador: Padre Pedro Romero (1638). Segunda fundação em 1660.
Localização: atual município de San José.
Destaques: Casas de índios e oficinas intactas.


Santos Mártires del Japon
Redução formada a partir dos egressos de outras reduções.

Fundação: 1639
Fundador: Padre Agustín Contreras.
Localização: próxima à redução de Santa Maria La Mayor.
Destaques: Paredes da sacristia, oficinas, horta, cemitério.

9 comentários:

Leonardo Brocker disse...

Atrativos Turísticos de San Javier

# Cerro Monje.
# Correderas del Cumandaí.
# Engenho de açúcar.
# Festa Provincial da Cana de Açúcar.
# Plantações de cana de açúcar.

Leonardo Brocker disse...

Distâncias de Posadas

Apóstoles = 61 km
Candelária = 25 km
El Soberbio = 208 km
Puerto Iguazú = 295 km
San Ignacio = 56 km
San Javier = 115 km
Santa Ana = 40 km

Leonardo Brocker disse...

Das 15 reduções em território argentino, 11 ficam em Misiones e 4 em Corrientes.
Sete reduções de Misiones foram declaradas Patrimônio da Humanidade.
E fazem parte do Circuito Internacional das Missões Jesuíticas

Leonardo Brocker disse...

A Vida nas Missões

As famílias cultivavam uma parcela de terra particular e outra comunitária.
Os homens eram mestres de oficina.
Faziam os trabalhos rurais e a carpintaria.
As mulheres respondiam pelas tarefas domésticas.
Cozinhavam, teciam e cuidavam das crianças.
Todos participam dos trabalhos artísticos e religiosos.

O traçado urbano partia de uma cruz.
Ela marcava o centro da redução e o coração da praça.
Num dos lados da praça, ficava a igreja.
Anexa a esta construção ficava a residência dos padres.
Ao lado, o colégio.
Do outro lado da igreja, ficava o coti guazú e o cemitério.

Leonardo Brocker disse...

Histórico das Reduções Jesuíticas

Estabeleceram-se, entre 1609 e 1818, na Bacia do Prata.
Em territórios de Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.
Os 30 povos contavam com 141.182 habitantes, em 1732.

O rei Carlos III ordenou a expulsão de jesuítas dos domínios espanhóis.
Em 1767, as reduções foram abandonadas à própria sorte.
Entre 1816 e 1819, foram destruídas por paraguaios e portugueses.
Posteriormente, foram saqueadas.

Leonardo Brocker disse...

População das Reduções Jesuítas

1647 - 28.714 habitantes
1732 - 141.182 habitantes
1768 - cerca de 90 mil habitantes

Na primeira década do século XIX, caiu a níveis mínimos.
Logo, começou a extinção completa dos povos.

Unknown disse...

Quais são essas sete ?

Daniela Vanucci disse...

Quais são essas sete ?

Leonardo Brocker disse...

+++ Sete Reduções que São Patrimônio da Humanidade +++

1 - São Miguel (Brasil);
2 - Santa Maria La Mayor (Argentina);
3 - Nuestra Señora de Loreto (Argentina);
4 - Santa Ana (Argentina);
5 - San Ignacio Miní (Argentina);
6 - Jesús (Paraguai);
7 - Trinidad (Paraguai).

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design