sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Museu de São Miguel das Missões

O Museu das Missões foi projetado, em 1938, por Lúcio Costa. O arquiteto inspirou-se nas construções jesuíticas encontradas na região. E o seu acervo reúne obras de arte elaboradas pelos índios guaranis e pelos jesuítas, nos séculos XVII e XVIII.

Sino de São João Batista, no Museu de São Miguel das Missões. Ruínas de São Miguel Arcanjo, ao fundo.
Sino de São João Batista, no
Museu de São Miguel das Missões.
  
A coleção original do Museu das Missões foi praticamente duplicada por iniciativa de seu antigo zelador, Sr. Hugo Machado. Ao longo de vários anos, ele recolheu peças que se encontravam espalhadas entre igrejas e coleções particulares da região das Missões.

Museu de São Miguel das Missões: Atlantis, em madeira policromada. Século XVII ou XVIII. Escultura com as mãos erguidas, faltando os dedos.
Atlantis. Madeira policromada.
Século XVII ou XVIII.
 

Hoje, o Museu das Missões abriga pouco mais de cem obras de arte feitas em pedra ou madeira. Há ainda as cruzes e os projetos originais das igrejas dos Sete Povos das Missões. Na parte externa do museu, destaca-se o sino fundido na Redução de São João Batista.

Museu de São Miguel das Missões.
Museu de São Miguel das Missões.

As imagens dos santos do acervo são classificadas em quatro categorias: 
1) obras de mestres europeus;
2) esculturas elaboradas por indígenas, segundo modelos europeus;
3) obras mistas, integrando os modelos europeus e o espírito indígena;
4) plásticas indígenas.   

Museu de São Miguel das Missões: Santo Antônio de Pádua, em madeira policromada. Século XVII ou XVIII. Escultura do santo com o menino em sua mão esquerda.
Santo Antônio de Pádua. Madeira
policromada. Século XVII ou XVIII.

Junto ao Museu das Missões fica a Cruz Missioneira, símbolos das Missões.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design