sábado, 1 de agosto de 2015

Centro Rolante e Cascata Colônia Monge

A Cascata da Colônia Monge é a que apresenta a menor queda d’água em Rolante. Lembra uma queda longitudinal. Assim, ela diferencia-se da maioria das cascatas da região. Trata-se de um local bem fotogênico.

Teixeirinha na Praça Matriz, em Rolante
Teixeirinha na Praça Matriz, em Rolante.


Atrações do Centro de Rolante
Após abortar a segunda atração – desisti da Cascata das Andorinhas e do Conduto, segui para Rolante. No caminho de Riozinho para Rolante, caiu uma chuva intensa. Essa chuva durou uns dez minutos ou menos.

Cheguei a Rolante sob uma garoa. Aproveitei para conhecer o centro. Deixei o carro ao lado da Igreja Matriz. Na Praça da Matriz, o destaque é a estátua de Teixeirinha. O cantor é natural de Rolante.

Igreja Matriz de Rolante
Igreja Matriz de Rolante.

Poucos metros após a Praça da Matriz, fica a Casa da Colônia. É um ponto de venda de produtos coloniais. Mas também uma espécie de Centro de Informações. Ali, eu recebi a dica de ir à Cascata da Colônia Monge.


Acesso à Cascata da Colônia Monge
Essa cascata fica a uns 13 km do centro de Rolante. A maior parte do trajeto é por estrada de terra. Apesar de, no início, haver um trecho asfaltado. Até chegar nessa estrada de terra, o caminho é confuso. Requer orientações.

Cascata da Colônia Monge, em Rolante
Cascata da Colônia Monge, em Rolante

Cheguei à Cascata da Colônia Monge em uma hora do dia mais favorável. Consegui uma luz melhor. Estava diante da menor queda d’água do dia. Isso contribuiu para uma maior proximidade em relação à vegetação.

Na Cascata do Chuvisqueiro, advertiram-me que a da Colônia Monge era pequena. E que pertencia a um ex-prefeito. Ele a transformou em um ponto turístico, quando era prefeito, e vendeu à prefeitura. Vai saber...

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design