domingo, 7 de junho de 2015

Jaguarão, Rio Grande do Sul

Jaguarão fica a 398 km de Porto Alegre. E é separada de Rio Branco, no Uruguai, pela Ponte Internacional Mauá. Até meados do século XIX, esteve envolvida em disputas de território entre Portugal e Espanha.

Cidade de Jaguarão, no mapa do Rio Grande do Sul
Jaguarão, Rio Grande do Sul

As principais atrações de Jaguarão remetam a esse período de constantes disputas. A Igreja Matriz e os casarões são os principais destaques. Várias construções foram tombadas, pelas relevâncias histórica e arquitetônica.

Largas ruas de paralelepípedo passam em meio aos antigos casarões. Estes ajudam a contar a história de Jaguarão. Uma cidade que teve o seu apogeu econômico na segunda metade do século XIX, durante o Ciclo do Charque.

Ruínas da Enfermaria Militar, em Jaguarão
Ruínas da Enfermaria Militar, em Jaguarão.

Ricos charqueadores e políticos de peso no cenário estadual destacaram-se no período. Muitos deles residiram em Jaguarão. E investiram seus recursos na construção de casarões no entorno da Praça da Matriz.

Boa parte das casas mais bem conservadas fica na Rua XV de Novembro, a Rua das Portas. O canteiro arborizado, o colorido dos casarões e as portas de madeira esculpidas conferem ao local um ar de nostalgia.

Jardim interno do Museu Carlos Barbosa
Jardim interno do Museu Carlos Barbosa.

Ainda hoje, a cidade vive da pecuária. A produção de arroz, porém passou a ocupar local de destaque na economia. Jaguarão continua sendo, também, o caminho mais curto entre Porto Alegre e Montevidéu.

Mapa de Jaguarão adaptado do site Wikipedia. 


Distâncias
Bagé = 326
Camaquã = 263 km
Montevidéu = 412 km
Pelotas = 155 km
Rio Grande = 225 km
Santa Maria = 445 km

Clube Harmonia, em Jaguarão
Clube Harmonia, em Jaguarão.

Atrativos de Jaguarão

1 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ A Origem do Rio Grande do Sul +++

O Memorial do Rio Grande do Sul fala sobre a origem do RS.
Ou seja: as Missões Jesuíticas.
Historiadores comentam sobre a Guerra Guaranítica.
E o massacre dos índios.
Um dado reafirma este episódio como marco fundador.
Porto Alegre surge da espera dos açorianos pelo fim da guerra.
Afinal, os imigrantes povoariam a região missioneira.
Após a expulsão dos índios.
Enfim: a Guerra Guaranítica gerou Porto Alegre.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design