sexta-feira, 19 de junho de 2015

Camaquã, Rio Grande do Sul

O município de Camaquã fica à margem direita da Laguna dos Patos e à esquerda do Rio Camaquã. E sua população de mais de 60 mil habitantes descende de imigrantes portugueses, alemães e poloneses.

Cidade de Camaquã, no mapa do Rio Grande do Sul
Camaquã, Rio Grande do Sul

O povoamento iniciou em 1763, quando casais açorianos fundaram fazendas e charqueadas. Em 1815, foi criada a Capela de São João Batista, em terreno doado por Joaquim Gonçalves da Silva, pai de Bento Gonçalves.

O povoado desenvolveu-se às margens do Arroio Duro. Em 1854, ele foi elevado à categoria de Freguesia. O município de São João Batista de Camaquã foi criado em 19 de abril de 1864, portanto, há mais de 150 anos.

A economia é baseada na produção agropecuária. Camaquã é considerada a Capital Nacional do Arroz Parboilizado. Fumo, soja e milho são outras importantes culturas. Destaque para a indústria de beneficiamento de arroz.

Na área central de Camaquã, destaca-se o centro histórico. Nele, estão a Câmara dos Vereadores, que ocupa o prédio da antiga prefeitura, datado de 1912, e a Igreja Matriz de São João Batista, cuja paróquia tem 150 anos.

Mapa de Camaquã adaptado do site Wikipedia. 

Distâncias
Pelotas = 125 km
Porto Alegre = 127 km
Rio Grande = 180 km

1 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ A Origem do Rio Grande do Sul +++

O Memorial do Rio Grande do Sul fala sobre a origem do RS.
Ou seja: as Missões Jesuíticas.
Historiadores comentam sobre a Guerra Guaranítica.
E o massacre dos índios.
Um dado reafirma este episódio como marco fundador.
Porto Alegre surge da espera dos açorianos pelo fim da guerra.
Afinal, os imigrantes povoariam a região missioneira.
Após a expulsão dos índios.
Enfim: a Guerra Guaranítica gerou Porto Alegre.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design