sexta-feira, 15 de maio de 2015

História de Pelotas: A Fuga de Rio Grande. As Charqueadas. E a Cidade.

A primeira referência histórica do surgimento do município de Pelotas data de junho de 1758. Gomes Freire de Andrade, o Conde de Bobadela, doou terras às margens da Lagoa dos Patos para o Coronel Thomáz Luiz Osório.

Gomes Freire de Andrade, o Conde de Bobadela: doou as terras onde fica Pelotas
Gomes Freire de Andrade, o Conde de
Bobadela: doou as terras onde fica Pelotas.


O Início do Povoamento de Pelotas
Fugindo da invasão espanhola, em 1763, habitantes da Vila de Rio Grande buscaram refúgio nas terras do coronel. A eles juntaram-se os retirantes da Colônia de Sacramento, cedida pelos portugueses aos espanhóis, em 1777.

Em 1780, o português José Pinto Martins funda a primeira charqueada às margens do Arroio Pelotas. Martins abandonara o Ceará devido à seca. E a prosperidade de sua propriedade estimulou a criação de outras charqueadas.

Representação da Charqueada São João, Pelotas (RS)
Representação da Charqueada São João.

O charque e a carne seca eram os principais alimentos da época. Tanto pela praticidade na conservação da carne como pela mão-de-obra escrava usada na sua produção. Havia cerca de 80 escravos em cada charqueada.



A Freguesia, A Vila e A Cidade
A localização favorecia o desenvolvimento dessas charqueadas. E isso deu origem à população que demarcaria o início da cidade de Pelotas. Assim, em 07 de julho de 1812, foi fundada a Freguesia de São Francisco de Paula.

Por iniciativa do padre Pedro Pereira de Mesquita, a freguesia foi elevada à vila em 07 de abril de 1832. Três anos depois, Antônio Rodrigues Fernandes Braga, o então Presidente da Província, outorgou à vila os foros de cidade.

Pelota: a embarcação forrada de couro
Pelota: a embarcação forrada de couro.

O nome Pelotas foi uma sugestão do Deputado Francisco Xavier Pereira. Tal nome veio das embarcações de varas de corticieira forradas de couro. Elas eram usadas para a travessia de rios na época das charqueadas.


Pelotas: Capital Econômica da Província
A expansão das charqueadas tornou Pelotas a verdadeira capital econômica da Província. Em 1829, ela atrai a atenção de nobres de outros estados. E os proprietários rurais pelotenses passam a receber títulos.

Elegante e próspera, a cidade passou a monopolizar o comércio, as artes e as letras no sul do Brasil. Além das belezas naturais, tornaram-se pontos de referências seus belos e imponentes casarios, museus e teatros.

A marca da Charqueada Santa Rita, Pelotas
A marca da Charqueada Santa Rita.

Das cerca de 50 charqueadas existentes na época, poucas ainda existem. Abertas à visitação estão somente a Charqueada Boa Vista, a Charqueada Costa do Abolengo, a Charqueada Santa Rita e a Charqueada São João.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design