segunda-feira, 20 de abril de 2015

Rio Grande, Rio Grande do Sul

Rio Grande é a cidade mais antiga do RS. E está localizada na margem do estuário que conduz ao oceano as águas da Laguna dos Patos. Os primeiros navegadores ao chegarem ali, no século XVI, imaginaram que o imenso canal lacunar fosse um rio. Isso deu origem ao nome da cidade e do Estado.

Cidade de Rio Grande, no mapa do Rio Grande do Sul
Rio Grande, Rio Grande do Sul

A História de Rio Grande
A cidade de Rio Grande foi fundada, em 19/02/1737, pelo Brigadeiro José da Silva Paes. Ele comandava uma expedição militar portuguesa. Sua missão era assegurar aos lusitanos a posse das terras do sul. Ocorreram grandes batalhas nos territórios onde hoje ficam o RS e a Colônia de Sacramento.

A barra do Rio Grande de São Pedro era um ponto estratégico para a instalação de um reduto militar. Assim, foi escolhido por Silva Paes para a construção do Forte de Jesus, Maria e José. Em 1751, o povoado foi elevado à Vila de São Pedro do Rio Grande. E passou ao domínio espanhol, em 1763.

Praia do Cassino, em Rio Grande
Praia do Cassino, em Rio Grande

Em abril de 1776, os portugueses reconquistaram definitivamente a região. E a sua posição geográfica consolidou-se em tempos de paz. Rio Grande é o único porto marítimo do RS. Por ali, passavam todos os imigrantes e todo comércio internacional. Isso definiu a base da economia da cidade.

Veja também...
"A Fundação da Cidade de Rio Grande", no Palácio Piratini


Rio Grande, Uma Cidade Pioneira
Rio Grande foi a primeira capital do Estado. E teve a primeira Câmara de Vereadores (1761). A primeira Loja Maçônica (1840). A primeira Câmara de Comércio (1844). A primeira Biblioteca Pública (1846). E o primeiro farol do Rio Grande do Sul (Capão da Marca, 1849). 

Esporte Clube Rio Grande (1900) é o primeiro time de futebol do Brasil. E a doutora Rita Lobato Velho, a primeira médica formada no Brasil, era natural do município de Rio Grande.

Vagão Leito, no Museu do Porto, em Rio Grande
Vagão Leito, no Museu do Porto.

Rio Grande Hoje
Atualmente, Rio Grande atrai os visitantes pelos seus museus e seus prédios históricos. Os Molhes da Barra e o Balneário do Cassino também merecem destaque. Há também a proximidade da Estação Ecológica do Taim



Distâncias
Chuí = 244 km
Pelotas = 60 km
Porto Alegre = 323 km
Mapa de Rio Grande adaptado do site Wikipedia.

Veja também...
Centro Histórico de Rio Grande
Molhes de Rio Grande e Praia do Cassino
Museu Oceanográfico e Antártico de Rio Grande 

4 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ “A Fundação da Cidade de Rio Grande” (Pintura) +++

Fica no Salão Alberto Pasqualini, no Palácio Piratini.
Aldo Locatelli pintou o mural no início da década de 1950.
A figura central é o Brigadeiro José da Silva Paes.

Leonardo Brocker disse...

+++ “A Fundação da Cidade de Rio Grande” +++

O Brigadeiro José da Silva Paes destaca-se à frente.
À esquerda dele, um homem carrega um barril.
E um arauto anuncia a chegada de todos às terras do sul.
À direita, destaca-se um militar.
Ele parece receber José da Silva Paes.

Ao fundo, há as embarcações e os trabalhadores.
O barco à direita de Silva Paes é a galera Leão Dourado.
Ela levou-o da Enseada de Maldonado à Barra de Rio Grande.

Por fim, em primeiro plano, há a figura do índio.
Ele estava presente na ocasião da chegada do brigadeiro.
E apenas observa a cena. É um espectador.
A figura do índio prolonga-se sobre a moldura da obra.
Locatelli fez o mesmo no Dies Irae da Igreja de São Pelegrino.

“O Rio Grande do Sul de Aldo Locatelli”, Luciana Costa de Oliveira

Leonardo Brocker disse...

+++ O Brigadeiro José da Silva Paes +++

Ocupou o cargo de governador da Capitania de São Pedro.
Assumiu, ali, o lugar de Gomes Freire de Andrade.
E destacou-se no processo de fundação da sociedade sulina.
Na época, os espanhóis sitiavam Colônia de Sacramento.
Era necessária a rápida ocupação e colonização do atual RS.
A Coroa Portuguesa destacou José Silva Paes para essa tarefa.
Ele tomaria oficialmente posse das terras entre Laguna e o Prata.
A primeira medida necessária era a construção de uma guarnição.
O objetivo era salvaguardar as fronteiras e o território.
Assim, em 1737, o brigadeiro construiu o Forte Jesus, Maria, José.
E assentou as bases que originaram a Colônia do Rio Grande de São Pedro.
O militar reveste-se, portanto, de agente da história regional.
E Aldo Locatelli coloca-o em evidência como figura-chave da obra.
Observa-se uma triangulação do espaço.
E o brigadeiro ocupa o lugar central, destacando-se dos demais.

“O Rio Grande do Sul de Aldo Locatelli”, Luciana Costa de Oliveira

Leonardo Brocker disse...

+++ A Origem do Rio Grande do Sul +++

O Memorial do Rio Grande do Sul fala sobre a origem do RS.
Ou seja: as Missões Jesuíticas.
Historiadores comentam sobre a Guerra Guaranítica.
E o massacre dos índios.
Um dado reafirma este episódio como marco fundador.
Porto Alegre surge da espera dos açorianos pelo fim da guerra.
Afinal, os imigrantes povoariam a região missioneira.
Após a expulsão dos índios.
Enfim: a Guerra Guaranítica gerou Porto Alegre.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design