quarta-feira, 18 de março de 2015

O Acervo Elis Regina na Casa de Cultura Mario Quintana e As Principais Músicas da Cantora

O Acervo Elis Regina reúne fotos, artigos, objetos, materiais e documentos sobre a vida e a obra de Elis Regina. O espaço fica na Casa de Cultura Mario Quintana e foi inaugurado em 22 de setembro de 2005.

O Acervo Elis Regina fica na Casa de Cultura
Mario Quintana (CCMQ), em Porto Alegre.

O acervo é formado por material doado por colecionadores, fãs e amigos pessoais de Elis. O projeto arquitetônico e museográfico tem espaços para a audição de CDs, exibição de audiovisuais, shows musicais e encontros.

Horário de funcionamento: 2ª feira, das 14h às 18h. De 3ª a 6ª feira, das 9h às 18h. Sábados, domingos e feriados: das 12h às 18h



Principais Músicas
"Águas de Março" (Tom Jobim)
"Arrastão" (Vinicius de Moraes/ Edu Lobo)
"Caçador de Esmeraldas" (Aldir Blanc/ João Bosco)
"Canção do Sal" (Milton Nascimento)
"Canto de Ossanha" (Baden Powell/ Vinicius de Moraes)
"Casa no Campo" (Tavito/ Zé Rodrix)
"Como Nossos Pais" (Belchior)
"Dois pra Lá, Dois pra Cá" (Aldir Blanc/ João Bosco)
"Folhas Secas" (Nelson Cavaquinho/ Guilherme de Brito)
Iracema” (Adoniran Barbosa)
"Louvação" (Gilberto Gil/ Torquato Neto)
"Lunik 9" (Gilberto Gil)
"Madalena" (Ivan Lins)
"Mestresala dos Mares" (Aldir Blanc/ João Bosco)
"O Bêbado e a Equilibrista" (Aldir Blanc/ João Bosco)
"Ponta de Areia" (Milton Nascimento/ Fernando Brant)
"Romaria" (Renato Teixeira)
Tiro ao Álvaro” (Adoniran Barbosa)
"Upa, Neguinho" (Edu Lobo/ G. Guarnieri)

7 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ ARRASTÃO (Edu Lobo e Vinicius de Moraes) +++

"Arrastão" tornou Elis Regina nacionalmente conhecida.
Ela conquistou o primeiro lugar no 1º Festival da TV Excelsior.
A apresentação ocorreu em 6 de abril de 1965.
No Teatro Astoria, no Rio de Janeiro.
Elis conquistou o Brasil ao mover os braços como hélices.
Aprendeu a postura cênica no Beco das Garrafas.
Com o amigo Lennie Dale.
Elis Regina gravou "Arrastão" em um compacto.

Fonte: Jornal Zero Hora
'Conheça oito músicas que estão na cinebiografia "Elis"'

Leonardo Brocker disse...

+++ CINEMA OLYMPIA (Caetano Veloso) +++

Faz parte do disco Ela (1971).
O filme mostra a gravação dessa faixa pulsante.
Ela representa um momento de reciclagem no repertório de Elis.
Com destaque para a guitarra de Toninho Horta.
Elis atendeu à sugestão de Nelson Motta, produtor do álbum.
Como inspiração, ele mostrou uma gravação de Gal Costa.
No caso, a música "Divino maravilhoso" do disco de 1969.
A baiana também já gravara "Cinema Olympia".

Fonte: Jornal Zero Hora
'Conheça oito músicas que estão na cinebiografia "Elis"'

Leonardo Brocker disse...

+++ ATRÁS DA PORTA (Chico Buarque e Francis Hime) +++

A canção de fala de um relacionamento que acaba dolorosamente.
Como o de Elis Regina e Ronaldo Bôscoli.
Eles romperam o casamento naquele ano de 1972.
Quando a cantora gravou a música no disco Elis.
O novo companheiro passava a ser César Camargo Mariano.
No estúdio e na vida.
O pianista foi o responsável pelos arranjos do disco.
E por uma nova guinada na carreira da artista.

Fonte: Jornal Zero Hora
'Conheça oito músicas que estão na cinebiografia "Elis"'

Leonardo Brocker disse...

+++ CABARÉ (João Bosco e Aldir Blanc) +++

Elis gravou a música no disco homônimo de 1973.
No filme, a cantora a interpreta sob vaias no festival Phono 73.
O festival ocorreu em maio daquele ano, em São Paulo.
Com artistas da gravadora Phonogram.
Chico Buarque, Gilberto Gil, Caetano Veloso.
Jorge Ben, Raul Seixas e Os Mutantes, entre outros.
Os protestos vieram por parte da plateia.
Afinal, Elis apresentou-se em 1972 nas Olimpíadas do Exército.

Fonte: Jornal Zero Hora
'Conheça oito músicas que estão na cinebiografia "Elis"'

Leonardo Brocker disse...

+++ COMO NOSSO PAIS / VELHA ROUPA COLORIDA / FASCINAÇÃO +++

Três canções do disco Falso brilhante (1976).
Este foi também nome de um antológico espetáculo.
Que Elis apresentou entre 1975 e 1977.

As duas primeiras são de Belchior.
O compositor gravou no clássico LP Alucinação (1976).
"Como nossos pais" abre o filme.
E "Velha roupa colorida" acompanha os créditos finais.

"Fascinação" surge na trama num momento de volta por cima de Elis.
A valsa é uma adaptação de Armando Louzada.
Para uma música italiana do começo do século 20.

Fonte: Jornal Zero Hora
Conheça oito músicas que estão na cinebiografia "Elis"'

Leonardo Brocker disse...

+++ O BÊBADO E A EQUILIBRISTA (João Bosco e Aldir Blanc) +++

Um dos maiores sucessos na voz de Elis.
A faixa de fala de um Brasil:
"Que sonha com a volta/ Do irmão do Henfil/
Com tanta gente que partiu/ Num rabo de foguete".

O sociólogo Betinho, então exilado, é o irmão do Henfil citado.

O longa mostra a gravação da música para o disco "Essa mulher" (1979).
A música marcou a reaproximação de Elis com Henfil.
Henfil criticou a cantora, inclusive com uma charge no Pasquim.
A razão foi a apresentação dela para o Exército em 1972.

Fonte: Jornal Zero Hora
Conheça oito músicas que estão na cinebiografia "Elis"'

Leonardo Brocker disse...

+++ Casa de Cultura Mario Quintana +++

Em 1982, o Estado tombou o prédio patrimônio cultural.
E decidiu transformá-lo em um espaço cultural.
Dedicado ao cinema, ao teatro e à dança.
Às artes visuais, à literatura e à música.
O complexo cultural conta com salas de cinema, teatro.
Salas de exposições, discoteca, bibliotecas, restaurante.

O espaço recebeu o nome de Casa de Cultura Mario Quintana.
Uma homenagem ao poeta e ilustre hóspede do Majestic.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, publicação da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design