quinta-feira, 23 de outubro de 2014

O Humor de Juca Chaves: “Piada, boato e o Brasil não tem dono”

Juca Chaves aprendeu a contar piadas ainda criança. Lia “O Governador”, “Pif-Paf”, de Millor Fernandes, Zé Fidelis, Nho Totico. O material chegava pelas mãos do pai, um bem humorado judeu austríaco.

Piadas de Juca Chaves

O pai de Juca Chaves também era querido nas rodas pelas suas piadas. Desde cedo ele ensinou a seu filho: “Contar piadas é um dom divino, pois se dá de si o que o homem tem de melhor para dar: o humor”.


Juca aprendeu bem a lição e a repassa magistralmente às gerações. Quem não se lembra da história da lagartixa. Ou do escoteirinho. E a da modelo que vai casar. Ou a história das putas das batatinhas.


O livro “A Culpa é do Governo” é repleto de frases fortes. “O Brasil é um país paradoxal onde o estudante pinta a cara e o índio estuda”. “Deus gosta de pobre, por isto, fez tantos”. Ou “Aqui, morre um ladrão e nascem dois...”.


Algumas piadas sobrevivem desde os primeiros shows Juca Chaves. Outras são desconhecidas da maior parte do público. Porém, conferiram a Juca o título de mais inteligente e sofisticado humor satírico da língua portuguesa.


É muito comum ouvir-se de um humorista em rádio ou TV a mesma piada contada, anteriormente, por Juca Chaves. E isso ocorre mesmo na imprensa escritas, como nas sessões de humor das revistas e dos jornais.


Juca Chaves diz: “Piada, boato e o Brasil não tem dono”. “Mas é gostoso saber que alguém ainda conta a sua arte ou canta a sua música. Pior é quando contam nosso dinheiro ou cantam nossa mulher”...

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design