sexta-feira, 18 de julho de 2014

Monumento ao Expedicionário, Porto Alegre

O Monumento ao Expedicionário foi inaugurado em 1953 e homenageia a Força Expedicionária Brasileira (FEB), que combateu durante a II Guerra Mundial. Os pracinhas brasileiros lutaram na Itália, durante esta guerra.

Colégio Militar de Porto Alegre, à esquerda, e Monumento ao Expedicionário, no Parque da Redenção.
Colégio Militar, à esquerda, e Monumento ao
Expedicionário, no Parque da Redenção.

O Monumento ao Expedicionário teve origem em um concurso do jornal Correio do Povo. O vencedor foi Antônio Caringi, o mesmo artista que, anos antes, havia feito a Estátua do Laçador, localizada na entrada de Porto Alegre.

O Monumento ao Expedicionário consiste em um duplo Arco do Triunfo. E faz alusão ao Arco de Constantino. Ele foi construído usando blocos de granito. E as esculturas em relevo representam os soldados das diversas armas da FEB.

O Monumento ao Expedicionário é, também, um monumento cívico. Ele é um ponto central nas comemorações da Semana da Pátria de Porto Alegre. É o local onde se instala, anualmente, a "chama da pátria" no mês de setembro.

4 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ As Duas Primeiras Linhas de Bonde +++

A Cia Carris de Ferro iniciou as operações em 1874.
Os bondes funcionavam por tração animal.
E as duas linhas tinham como destino o Menino Deus.

Uma delas saía da Praça da Matriz.
E passava pela Várzea, hoje Parque Farroupilha.
Outra linha saía do Mercado Público.
E passava pela Rua da Margem, atual João Alfredo.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Parque da Redenção +++

É o mais antigo parque de Porto Alegre.
E também um dos maiores do Brasil.

Em 1997, o Município tombou o parque.

A Redenção, hoje, abriga inúmeros monumentos.
Um orquidário e o lago com pedalinhos.
Parque de diversões e quadras esportivas.
E o Auditório Araújo Vianna.

Leonardo Brocker disse...

+++ História do Parque Farroupilha +++

O local servia para guardar o gado que vinha do interior.
E que se venderia, posteriormente, na cidade.

O primeiro ajardinamento da área ocorreu em 1901.
Para a Grande Exposição daquele ano.
Na ocasião, construíram também os locais para touradas.
E para as corridas de cavalos e de bicicletas.

Em 1914, surgiram os novos jardins.
Em 1930, saneou-se a área, antes pantanosa.
Construiu-se, então, o grande lago.

Em 1935, recebeu a Exposição Comemorativa.
Ao Centenário da Revolução Farroupilha.
Na ocasião, recebeu a denominação atual.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Brique da Redenção +++

Em 1982, começou a funcionar o “Brique da Redenção”.
Uma feira que se tornou tradional.
E acontece aos domingos na Avenida José Bonifácio.
Junto ao Parque Farroupilha.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design