terça-feira, 15 de julho de 2014

Igreja Nossa Senhora Conceição, Porto Alegre

Em 1880, Porto Alegre possuía mais de 40 mil habitantes. Mas ainda construía casario e grandes edifícios em estilo barroco colonial, tal como a Igreja da Conceição. Expressão arquitetônica do barroco tardio, ela é um dos templos católicos de Porto Alegre de maior valor artístico pela beleza do seu interior.

Igreja Nossa Senhora Conceição, Porto Alegre
Igreja Nossa Senhora Conceição, Porto Alegre

Em 1851, foi dado início à construção da Igreja da Conceição. Traçada e decorada por João do Couto Silva, ela é a única igreja em estilo colonial que se conservou em seu estado primitivo. Na sua talha decorativa, muito rica, notam-se também traços neoclássicos.

Avenida Independência, em 1890, em Porto Alegre.
Avenida Independência, em 1890.

Em 14/02/1880, foi autorizada a bênção da capela-mor da igreja. E no dia 08 de dezembro, realizou-se a primeira missa solene. No consistório da Igreja da Conceição, está guardada uma imagem de São Francisco, primeiro padroeiro de Porto Alegre. A igreja abriga ainda outras imagens do século XVIII.

Avenida Independência e o bairro Moinhos de Vento (em segundo plano), em 1890, em Porto Alegre.
Avenida Independência e o bairro Moinhos
de Vento (em segundo plano), em 1890.

10 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Ruas de Porto Alegre com Mais de Um Nome +++

+ 24 de Outubro: Caminho dos Anjos;
+ 24 de Outubro: Estrada da Aldeia;
+ 24 de Outubro: Estrada dos Moinhos de Vento;
+ Andradas: Rua da Graça ou Rua da Praia;
+ Caldas Jr: Beco do Inácio, Beco do Quebra Costas ou Beco do Fanha;
+ Duque de Caxias: Rua Formosa, Rua da Igreja ou Rua do Hospital;
+ General Bento Martins: Beco do Jogo de Bola;
+ General Bento Martins: Beco dos Nabos a Doze;
+ General Bento Martins: Beco dos Pecados Mortais;
+ General Canabarro: Beco do Pedro Mandinga ou Rua Direita;
+ Independência: Caminho dos Anjos;
+ Independência: Estrada da Aldeia;
+ Independência: Estrada dos Moinhos de Vento;
+ Riachuelo: Rua da Ponte ou Rua do Cotovelo.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ As Duas Primeiras Linhas de Bonde +++

A Cia Carris de Ferro iniciou as operações em 1874.
Os bondes funcionavam por tração animal.
E as duas linhas tinham como destino o Menino Deus.

Uma delas saía da Praça da Matriz.
E passava pela Várzea, hoje Parque Farroupilha.
Outra linha saía do Mercado Público.
E passava pela Rua da Margem, atual João Alfredo.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Igreja da Conceição de Porto Alegre +++

Dom João IV era devoto de Nossa Senhora da Imaculada Conceição.
E em 1646, o rei oficializou a devoção em todo o reino português.
Os primeiros açorianos que aqui chegaram trouxeram essa fé.
E criaram a Irmandade de Nossa Senhora da Conceição, em 1779.
A Igreja Nossa Senhora da Conceição é uma das mais antigas.
A construção do templo iniciou em 1851.
A solene inauguração ocorreu em 1858.
Porém a conclusão da construção só se deu em 1880.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ O Exterior da Igreja da Conceição +++

Na década de 1960, demoliram a antiga Igreja do Rosário.
Assim, a Igreja da Conceição tornou-se um tempo único.
O único exemplar de Porto Alegre com características barrocas.

A edificação é bastante simples, com superfícies planas.
E a marcação pouco expressiva de pilastras.
Estas não possuem capitéis no trecho mais baixo.

Em 2007, o município tombou o prédio patrimônio histórico e cultural.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ As Torres da Igreja da Conceição +++

Nas laterais, há duas torres.
Com cobertura em forma de bulbo.
As divisões das torres se coordenam.
Com as duas faixas do corpo central.
E na altura do frontão, as torres têm uma terceira divisão.
Ali, observam-se as aberturas para os sinos.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ O Interior da Igreja da Conceição +++

A sobriedade revela influências do neoclassicismo.
A planta segue a tradição das igrejas coloniais.
Com salão, capela-mor e altar.
Como sequência decrescente de volumes retangulares.

A decoração interna contrasta com o exterior da igreja.
Pois João do Couto e Silva dotou a nave de abóboda de berço.
Assim como, quatro altares, púlpito, coro e arco cruzeiro.
Todos eles de elaborada talha de madeira.
Sem a unidade, porém, da Igreja das Dores.

A capela-mor destaca-se pelo altar principal.
Ela replica em escala menor o arco cruzeiro.
O primeiro tem colunas coríntias.
O segundo, pilastras compósitas com caneluras no fuste.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ O Deslocamento das Elites de Porto Alegre +++

No início da década de 1920, as elites deixam o Centro.
As residências deslocam-se gradualmente.
Deixam as áreas mais altas e sãs da Rua Duque de Caxias.
E seguem em direção à Avenida Independência.
E ao futuro bairro Moinhos de Vento.
Ali, surgiam a Hidráulica e a Praça Júlio de Castilhos.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Parque da Redenção +++

É o mais antigo parque de Porto Alegre.
E também um dos maiores do Brasil.

Em 1997, o Município tombou o parque.

A Redenção, hoje, abriga inúmeros monumentos.
Um orquidário e o lago com pedalinhos.
Parque de diversões e quadras esportivas.
E o Auditório Araújo Vianna.

Leonardo Brocker disse...

+++ História do Parque Farroupilha +++

O local servia para guardar o gado que vinha do interior.
E que se venderia, posteriormente, na cidade.

O primeiro ajardinamento da área ocorreu em 1901.
Para a Grande Exposição daquele ano.
Na ocasião, construíram também os locais para touradas.
E para as corridas de cavalos e de bicicletas.

Em 1914, surgiram os novos jardins.
Em 1930, saneou-se a área, antes pantanosa.
Construiu-se, então, o grande lago.

Em 1935, recebeu a Exposição Comemorativa.
Ao Centenário da Revolução Farroupilha.
Na ocasião, recebeu a denominação atual.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Brique da Redenção +++

Em 1982, começou a funcionar o “Brique da Redenção”.
Uma feira que se tornou tradional.
E acontece aos domingos na Avenida José Bonifácio.
Junto ao Parque Farroupilha.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design