terça-feira, 1 de julho de 2014

Campus Central da UFRGS e Instituto Educação

Segui pela Avenida Osvaldo Aranha até o Campus da UFRGS. Os destaques são os prédios das faculdades de Direito e de Medicina. Na caminhada, passei pela Capela do Senhor do Bom Fim e pelo Instituto de Educação.

Prédio da Faculdade de Medicina da UFRGS
Prédio da Faculdade de Medicina da UFRGS

Continuação de...


Instituto de Educação e Capela do Bom Fim

Deixei o Auditório Araújo Vianna e segui em direção ao Campus Central da UFRGS. Antes de chegar, você passará pelo Instituto de Educação General Flores da Cunha. Esta já foi uma das melhores escolas de Porto Alegre.

Instituto de Educação General Flores da Cunha, Porto Alegre
Instituto de Educação General Flores da Cunha

Do outro lado da Avenida Osvaldo Aranha, você verá a Capela Nosso Senhor Jesus do Bom Fim. Construída entre 1867 e 1870, esta é uma das três igrejas que restam do período Imperial em Porto Alegre.


Prédio da Faculdade de Medicina

Nos fundos do Instituto de Educação fica o Campus Central da UFRGS. É inevitável a relação sentimental que tenho com o local. Ali, eu iniciei o Curso de Medicina, em 1998, e graduei-me médico, em 2004.

Capela Nosso Senhor do Bom Fim, Porto Alegre
Capela Nosso Senhor do Bom Fim

O Curso de Medicina da UFRGS surgiu em 1898. É o segundo mais antigo do Brasil. E a primeira turma, formou-se em 1904. Assim, ingressei no ano do centenário do curso e formei-me cem anos após a primeira turma.

O Museu do Motor, no Prédio da Faculdade de Engenharia da UFRGS, Porto Alegre
O Museu do Motor, no Prédio da
Faculdade de Engenharia da UFRGS

O prédio da Faculdade de Medicina é um dos mais importantes do Campus Central da UFRGS. Tanto por questões históricas como por sua arquitetura. Nele tive aulas de Anatomia, Biofísica, Fisiologia e Histologia.


Faculdade de Engenharia e Rádio Universitária

Ao lado da Faculdade de Medicina, fica o prédio da Rádio Universitária. E em frente, do outro lado da Rua Sarmento Leite, fica a Faculdade de Engenharia. A Faculdade de Engenharia abriga o Museu do Motor.

Rádio Universitária, Campus Central da UFRGS, Porto Alegre
Rádio Universitária, Campus Central da UFRGS

Dentre os prédios mais antigos, o último destaque do Campus Central é o prédio da Faculdade de Direito. Ele fica na Avenida João Pessoa. E é mais novo que os prédios anteriores. Destaca-se pelos belos vitrais.

Capela do Divino Espírito Santo, Porto Alegre
Capela do Divino Espírito Santo

Deixei o campus e retornei à Redenção. No Centro de Informações, perguntei pela Capela do Divino Espírito Santo. Esta capela fica na esquina das avenidas Osvaldo Aranha e José Bonifácio.

O relato segue com...
Templo Positivista, Museu de Porto Alegre e Redenção

8 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Campus da UFRGS +++

Em 1947, a instituição passou a se denominar UFRGS.
A saber: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
E incorporou o importante patrimônio de antigas faculdades:
+ Escolas de Farmácia e Química (1895);
+ Escola de Engenharia (1896);
+ Faculdade de Medicina (1898);
+ Faculdade de Direito (1900).

Igualmente significativo é o conjunto de edificações.
São construções do fim do século XIX e início do sáculo XX.
E representam os estilos eclético e art-nouveau.
Eles compõem o Campus do Centro da UFRGS:
+ Antigo Parobé;
+ Castelinho e Chateau;
+ Faculdade de Direito e Faculdade de Medicina;
+ Instituto Eletrotécnico e Instituto de Química;
+ Museu da UFRGS (antigos curtumes e tanantes);
+ Observatório Astronômico;
+ Rádio da Universidade.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, publicação da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Becos e Ruas da Antiga Porto Alegre +++

Inicialmente, os becos tinham o nome dos moradores.
De peculiaridades do terreno.
Ou das atividades que ali se realizavam:
+ Beco da Ópera (atual Rua Uruguai);
+ Beco do Barbosa (Rua Barros Cassal);
+ Beco do Oitavo (Rua André da Rocha);
+ Beco do Bota Bica (Rua General Portinho);
+ Beco do Poço (Avenida Borges de Medeiros);
+ Beco dos Guaranis (Rua General Vasco Alves);
+ Caminho da Azenha (Avenida João Pessoa);
+ Caminho Novo (Rua Voluntários da Pátria);
+ Rua Clara (Rua João Manoel);
+ Rua da Figueira (Rua Coronel Genuíno);
+ Rua da Ladeira (Rua General Câmara);
+ Rua da Margem do Riacho (Rua João Alfredo);
+ Rua da Olaria (Rua General Lima e Silva);
+ Rua da Passagem (Rua General Salustiano);
+ Rua da Varzinha (Rua Demétrio Ribeiro);
+ Rua de Bragança (Rua Marechal Floriano);
+ Rua do Arvoredo (Rua Fernando Machado).

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ As Duas Primeiras Linhas de Bonde +++

A Cia Carris de Ferro iniciou as operações em 1874.
Os bondes funcionavam por tração animal.
E as duas linhas tinham como destino o Menino Deus.

Uma delas saía da Praça da Matriz.
E passava pela Várzea, hoje Parque Farroupilha.
Outra linha saía do Mercado Público.
E passava pela Rua da Margem, atual João Alfredo.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ A Fachada Clássica da Capela do Bom Fim +++

A fachada da Capela foge do modelo colonial.
E introduz a articulação clássica de forma evidente.
Horizontalmente, há divisões.
Estas se revelam por bases e entablamentos.
As ordens clássicas aparecem ao centro e em pares de colunas.
No plano de base, há quatro colunas dóricas.
Elas emolduram a porta de entrada.
Acima, há quatro colunas coríntias que sustentam o frontão.
Este se aplica a um ático.
Que mantém a geometria retangular da fachada.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ A Torre da Capela do Bom Fim+++

Repete a organização clássica da faixa central.
Pela aplicação de quatro pilastras coríntias.
Estas ladeiam a abertura para os sinos.
As pilastras têm fechamento com frontão curvo.
E entablamento segmentado.
A torre repete esta articulação nas outras faces.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Parque da Redenção +++

É o mais antigo parque de Porto Alegre.
E também um dos maiores do Brasil.

Em 1997, o Município tombou o parque.

A Redenção, hoje, abriga inúmeros monumentos.
Um orquidário e o lago com pedalinhos.
Parque de diversões e quadras esportivas.
E o Auditório Araújo Vianna.

Leonardo Brocker disse...

+++ História do Parque Farroupilha +++

O local servia para guardar o gado que vinha do interior.
E que se venderia, posteriormente, na cidade.

O primeiro ajardinamento da área ocorreu em 1901.
Para a Grande Exposição daquele ano.
Na ocasião, construíram também os locais para touradas.
E para as corridas de cavalos e de bicicletas.

Em 1914, surgiram os novos jardins.
Em 1930, saneou-se a área, antes pantanosa.
Construiu-se, então, o grande lago.

Em 1935, recebeu a Exposição Comemorativa.
Ao Centenário da Revolução Farroupilha.
Na ocasião, recebeu a denominação atual.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Leonardo Brocker disse...

+++ Brique da Redenção +++

Em 1982, começou a funcionar o “Brique da Redenção”.
Uma feira que se tornou tradional.
E acontece aos domingos na Avenida José Bonifácio.
Junto ao Parque Farroupilha.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design