sábado, 12 de abril de 2014

Silvio Brito, Igor Braga e Tuta Guedes

Como já havia ocorrido em 2012, os artistas que se apresentaram após Sandra de Sá tiveram os seus shows ofuscados. Fica muito difícil competir... Mesmo assim, eu faço o registro dos cantores que encerraram a Festa da Música de 2013.

Tuta Guedes fez a apresentação de encerramento da Festa da Música de 2013.
Tuta Guedes fez a apresentação de
encerramento da Festa da Música de 2013.

Continuação de...
Sandra de Sá: Momento de Maior Emoção


Sertanejo Universitário
Após o show da Sandra de Sá, o Salão Implúvio do Hotel Laje de Pedra, em Canela, começou a esvaziar. Mas alguns artistas ainda conseguiram mostrar suas músicas. Os primeiros a subirem ao palco foram uma dupla sertaneja universitária.


Sílvio Brito
O cantor Sílvio Brito talvez tenha sido o maior destaque do fim de noite da Festa da Música de 2013. Precoce, o mineiro começou a cantar, aos 6 anos, na igreja. E aos 9, começou a estudar trombone e saxofone.

Sílvio Brito cantou "Pare o Mundo que Eu Quero Descer", "Tá Todo Mundo Louco", "Farofa Fá".
Sílvio Brito cantou "Pare o Mundo que Eu Quero
Descer", "Tá Todo Mundo Louco", "Farofa Fá".

Sílvio Brito destacou-se, a partir de 1975, com músicas como “Pare o Mundo que Eu Quero Descer”, “Tá Todo Mundo Louco”, “Farofa-fá”, “Espelho Mágico”. E todas elas foram tocadas. O cantor ainda fez um playback de uma música nova.

“Pare o Mundo que Eu Quero Descer” sempre me remete à música “Eu Também Vou Reclamar”, do Raul Seixas. Raul cantou: “Ligo o rádio e ouço um chato que me grita nos ouvidos ‘Pare o Mundo que Eu Quero Descer’”.

Jessyca Bueno cantou "Tô na Internet".
Jessyca Bueno cantou
"Tô na Internet".


Igor Braga e Jessyca Bueno
Igor Braga é outro representante do sertanejo universitário. Começou a cantar aos 9 anos, na igreja. Hoje, concilia a carreira musical com a faculdade de engenharia na USP. Igor Braga lançou o seu primeiro disco em 2013.

Assim como Sílvio Brito, Igor Braga recorreu ao playback. Apresentou duas músicas de seu disco: “Ciúmes do Que Não É Meu” e “Sol Do Si Mi Re Lá”. Ambas são suas e tem em comum o bom humor. O tom, por vezes, jocoso.

Igor Braga cantou "Ciúmes do que Não é Meu" e "Sol, Dó, Si, Mi, Ré, Lá"
Igor Braga cantou "Ciúmes do que Não é Meu"
e "Sol, Dó, Si, Mi, Ré, Lá"

Jessyca Bueno, natural de Porto Alegre, estudou música dos 9 ao 12 anos. Voltou a estudar aos 21. Hoje, aos 26 anos, dedica-se ao sertanejo universitário. A cantora apresentou a música “Tô na Internet”.


Tuta Guedes
O apresentador iniciou o discurso de encerramento após a apresentação de Jessyca Bueno. Mas Gilmar e Alexandre solicitaram para subir ao palco e mostraram uma composição gaudéria. Logo cederam lugar a Tuta Guedes.

Tuta Guedes: representante  da música sertaneja.
Tuta Guedes: representante
da música sertaneja.

Tuta Guedes acabou encerrando a noite. Ao menos, era ela que ocupava o palco no momento em que deixei o Salão Implúvio, perto das 3h. Dividiram o palco com ela a dupla sertaneja e, depois, o Alexandre.

Natural de Pirassununga, Tuta Guedes pertence a uma família de músicos. Dedica-se ao sertanejo, tendo lançado, recentemente, o seu primeiro DVD. Este traz como convidados Sérgio Reis e George Israel, saxofonista do Kid Abelha.

1 comentários:

Cleide Matos disse...

boa tarde jessyca bueno ta linda amiga parabéns vc merrece

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design