segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Mudanças em Tramandaí após 13 Anos

Tramandaí foi a praia onde eu veraneei até os 21 anos de idade. E fazia 13 anos que não voltava à cidade. Tomei um susto com os prédios construídos. Mas os antigos pontos de referência continuavam nos mesmos lugares.

A Cidade de Tramandaí Vista do CECLIMAR
A Cidade de Tramandaí Vista do CECLIMAR

Continuação de...

Deixei a praia de Imbé atravessando a Ponte da Sardinha, no momento, o único elo de ligação, por terra, com Tramandaí. À direita da ponte, logo que você entra na cidade de Tramandaí, fica a Câmara de Vereadores. O museu ali localizado estava fechado.

A Ponte da Sardinha Liga Imbé e Tramandaí
A Ponte da Sardinha Liga Imbé e Tramandaí


Muitas Mudanças...
A casa dos meus pais ficava em frente ao salão paroquial e ao posto de saúde. Hoje, o espaço foi ocupado por um shopping. O posto de saúde foi totalmente remodelado. E a Igreja Matriz, antes branca, agora está pintada de azul claro.

A Igreja Matriz de Tramandaí
A Igreja Matriz de Tramandaí

Circulei um pouco pelo centro de Tramandaí. Percebi, então, que a maioria dos pontos comerciais havia deixado de existir. É o caso da Casa Branca, da Branquinha, da Casa do Peixe, do Palato, do Taiti. Todos esses restaurantes que fecharam...

A Sardinha é O Símbolo de Tramandaí
A Sardinha é O Símbolo de Tramandaí

Os cinemas Coimbra e Caiçara haviam fechado já há mais de 13 anos. Talvez, tenham fechado há uns 20 anos. Eram os cinemas onde eu assistia aos filmes na infância. Até a padaria Pão Bom, tradicional, acabou fechando.


Antigos Pontos de Referência
Após o susto inicial, parti para os pontos de referência que, dificilmente, teriam mudado. O primeiro era o Parcão da Beira-rio, que fica junto à Lagoa de Tramandaí. As pequenas plataformas de pesca continuavam todas lá...

Lagoa de Tramandaí ao Fim da Tarde
Lagoa de Tramandaí ao Fim da Tarde

Segui em direção ao molhes da barra. Como registrei na postagem sobre o Imbé, uma ponte que havia próxima à barra foi demolida. O volume de pedras dos molhes também pareceu menor do que era. Mas talvez tenha sido uma mera impressão...

Os Molhes da Barra, em Tramandaí
Os Molhes da Barra, em Tramandaí

Segui, pela avenida Beira-Mar, até chegar ao Parcão da Beira-Mar. Em frente, havia o tradicional Baronda, que foi destruído. Segui até a plataforma de pesca. E retornei ao Imbé para visitar o Ceclimar. Passei a noite no hotel Beira-Mar, em Tramandaí.

Parcão da Beira-Mar, na Avenida Beira-Mar, em Tramandaí
Parcão da Beira-Mar, na Avenida Beira-Mar

Contabilidade do Dia
Hotel Beira-Mar = R$ 60,00
Jantar no Hotel Beira-Mar = R$ 20,00
Gasto Diário = R$ 80,00

1 comentários:

bigpizza disse...

Olá Leonardo, parabéns pela ótima postagem. Sou frequentador de Tramandaí desde os anos 70 e simplesmente adoro esta praia. Ela precisa de pessoas dedicadas a ela, que enalteça seus pontos positivos. Eu sou o proprietário da comunidade "Bairro Barra" no face. Entra lá e dá uma curtida.
Abração.
Adriano.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design