terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Percorrendo a Serra do Rio do Rastro, Lauro Müller

Deixei o mirante no topo da Serra do Rio do Rastro e segui pela estrada que leva até Lauro Müller. Se a vista do mirante é curiosa e incomum, percorrer a estrada da serra é uma experiência única. Descer ou subir a Serra do Rio do Rastro é uma aventura imperdível...

Percorrer a Estrada da Serra do Rio do Rastro, em Lauro Müller, é Uma Experiência Única
Percorrer a Estrada da Serra do Rio do Rastro,
em Lauro Müller, é Uma Experiência Única

Continuação de...
Mirante da Serra do Rio do Rastro e Usina Eólica


Cuidados ao Descer a Serra do Rio do Rastro
Em primeiro lugar, registrarei alguns cuidados que você deve ter durante a descida. Cuide para o carro não embalar. Há o risco de se entrar na contra-mão, nas curvas, se carro estiver rápido. Afinal, a maioria das curvas nesta estrada é fechada, em cotovelo, exigindo a redução de velocidade.


Outro cuidado: ônibus e caminhões costumam usar as duas pistas. Ou seja, eles andam na contra-mão. Espere que passem por você. Caso contrário, você terá de dar marcha-ré. Muitas vezes, você poderá aguardar no refúgio para que o outro veículo passe.

Uma das Curvas em Cotovelo na Estrada da  Serra do Rio do Rastro, em Lauro Müller
Uma das Curvas em Cotovelo na Estrada da
Serra do Rio do Rastro, em Lauro Müller


Subida da Serra do Rio do Rastro
Na subida, você ficará o tempo todo do lado do precipício. Resolvi subir à noite, para conferir a estrada iluminada. A atenção ao dirigir à noite deve ser extrema. Por incrível que pareça, há veículos trafegando pela Serra do Rio do Rastro com os faróis apagados!


Deixei Lauro Müller e cerca de 1,5 km antes de começarem os postes de luz, havia um deslizamento. As rochas cobriam parcialmente a pista. Aquele era um trecho sem iluminação e alguns pedaços de rocha eram relativamente grandes. Por isso, deve-se sempre andar com prudência por ali.

Local do Deslizamento, em Lauro Müller. Foto Feita no Dia Seguinte ao Deslizamento
Local do Deslizamento, em Lauro Müller.
Foto Feita no Dia Seguinte ao Deslizamento


Caminhão Parado na Subida
Mais adiante, o trânsito simplesmente parou! Um caminhão ficou parado numa curva e não conseguiu subir. Dois outros caminhoneiros pararam para ajudar. Foram colocados pedras atrás dos pneus do caminhão, para que ele não escorregasse.


Falei com um dos caminhoneiros e perguntei se eu poderia subir. Havia um refúgio na curva. Minha ideia era usá-lo. O caminhoneiro disse que cuidaria e avisaria se algum carro estivesse descendo. Subi com o pisca-alerta ligado e passando pelo refúgio.


Frio no Mirante da Serra do Rio do Rastro
Passei no mirante, em Bom Jardim da Serra, para tirar fotos da Serra do Rio do Rastro iluminada. Eu saí na corrida da pousada e não havia levado casaco ou blusão. Saí apenas com uma camiseta de manga curta. A temperatura era de mais de 20ºC, em Lauro Müller...

Estrada da Serra do Rio do Rastro Iluminada
Estrada da Serra do Rio do Rastro Iluminada

O Mirante da Serra do Rio do Rastro fica, porém, a 1.430 metros de altitude. E o vento no local era intenso, difícil de tolerar. Eu era o único maluco que estava ali tirando fotos. Se quiser fazer o mesmo, leve um agasalho. Àquela altura, eram cerca de 21h e a sensação térmica era bem baixa...

Vista Noturna a Partir do Mirante da Serra do Rio do Rastro, em Bom Jardim da Serra
Vista Noturna a Partir do Mirante da Serra
do Rio do Rastro, em Bom Jardim da Serra
 

Passei, então, na Polícia Rodoviária, ao lado do mirante. Perguntei se eles já sabiam do deslizamento na pista, no início da subida, em Lauro Müller. Os policiais disseram que as rochas já estavam sendo removidas. Eles também agradeceram pela minha atenção.

Tamanho da Rocha que Deslizou, Comparando a Um Carro que Circulava na Serra do Rio do Rastro
Tamanho da Rocha que Deslizou, Comparando a
Um Carro que Circulava na Serra do Rio do Rastro


Descendo Novamente a Serra
Ao descer a Serra do Rio do Rastro, minutos mais tarde, o trânsito estava liberado. Vi o caminhoneiro que não conseguia subir, parado na lanchonete que vende DVDs, no início da subida. E os pedaços de rocha haviam sido amontoados nas laterais da pista.

Belas Paisagens na Serra do Rio do Rastro
Belas Paisagens na Serra do Rio do Rastro

Cheguei novamente à Pousada Coan, em Lauro Müller, por volta de 21h40. Quase 1h20 após ter deixado o local para me aventurar pela Serra do Rio do Rastro... A propósito: subir a serra à noite foi uma ideia do dono da Pousada Coan, quando conversávamos após o jantar.

Casa Construída em Lauro Müller,  na Base da Serra do Rio do Rastro
Casa Construída em Lauro Müller,
na Base da Serra do Rio do Rastro


Resumo da Aventura
Percorrer a serra à noite foi uma experiência de pura adrenalina! Dirigir de dia, por ali, já requer atenção. Há uma sequência sem fim de curvas. Muitas não permitem que você veja se vem alguém em sentido contrário. À noite, você, muitas vezes, só percebe isso, pela aproximação dos faróis.

Serra do Rio do Rastro: Local de Aventuras!
Serra do Rio do Rastro: Local de Aventuras!

Além desses motivos que exigem uma enorme atenção, houve ainda os dois imprevistos. O primeiro, foi o deslizamento em meio à pista, num ponto da estrada sem nenhuma iluminação. O segundo, um caminhoneiro que ficou preso numa curva, sem conseguir subir.

Uma das Pedras que Estava no Meio da Estrada  da Serra do Rio do Rastro, na Noite Anterior
Uma das Pedras que Estava no Meio da Estrada
da Serra do Rio do Rastro, na Noite Anterior


Contabilidade do Dia
Gasolina em Lauro Müller = R$ 50,00
Pousada Coan = R$ 50,00
Jantar na Pousada Coan = R$ 13,00
Gasto Diário = R$ 113,00

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design