sábado, 29 de junho de 2013

Raul Seixas: Início dos Anos 70

No início dos anos 70, Raul torna-se produtor da CBS. Leno, Jerry Adriani, Odair José, Ed Wilson, Renato & Seus Blue Caps gravam músicas suas. E as composições de Raul Seixas tornam-se hits na voz de outros artistas.

Raul Seixas no Início dos Anos 1970
Raul Seixas: Início dos Anos 70

Nessa época, Raul Seixas, lançaSociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10”. O projeto anárquico e inspirado em Frank Zappa não deu certo. A maior parte das letras foi mutilada pela Censura...

Em 1973, lança “Krig-ha, Bandolo!”. A autobiográfica “Ouro de Tolo” faz sucesso. Debocha do regime militar e do Milagre Econômico. Outros sucessos do disco: “Metamorfose Ambulante”, “Mosca na Sopa” e “Al Capone”.


Em 1974, Raul Seixas lança “Gita”. Raul e Paulo Coelho passam a promover a “Sociedade Alternativa”. Os dois acabam presos. O regime militar pensou que a Sociedade Alternativa era um movimento revolucionário armado...

Em 1975, Raul Seixas lança “Novo Aeon”, que traz a música “Tente Outra Vez”. O álbum não obteve, porém, sucesso. O sucesso ocorre com “Há 10 Mil Anos Atrás”, o álbum seguinte, lançado em 1976.

Veja também...
Raul Seixas: Precursor do Rock Brasileiro
Raul Seixas: Fim dos Anos 70 e Início dos 80

9 comentários:

Leonardo Brocker disse...

"BRock - O Rock Brasileiro dos Anos 80", Arthur Dapieve

Em 1968, Raul Seixas lançou "Raulzito e Os Panteras".
O fracasso do LP levou-o à produção.
O silêncio nos estúdios duraria até 1971.
Neste ano, Raul Seixas lançou um disco esquisitíssimo:
"Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10".
Miriam Batucada, Sérgio Sampaio e Edy Star participaram do LP.
Ele terminava com uma descarga de privada.
Cinco anos depois, os Sex Pistols causariam igual comoção.
Eles encerraram "Never Mind the Bollocks" com um peido.

Leonardo Brocker disse...

"BRock - O Rock Brasileiro dos Anos 80", Arthur Dapieve

Em 1972, ocorreu o 7o Festival Internacional da Canção.
Raul Seixas classificou duas músicas naquela edição:
"Eu Sou Eu, Nicuri é o Diabo" e "Let me Sing, Let me Sing".
Durante os ensaios, havia um tiete inglês dos Mutantes.
Richard David Court, ou simplesmente Ritchie.
Ele assistiu à performance de Raul Seixas.
E pensou estar delirando com algum ácido.
Ritchie viu aquele sujeito esquisito no palco.
E que começou a cantar em inglês.
Com um sotoque ainda mais esquisito.
A partir deste FIC, Raul tornou-se um ponto de referência.
Tanto para quem insistia em fazer rock no Brasil.
Quanto para quem ouvia nele as trombetas do apocalipse.

Leonardo Brocker disse...

"BRock - O Rock Brasileiro dos Anos 80", Arthur Dapieve

Em 1973, lançou o primeiro LP à vera: "Krig-ha, Bandolo".
Ali, estavam "Ouro de Tolo" e "Metamorfose Ambulante".
Além de "Al Capone" e "Mosca na Sopa".
É o melhor disco do proto-BRock.
Junto com "Loki?", de Arnaldo Baptista.

Leonardo Brocker disse...

+++ Como Vovó Já Dizia (Paulo Coelho, Raul Seixas) +++

A primeira gravação foi para a trilha sonora da novela "O Rebu" (1974).
Em 1975, a música apareceu no disco "Hollywood Rock".
Dele participaram Erasmo Carlos, O Peso, Raul Seixas e Rita Lee.

Outros artistas regravaram a música "Como Vovó Já Dizia":
+ Baseado em Blues: "Um Acústico Baseado em Blues" (2000);
+ Baseado em Blues: "Um Acústico Baseado em Blues - Ao Vivo" (2001);
+ De Falla: "DeFalla" (1988);
+ O Terço - Tributo a Raul Seixas (1999).

Leonardo Brocker disse...

+++ Não Pare na Pista (Paulo Coelho, Raul Seixas) +++

O primeiro registro faz parte do disco "Hollywood Rock" (1975).
"Não Pare na Pista" também aparece em diversas coletânias.
E faz parte da Trilha Sonora do filme de 2014 de Daniel Augusto:
"Não Pare na Pista: A Melhor História de Paulo Coelho".

Leonardo Brocker disse...

+++ O Rebu - Trilha Sonora da Novela (1974) +++

A Rede Globo exibiu a novela "O Rebu", em 1974.
Paulo Coelho e Raul Seixas participaram da Trilha Sonora.
Na época, os dois gravavam o disco "Gita".
Fizeram parte da Trilha Sonora de "O Rebu" as músicas:

01 - Como Vovó Já Dizia (Paulo Coelho, Raul Seixas)
02 - Porque (Paulo Coelho, Raul Seixas)
03 - Planos de Papel (Raul Seixas)
04 - Catherine (Paulo Coelho)
05 - Murungando (Raul Seixas)
06 - O Rebu (Paulo Coelho, Raul Seixas)
07 - Salve a Mocidade (Luiz Reis)
08 - Um Som para Laio (Raul Seixas)
09 - Se o Rádio Não Toca (Paulo Coelho, Raul Seixas)
10 - Água Viva (Paulo Coelho, Raul Seixas)
11 - Tema Dançante (Roberto Menescal)
12 - Vida a Prestação (Paulo Coelho, Raul Seixas)
13 - Senha (Paulo Coelho)
14 - Trambique (Adilson Manhães, João Roberto Kelly)

Leonardo Brocker disse...

+++ Disco "Documento" (1998) +++

O disco traz músicas inéditas e versões em inglês de sucessos.
Raul Seixas planejava gravar um disco só com músicas em inglês.
"Documento", na verdade, também reúne registros em português.
Mas são todos registros raros, que presenteiam os fãs de Raul.

Marco Mazzola produziu os discos de Raul Seixas a partir de 1973.
E "Documento" surgiu da reunião de registros em fita de 1974.
Na época, Raul Seixas gravou as fitas em quatro e oito canais.
Mazzola ouviu todo o material, separou-o e produziu o disco.

O produtor conseguiu aproveitar a voz e o violão de Raul Seixas.
E os instrumentais de Jackson do Pandeiro e Chiquinho do Acordeom.
Também conseguiu aproveitar as vozes do grupo Golden Boys.
E transferiu todo o material remanescente para 48 canais.

Mazzola precisou, porém, regravar os arranjos das músicas.
E conseguiu reunir a banda que acompanhava Raul Seixas:
+ Gustavo Schoeter - bateria;
+ Ivan Mamão - bateria;
+ José Roberto Bertrami - teclados;
+ Paulinho Comandante - bateria;
+ Paulo César - baixo;
+ Ricky Ferreira - violão e guitarra.

Leonardo Brocker disse...

+++ Disco "Documento": As Primeiras Seis Músicas +++

01 - "Love Is Magic" (Spacey Glow, Raul Seixas)
Composição em inglês, cuja letra original foi vetada.
No disco "Documento", surge com um arranjo de cordas novo.
A música "Love Is Magic" fez parte da Trilha Sonora do filme
"Não Pare na Pista: A Melhor História de Paulo Coelho" (2014).

02 - "Morning Train [O Trem das Sete]" (Raul Seixas)
Versão em inglês de Raul Seixas para "O Trem das Sete".
A música "Morning Train" tornou-se o hit do disco "Documento".
E ganhou um vídeoclipe com imagens de Raul Seixas nos EUA.
O cantor registrou a música "O Trem das Sete" em dois discos.
Primeiro, em "Gita" (1974). Depois, em "Metrô Linha 743" (1984).
O grupo O Terço regravou-a no disco "Tributo a Raul Seixas" (1999).
Zé Ramalho registrou "O Trem das Sete" em dois trabalhos.
Primeiro, no disco "O Grande Encontro", de 1996.
Dele participaram Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo.
Depois, gravou-a no disco "Zé Ramalho Canta Raul Seixas" (2001).

03 - "Faça, Fuce, Force" (Raul Seixas)
Música inédita, com letra e interpretação irreverentes.

04 - "Blue Moon of Kentucky" (Monroe)
Composição original em inglês, com a fusão de rock com baião.
Música incidental: “Asa Branca” (Luiz Gonzaga, Humberto Teixeira)

05 - "Orange Juice [S. O. S.]" (Raul Seixas)
Versão em inglês de Raul Seixas para "SOS".
Raul Seixas registrou "S. O. S." no disco "Gita" (1974).
A música faz parte da Trilha Sonora do filme Colegas (2012).
Elba Ramalho regravou "S. O. S." no disco "Baioque" (1997).
E Zé Ramalho, em "Zé Ramalho Canta Raul Seixas" (2001).

06 - "Check Up" (Raul Seixas)
Versão original da música, cuja letra a Censura vetou em 1973.
Raul Seixas registrou outra versão no disco "A Pedra do Gênesis" (1988).
A letra e a interpretação, nesta versão, são diferentes da versão original.
Marcelo Nova regravou "Check Up" com o Camisa de Vênus, em 2001.
O registro do grupo Camisa de Vênus está no disco "Tijolo na Vidraça".

Leonardo Brocker disse...

+++ Disco "Documento": As Últimas Sete Músicas +++

07 - "How Could I Know" (Raul Seixas)
Composição original em inglês.
O registro do disco "Documento" é idêntico à versão original.
A música entrou no repertório deviado ao valor histórico.
Raul Seixas gravou "How Could I Know" no disco "Krig Ha, Bandolo!" (1973).
Paulo Ricardo regravou a música no disco "Psico Trópico" (1991).
E Zé Ramalho registrou-a em "Zé Ramalho Canta Raul Seixas" (2001).

08 - "Rockixe" (Paulo Coelho, Raul Seixas)
Gravação inédita da parceria com o escritor Paulo Coelho.
Raul Seixas registrou "Rockixe" no disco "Krig Ha, Bandolo!" (1973).
O grupo O Terço regravou-a em "Tributo a Raul Seixas" (1999).

09 - "White Wings [Asa Branca]" (Luiz Gonzaga, Humberto Teixeira)
Versão em inglês de Raul Seixas para a música "Asa Branca".
Raul começou a gostar de "Asa Branca" nos anos 1950.
Na época, ele viajava com a família pelo interior da Bahia.
E acompanhava o pai, que inspecionava estações de trem.

10 - "Fools Gold [Ouro de Tolo]" (Raul Seixas)
Versão em inglês de Raul Seixas para "Ouro de Tolo".
Belchior registrou a música no disco "Cenas do Próximo Capítulo" (1984).
Caetano Veloso regravou "Ouro de Tolo" no disco "Marcianita" (1993).
O grupo Camisa de Vênus regravou a música em duas ocasiões.
Nos disco "Correndo o Risco" (1986) e "Bota pra Foder" (1990).
Jerry Adriani registrou a canção em "Doce Aventura" (1992).
Paulo Ricardo regravou "Ouro de Tolo" em "Rock Popular Brasileiro" (1996).
E Zé Ramalho colocou-a no disco "Zé Ramalho Canta Raul Seixas" (2001).

11 - "Let Me Sing, Let Me Sing" (Nadine Wisnen, Raul Seixas)
Composição original em inglês.
O registro do disco "Documento" é idêntico à versão original.
A música entrou no repertório deviado ao valor histórico.
"Let Me Sing, Let Me Sing" impulsionou a carreira solo de Raul Seixas.
A música chegou às finais do Festival Internacional da Canção de 1972.

12 - "Se o Rádio Não Toca" (Paulo Coelho, Raul Seixas)
Música Incidental “Al Capone” (Paulo Coelho, Raul Seixas)
Roberto Frejat toca guitarra nesta versão inédita da música.
A versão original entrou na Trilha Sonora da novela "O Rebu" (1974).

13 - "É Fim de Mês" (Raul Seixas)
A música ganhou novo arranjo, conservando apenas a voz de Raul Seixas.
O cantor registrou, originalmente, "É Fim de Mês" no disco "Novo Aeon" (1975).

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design