terça-feira, 28 de maio de 2013

Igrejas, Macaco e Ponte de Iraí

Deixei o Parque Osvaldo Cruz com a ideia de ir à Reserva Indígena. O que vi eram casas de madeira comum. Retornei, assim, para o centro de Iraí. Ali vi a Igreja Matriz e a Igreja Evangélica. Depois, segui à divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina.

Macaco em Quiosque na Estrada, em Iraí
Macaco em Quiosque na Estrada, em Iraí

Continuação de...
Parque e Balneário Osvaldo Cruz, em Iraí


Nutro um gosto especial pela história. Não que eu seja um estudioso do assunto. Apenas reconheço o valor do passado. As nossas raízes. A nossa cultura. A nossa história. E isso me faz sempre lamentar ao ver ou entrar em contato com os índios.

Longe de querer fazer qualquer discurso ufanista. Também não quero que os índios abram mão de uma razoável qualidade de vida. Porém, ver índios com camisa do Flamengo, causa jeans e antena parabólica me incomoda. É a negação extrema de uma cultura...

Macaco Próximo à Ponte da Integração, Iraí
Macaco Próximo à Ponte da Integração, Iraí

Talvez esse afastamento em relação às raízes seja mais claro entre os índios. Os negros, de uma forma ou de outra, buscam resgatar as suas origens. Por vezes, de forma caricata, é bem verdade. Os índios parecem, porém, querer se livrar de sua cultura...

Deixei rapidamente a área da reserva e retornei ao centro de Iraí. As opções eram escassas. Na cidade era feriado. Assim, muitos prédios estavam fechados. Contentei-me em fotografar a fachada da Igreja Matriz e da Igreja Evangélica.

Igreja Matriz de Iraí
Igreja Matriz de Iraí


Ponte da Integração e Macaco

Também não tive sorte no Centro de Informações Turísticas. Parti em direção à divisa com Santa Catarina. A Ponte da Integração, sobre o Rio Uruguai, liga os dois estados. Tem 1.003 metros. O Restaurante Panorâmico, no lado gaúcho, oferece um bela vista do local...

Fiquei uma meia-hora revisando anotações e tirei fotos de um macaco. Haviam me dito que o Centro de Informações abriria as 14h. E como eram só 13h15, precisava passar o tempo. Tentei ligar para o Parque do Turvo e meu telefone estava sem sinal.

Ponte da Integração, RS e SC
Ponte da Integração, RS e SC


Tentativa de Contato com o Parque de Turvo

Retornei ao centro de Iraí, mas o Centro de Informações permanecia fechado. Consegui ligar para o Parque do Turvo. Fui informado que o nível do rio estava muito alto. Assim, as quedas do Salto do Yucumã não podiam ser vistas. Tive de desistir da visita local.

Planejei uma viagem de 9 dias, cujo ponto alto seria o Yucumã. E ter de desistir do local é um golpe forte. A funcionária do parque disse que a melhor época para visitar é, no verão. Terei de planejar isso e fazer uma viagem contemplando só o Yucumã...

Macaco em Iraí, Perto da Divisa com SC
Macaco em Iraí, Perto da Divisa com SC


De Iraí para Erechim

Deixei Iraí em direção a Planalto. Até lá são 34 km. Os 13 primeiros, em estrada de chão. De Planalto, segui para Erechim, passando por Nonoai. Ali, enchi o tanque. No caminho para Erechim, passei ainda por São Valentim e Barão do Cotegipe.

Os hoteis em Erechim são mais caros. Acabei, por acaso, achando a Pousada Central, do Luciano. As acomodações são bem modestas. O suficiente, porém, para tomar um banho e descansar um pouco. Por quase 3h o Luciano, uma amiga dele e eu ficamos batendo papo...

Contabilidade do Dia
Gasolina no Posto da Colina, em Nonoai
Bolachas em Erechim = R$ 2,78
Pousada Central = R$ 40,00
Total = R$ 107,28

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design