segunda-feira, 6 de maio de 2013

Festa Nacional da Música: Sandra Sá: "Olhos Coloridos"

Após a sensação da apresentação do Falcão, a Festa Nacional da Música perdeu um pouco em animação. E isso já era esperado. Mas logo, logo a cantora Sandra de Sá foi intimada a subir no palco. E então, o swing soul tomou conta do salão. A plateia cantou junto o hino “Olhos Coloridos”...

Sandra de Sá, na Festa Nacional da Música 2012
Sandra de Sá, na Festa Nacional da Música 2012

Falcão deixou o palco, cedendo espaço a uma dupla sertaneja. Não lembro o nome dessa dupla. Mas três coisas chamaram a atenção. Os dois eram negros, cariocas e tocavam trompete. Tudo completamente diferente das duplas habituais. E, talvez por isso, o som dos caras era até “passável”...

Continuação de...
Festa Nacional da Música: Falcão - "Holiday Foi Muito", "A Multa" e "Atirei o Pau no Gato"


Gabriel Moura e Sandra de Sá

Depois subiu ao palco uma mina – nem tão mina assim – e tocou Agora Só Falta Você”, da Rita Lee, na guitarra. Então, veio Gabriel Moura cheio de marra. Tipo Ivo Meirelles. Cantou a música “Stylo Ralé”, de sua autoria. A música fez parte da trilha sonora do filme “Até que A Sorte nos Separe”.


De repente, o cara desceu do palco cantando. Começou a caminhar entre as mesas. E disse que um sambista não podia deixar de cantar um samba. Cantou “Não Deixe o Samba Morrer” e convocou alguém na plateia. Achei que era da Velha Guarda. Eis que Sandra de Sá, incógnita por um gorro, sai cantando a música...


Thiago Thomé, Glad Azevedo, Macau, Sandra de Sá

Após o improviso com a Sandra de Sá, um cantor baiano apresentou “Falso Tchau”. Então, Thiago Thomé toma conta do palco. O carioca teve o seu primeiro trabalho lançado em 2012. Sua música de trabalho, chamada “Da Pele Preta”, fala de traços negros típicos: “Olhos escuro, nariz chato, cabelo duro”.


O primeiro disco de Thiago Thomé foi dirigido por Sandra de Sá. Ele convidou a sua “madrinha”, além do sambista, D’ Black, Macau e Glad Azevedo. Juntos entoaram o hino “Olhos Coloridos”. Foram 20 minutos de música. Depois, cantaram “Sossego” e “Casa Nova”. A última creio que seja uma música de Glad...


É claro: o agito com Sandra de Sá e companhia foi o auge da segunda noite. E bem que poderia ter sido o último show. Assim, tudo acabaria numa euforia tipo a vista na véspera. Porém a Festa Nacional da Música 2012 ainda reservava alguns shows. Nenhum que acrescentasse algo ao visto até o momento.


Encerramento da Festa Nacional da Música

Passaram pelo palco ainda Gabriel, um saxofonista que tocou músicas de Guilherme Arantes. Julinho cantou o tema da Festa Nacional da Música de 2008. E Nell Filho cantou e tocou “Dust in The Wind”, do grupo Kansas. O gaúcho Gelson Oliveira, parecido com Milton Nascimento, fechou a noite e o evento.


Só esperava que a apresentação de encerramento fosse mais impactante... E fiquei decepcionado por não ter visto os shows de Roupa Nova, Joanna, Michael Sullivan e Paulo Massadas. Os nomes que mais chamaram minha atenção na lista de participantes só tocaram no evento fechado...

2 comentários:

Macau disse...

Correções na matéria:
1. Quem chamou Sandra de Sá ao palco não foi Gabriel Moura e sim Vitor Art;
2. O autor de "Olhos Coloridos é o MACAU;
3. Os autores da canção CASA NOVA são: Sandra de Sá, Macau, Glad Azevedo e Hanna Lima.

Leonardo Brocker disse...

Que honra, Macau!

Agradeço muito pelas correções feitas.
Elas ficarão aqui registradas!

Aproveito para parabenizar pela excelente apresentação que vocês fizeram.
Foi uma das mais contagiantes da Festa Nacional da Música.
Certamente, a apoteose da segunda noite.

Abraço

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design