sexta-feira, 24 de maio de 2013

Ametista do Sul, Rio Grande do Sul

Fica no noroeste do RS, a 28 km de Frederico Westphalen e de Iraí e a 450 km de Porto Alegre. Ametista do Sul é considerada “capital mundial da pedra ametista”. E oferece vários atrativos relacionados à pedra preciosa.

Túnel Dentro da Mina, no Ametista Parque
Túnel Dentro da Mina, no Ametista Parque 


Nos garimpos, Ametista do Sul encontra a sua identidade. Os agricultores que colonizaram a região encontraram as primeiras pedras na década de 1930. E com o fim da II Guerra Mundial o interesse pela exploração aumentou.

Em Ametista do Sul são extraídas quase 2 mil toneladas de pedras por ano. As principais são ametista, topázio e ágata. Cerca de 90% das pedras preciosas e semipreciosas é exportada. Principalmente, para China e Taiwan.

Pedras no Interior da Igreja de Ametista do Sul
Pedras no Interior da Igreja de Ametista do Sul


Ametista, na Mitologia

A mitologia grega conta que Baco quis se vingar de uma ofensa. E jurou de morte o primeiro ser que encontrou. Este ser foi a ninfa Ametista. 

Para se salvar, ela buscou a proteção de Diana, que a transformou em uma pedra branca e pura. Arrependido, Baco rendeu-lhe homenagem derramando vinho sobre seu corpo.


Atrativo de Ametista do Sul

Dois lugares destacam-se em Ametista do Sul. A Igreja de Ametista fica na praça central. E tem as paredes internas cobertas por ametistas. Outro lugar interessante é o Ametista Parque.

Mesa de Pedra, no Shopping das Pedras
Mesa de Pedra, no Shopping das Pedras

No parque, você conhecerá o acervo de pedras raras. Poderá visitar a antiga mina, passando por galerias subterrâneas de 200 metros de profundidade. A visita acaba na loja, onde você poderá comprar lembranças de pedras.


Atrações de Ametista do Sul

Igreja São Gabriel, a Igreja das Pedras, Símbolo de Ametista do Sul
Igreja São Gabriel, a Igreja das Pedras,
Símbolo de Ametista do Sul

Distâncias
Caxias do Sul – 380 km
Chapecó – 90 km
Curitiba – 580 km
Florianópolis – 650 km
Gramado – 440 km
Passo Fundo – 170 km
Pelotas – 600 km
Rio de Janeiro – 1.425 km
Santa Maria – 310 km

1 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ A Origem do Rio Grande do Sul +++

O Memorial do Rio Grande do Sul fala sobre a origem do RS.
Ou seja: as Missões Jesuíticas.
Historiadores comentam sobre a Guerra Guaranítica.
E o massacre dos índios.
Um dado reafirma este episódio como marco fundador.
Porto Alegre surge da espera dos açorianos pelo fim da guerra.
Afinal, os imigrantes povoariam a região missioneira.
Após a expulsão dos índios.
Enfim: a Guerra Guaranítica gerou Porto Alegre.

Fonte: “Viva o Centro a Pé”, Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, 2014.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design