quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Sacsayhuaman, Cusco

A 2 km de Cusco, Sacsayhuman é um dos mais impressionantes sítios arqueológicos do mundo. Reconhecido pela Unesco como patrimônio da humanidade, ainda tem sua interpretação envolta em mistério. Acredita-se que, em 1536, ali ocorreu a batalha que fez ruir o império inca.

Muralhas Ciclópicas, em Sacsayhuaman, em Cusco
Muralhas Ciclópicas, em Sacsayhuaman

Do topo do morro íngreme onde se localizam essas ruínas, pode-se ver todo o vale de Cusco. Em direção sudeste, vê-se ao longe a crista de montanhas. Elas levam à falha geológica de Titicaca, local de onde vieram os ancestrais, fundadores de Cusco.

Sacsayhuaman, em quechua, significa ”lugar onde se sacia a águia”. O local foi definido, erroneamente, como uma “fortaleza inca”. Na verdade, era um importante centro ritual e cerimonial. E era integrado por praças, passagens subterrâneas e fontes.

Close das Muralhas Ciclópicas, Sacsayhuamanem Cusco
Close das Muralhas Ciclópicas, Sacsayhuaman

O puma era considerado um animal sagrado pelos incas. E segundo alguns intérpretes, Sacsayhuaman representaria a cabeça do puma. O corpo seria formado por parte da cidade de Cusco. Estes traços teriam sido ordenados por Pachacutec, na refundação imperial de Cusco.

Assim, a construção, iniciada por Pachacutec no século XV, foi concluída só no século XVI. Erguida em estilo ciclópico, seus gigantescos blocos de pedra ultrapassam 100 toneladas e 9 metros de altura. Foram talhados em rocha calcária, possivelmente com desgaste químico por ácidos.

Ruínas de Sacsayhuaman, em Cusco
Ruínas de Sacsayhuaman, em Cusco


O complexo de Sacsayhuman é composto de cinco setores:
1 – Três muralhas ciclópicas, dispostas em alinhamento paralelo, em zigzag, ao longo de 541 metros;

2 – Fica na parte mais alta do complexo. Abrigava 3 torres: Muyumarca, Sallamarca e Paucamarca. Elas foram derrubadas pelos espanhóis;

Tobogã de Pedra, em Sacsayhuaman, Cusco
Tobogã de Pedra, Sacsayhuaman

3 – Esplanada: localizada ao norte das muralhas. Conhecida como “planície das lanças” ou Chuquipampa, ali ocorre a cerimônia do Inti Raymi;

4 – Lembra um “casco de tartaruga”. No lado leste, há rochas em forma de tobogã. No oeste, havia terraços para plantio. E entre esses dois extremos, ficava o chamado “trono inca”;

5 – Círculo, localizado atrás do “casco de tartaruga”. Provavelmente, o local era um observatório celeste.

Uma das Entradas de Sacsayhuaman, em Cusco
Uma das Entradas de Sacsayhuaman

Entra-se só com o Boleto Turístico.
Adaptado do livro “Machu Picchu e Festa do Sol”, do professor Rualdo Menegat.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design