sábado, 8 de setembro de 2012

Terceiro Ato do Inti Raymi: Sacsayhuaman

O terceiro ato é o mais importante e mais longo do Inti Raymi. Ele ocorre na esplanada de Sacsayhuaman. Inicia com o som de pututos (berrantes feitos de chifre ou concha).

Acllas, em Sacsayhuaman, Cusco
Acllas, em Sacsayhuaman, Cusco


Sinchi e outros quatro oficiais da guarda seguem até usnu. E a partir desta plataforma cerimonial, no centro da esplanada, verificam se está tudo em ordem. E comandam a entrada dos demais personagens.

Sacerdote no Terceiro Ato do Inti Raymi
Sacerdote no Terceiro Ato do Inti Raymi


O exército entra, seguido por delegações dos quatro cantos do império, a saber: Chinchasuyom, Collasuyo, Antisuyo e Contisuyo. Um chasqui anuncia com um toque de pututo que o Inca está prestes a chegar.



Então, surge o Inca, recebido por Sinchi e a guarda. Eles acompanham-no até usnu, onde ele acena para o exército e o povo. A seguir, o Inca ouve os relatórios de cada chefe.

Terceiro Ato do Inti Raymi, Sacsayhuaman
Terceiro Ato do Inti Raymi, Sacsayhuaman


Willaq umu, o sumo sacerdote, inicia o “Ritual da Chicha”. O Inca oferece a chicha, bebida feita de milho, ao Sol. Em seguida, derrama-a em uma taça, brindado a seu Deus.



O “Ritual do Fogo Sagrado” inicia quando willaq umu acende o fogo. Então, a moça Willka kamayoq, responsável por manter o fogo sagrado, acende o fogo central da esplanada. E os mensageiros acendem as suas tochas.

Inti Raymi: O Toque de Conchas
Inti Raymi: O Toque de Conchas

A seguir, o “ponto alto” do Inti Raymi: o sacrifício da lhama. Tarpuntay, um sacerdote, ordena que tragam a lhama até usnu. O sumo sacerdote ergue a tumi (faca cerimonial) para o Sol. E abre a lhama, para retirar seu coração.



Então, o sacerdote reconhece a força do animal abatido. E tenta adivinhar o futuro a partir do sangue derramado durante o ritual. E, na sequência, com visível demonstração de satisfação, confirma a coragem no fogo central.

A Festa do Sol, em Sacsayhuaman
A Festa do Sol, em Sacsayhuaman

Vendo a fumaça, willaq umu fica satisfeito com os bons presságios. O Inca também fica satisfeito. E dessa maneira, o Inti Raymi encerra-se, com uma demonstração de fogos.


Veja também

Adaptado de “Machu Picchu e Festa do Sol”, do professor Rualdo Menegat.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design