sexta-feira, 20 de julho de 2012

Viagem ao Peru: Despesas Gerais

Não costumo viajar em excursão. Prefiro viajar por conta. Seja pela maior liberdade, seja pelos menores custos. Esta excursão, porém, mostrou-se diferente desde o início. Em primeiro lugar, o grupo seria bem reduzido. A previsão era, de no máximo, 15 pessoas. No fim, éramos apenas 10! Esse grupo reduzido contribuiu para diminuir a dispersão e aumentar a interação entre os seus membros. Isso foi fundamental para o melhor proveito da viagem.

A Bela Fuente de la Vida, Circuito Magico de las Aguas, Lima
A Bela Fuente de la Vida, 
Circuito Magico de las Aguas, Lima

Isso também nos leva ao segundo motivo que me fez viajar em grupo: não teríamos um guia. Nosso grupo seria acompanhado pelo professor Rualdo Menegat, um renomado geólogo. Quer dizer, nada melhor que conhecer Cusco, o Vale Sagrado e Machu Picchu com alguém que sabe muito sobre aquele relevo... Sobre aquele terreno... O nosso cicerone já esteve várias vezes lá. Conhece todos esses lugares como poucos. E está concluindo um livro sobre esses locais...

Escadaria do Convento  de la Merced, em Cusco
Escadaria do Convento 
de la Merced, em Cusco

A viagem, em um primeiro momento, pareceu-me cara. Considerando as razões que registrei acima, esse valor acabou não assustando tanto. E após ter retornado, eu poderia dizer que há, ao menos, duas razões para terem tornado essa viagem extremamente compensadora. Um é o comportamento exemplar do Rualdo. O outro, foram os dois dias extras que tivemos em Lima, por conta da TACA, a companhia aérea.


O Rualdo e A TACA

O Rualdo, além do profundo conhecimento sobre as regiões visitadas, mostrou-se um ótimo companheiro de viagem. Sempre de alto astral, tinha “trânsito fácil” com todos no grupo. Por fim, resolveu inúmeros perrengues. Talvez um guia, um agente de viagens ou um operador não teria destrinchado as questões de forma tão bem sucedida. Basta dizer que sem a atuação firme e sempre presente do Rualdo não teríamos conseguido os ingressos para Machu Picchu e o Inti Raymi...

Outra questão que o Rualdo destrinchou foi a envolvendo a TACA. Na ida de Porto Alegre a Lima, o avião apresentou problemas hidráulicos. E tivemos de pousar em Asuncion, Paraguai. Ali nós passamos um dia. O Rualdo ponderou que perdemos um dia de viagem em Lima. Após idas e vindas, conseguiu que a TACA nos compensasse pagando três diárias no Meliã Lima. Além das diárias, tivemos todas as refeições incluídas e o transfer de ida e volta ao aeroporto... 


Momento Histórico no Paraguai... 

Pois bem, a viagem partiria dia 16 de junho, com retorno para o dia 26 do mesmo mês. Com a compensação da TACA, retornamos no dia 28. E tivemos dois dias de rei em Lima! Além disso, estivemos em Asuncion em um momento de extrema importância para a história do Paraguai. Naqueles dias, estavam ocorrendo os conflitos entre os campesinos e a polícia. Isto resultou no impeachment do presidente Lugo, fato que pode reforçar o regime democrático no país...

Basílica Catedral de Lima, Peru
Basílica Catedral de Lima

Sei: as coisas poderiam ter apresentado um desfecho bem diferente. Por sorte, elas acabaram de forma extraordinária! Irei registrar alguns dos perrengues que enfrentamos. Porém, isso eu farei depois. Ao longo dos relatos, nas postagens que virão pela frente. De momento, vamos às despesas que eu tive ainda em Porto Alegre. Isso antes do avião decolar para Lima. Ou melhor: para Asuncion...


Despesas de Viagem

Valor total = U$ 3.461,00 ou R$ 6.555,21 (no dólar daquele momento).

A taxa de embarque (U$ 90,00) e o ingresso do Inti Raymi (U$ 150,00) foram cobrados à parte. Para facilitar os cálculos e a compreensão, somei às outras despesas, chegando ao valor total. O valor total incluía:

Acompanhamento do professor Rualdo Menegat, desde Porto Alegre;
Voos Porto Alegre – Lima e Lima – Porto Alegre;
Voos Lima – Cusco e Cusco – Lima;
Taxas de embarque;
Transfer (ida e volta), do aeroporto para os hotéis, em Lima e Cusco
Nove diárias, com café da manhã, em hotéis 3 ou 4 estrelas;
Passeios em van privativa, com guias locais (Lima, Cusco, Vale Sagrado);
Boleto Turístico, em Cusco;
Transfer de Cusco para Ollantaytambo (ida e volta, com guia na ida);
Ingresso do trem de Ollantaytambo para Aguas Calientes (ida e volta);
Ingresso para Machu Picchu (1º dia);
Guia em Machu Picchu;
Ingresso para a Festa do Sol (Inti Raymi);
Transfer par a Festa do Sol, com guia.

Veja aqui as considerações sobre os hoteis em que ficamos hospedados.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design