quinta-feira, 5 de julho de 2012

Praça João Correa, Canela

O Que É?
Praça localizada no centro de Canela.

Onde Fica?
Avenida Osvaldo Aranha.

Praça João Correa, no Centro de Canela
Praça João Correa, no Centro de Canela
 
Por Que Conhecer?
No local onde fica hoje a Praça João Correa, concentrava-se a maior quantidade de caneleira, a árvore que deu nome à cidade. A praça é um ponto de referência. Em torno dela, concentram-se os bancos, os bares e restaurantes. Além do Teatro Municipal. Na Praça João Correa também há um palco onde ocorrem apresentações musicais e teatrais. O local sempre é decorado nas principais festas, como Páscoa e Natal.

Veja também...
As Crianças e O Festival de Teatro de Bonecos
Auto de Natal em Canela
O Melhor do Só Rindo: Festival de Teatro de Bonecos

Show de Renato Borghetti, na Praça João Correa
Show de Renato Borghetti, na Praça João Correa

Dica do Guasca
O Centro de Informações Turísticas de Canela fica em frente à Praça João Correa, no Largo da Fama, 227. O local oferece material de apoio turístico e mapa da cidade. É um ótimo lugar para se começar a explorar a cidade. Fica aberto diariamente das 8h às 19h.

Menino Everaldo e Duca Leindecker, na Praça João Correa, Canela
Menino Everaldo e Duca Leindecker

Relato
No período em que estive em Canela, na semana da Páscoa, quase todos os dias havia apresentações na Praça João Correa. Assisti a três musicais. No dia 6, assisti a uma apresentação do grupo vocal Bocallis, que reuni cantores e músicos de Canela e Gramado. A maioria das músicas era de compositores eruditos. Destaque para:
* “Jesus Alegria dos Homens”, da Cantata 147, de Johann Sebastian Bach;
* “Ode à Alegria”, da IX Sinfonia, de Ludwig van Beethoven;
* “Aleluia”, de O Messias, de Georg Fridrich Haendel.

Grupo Bocallis, na Praça João Correa, Canela
Grupo Bocallis, na Praça João Correa, Canela

No dia 7 de abril, assisti a uma apresentação do compositor gaúcho Renato Borghetti, o Borguetinho. Já havia assistido ao mesmo show seis meses antes, no Memorial da América Latina, em São Paulo. O nível dos músicos é excelente. E os solos de gaita ponto, flauta e violão são fabulosos.
Pedrinho Figueiredo e Renato Borghetti, na Praça João Correa, em Canela
Pedrinho Figueiredo e Renato Borghetti

O mais incrível é que, mesmo gratuita, a apresentação de Canela não tenha atraído tanta gente. Isso que os caras são aqui do Sul. Em Sampa, o ingresso teve um valor simbólico. Se não me engano, algo em torno de R$ 15,00. Realmente, o brasileiro não sabe dar valor à música instrumental. No caso, música instrumental de qualidade.

Renato Borghetti e Daniel Sá, na Praça João Correa, em Canela
Renato Borghetti e Daniel Sá

Dia 8 de abril, assisti à apresentação da banda Menino Everaldo. Eles cantaram algumas composições próprias. Mas o grosso do repertório era de outras bandas, como U2 e Oasis. Cantaram uma música da Legião Urbana em lembrança ao Renato Rocha, que participou como baixista nos primeiros três discos da banda. Se não me engano, cantaram "Ainda é Cedo".
Duca Leindecker, Vocalista do Cidadão Quem, na Praça João Correa, em Canela
Duca Leindecker, Vocalista do Cidadão Quem

Mas a grande atração do dia 8 foi Duca Leindeicker, vocalista da banda gaúcha Cidadão Quem. A banda, surgida em meados dos anos 80, fez bastante sucesso no Sul, principalmente nos anos 90. Duca Leindecker cantou com o Menino Everaldo alguns dos sucessos do Cidadão Quem. E músicas da dupla Pouca Vocal, parceria de Duca com Humberto Gessinger.

Duca Leindecker e Menino Everaldo em Show, na Praça João Correa, em Canela
Duca Leindecker e Menino Everaldo em Show, 
na Praça João Correa, em Canela

Contabilidade
Sem custos.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design