terça-feira, 17 de julho de 2012

Paraguai: Visita Não Intencional

A minha ida ao Paraguai foi completamente não intencional! Eu peguei um voo em Porto Alegre para Lima, no Peru. Devido a um problema hidráulico, pousamos em Asuncion. Isso após sobrevoarmos a região próxima à capital paraguaia por 40 min, para diminuir o combustível. Assim, o avião estaria menos pesado ao tocar a pista...

Fachada do Pantéon de los Héroes, em Asuncion, Paraguai
Fachada do Pantéon de los Héroes, em Asuncion
 
Estrutura Reduzida da TACA no Paraguai

É claro: só ficamos sabendo dos detalhes quando já estávamos no aeroporto. Apesar de nós passageiros termos sido os maiores prejudicados, em alguns momentos chegou a dar pena do pessoal da TACA. Afinal, a estrutura da companhia é bem reduzida, no Paraguai. Ao menos foi com essa impressão que fiquei...

Lembro-me de uma das funcionárias, com fortes traços indígenas, que de tão simples, parecia ingênua. Ela e um jovem e obeso rapaz, sempre secando o suor que insistia em escorrer da testa, eram os responsáveis pelas informações. Os dois pareciam até bem intencionados. O problema é que não sabiam informar nada. E isso só contribuía para aumentar o nervosismo de todos...

Escadarias no Interior do Cabildo, em Asuncion, Paraguai
Escadarias no Interior do Cabildo, Asuncion


Caímos de "paraquedas" em Asuncion

Então, a péssima notícia! Teríamos de passar um dia em Asuncion. A TACA não faria os ajustes na aeronave em pouco tempo. Também não seria possível deslocar uma outra aeronave e acomodar todos os passageiros em voos de outras companhias...

Viajávamos entre 11 pessoas, rumo a Machu Picchu. E éramos liderados pelo Rualdo, um geólogo. Desde o início, ele mostrou-se muito atuante. Esgotadas as tentativas de acomodar o grupo em outros voos, buscou-se uma forma de compensar a perda de um dia em Lima. A TACA disse que não haveria problemas...

Vitral no Interior do Pantéon  de los Héroes, em Asuncion, Paraguai
Vitral no Interior do Pantéon 
de los Héroes, em Asuncion

De qualquer forma, havíamos “caído de paraquedas” na capital do Paraguai. A TACA transferiu todos os passageiros para o Sheraton. Pagou o transfer de ida e volta entre aeroporto e hotel. E as três refeições que faríamos. Todas no próprio Sheraton. 

Restava-nos aproveitar a situação da melhor maneira possível. A questão é que ninguém no grupo havia lido qualquer coisa que fosse sobre o Paraguai... 


Acomodação no Sheraton e Saída para o Centro de Asuncion

Chegamos ao Sheraton de Asuncion, pouco após as 12h, do dia 16/06/12. Não havia quartos disponíveis, pois o check-in era somente às 15h. Durante o almoço, dei uma folhada em um pequeno guia que havia levado. Ele falava resumidamente sobre os países da América do Sul. Dentre eles, o Paraguai.

Farmacia de la Catedral, em 1905, em Asuncion, Paraguai
Farmacia de la Catedral, Asuncion, em 1905

O almoço só foi servido após as 13h. E acabamos de almoçar por volta das 14h. Naquele momento, não havia ainda previsão de quartos. Talvez dentro de uma hora. Talvez um pouco mais... Talvez um pouco menos... O Roberto - um dos colegas de viagem - sugeriu que deixássemos as bagagens no hotel e explorássemos a cidade...

Eram quase 15h, quando consegui convencer meus pais a deixar a coisas na recepção e partimos de táxi para o centro de Asuncion. O Roberto havia partido um pouco antes com sua mãe, a Dulce. Combinamos de nos encontrar em frente ao Palacio de López. Dali começaríamos a explorar a cidade...

Altar do Pantéon de los Héroes, em Asuncion, Paraguai
Altar do Pantéon de los Héroes

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design