sábado, 28 de julho de 2012

Circuito Mágico das Águas, Lima

O que é?
Parque que abriga 13 fontes de água, embelezadas por luzes coloridas.
Aberto de 4ª a domingo, das 15h às 23h.

Onde fica?
Parque de la Reserva, Lima.

Fuente de la Ilusión, Circuito Magico de las Aguas, Lima
Fuente de la Ilusión, Circuito Magico de las Aguas

Por que conhecer?
A principal razão são as 13 belas fontes de água. Se bem que o ponto alto é mesmo assistir ao espetáculo na Fuente de la Fantasia. Ele ocorre sempre às 19h15, 20h15 e às 21h30. Além de ir ao Circuito Magico de las Aguas vale à pena conhecer um pouco sobre a história do local. No caso, sobre a história do Parque de la Reserva...


O Parque de la Reserva já fez parte do Parque de La Exposición. Em 1926, o engenheiro Alberto de Jaxas Jochamowitz. E o engenheiro teria a função de coordenar o projeto e a construção do segundo grande parque de Lima. A comissão também era formada pelo arquiteto Claudio Sahut, pelo pintor José Sabogal e os escultores Daniel Casafranca e Daniel Vásquez Paz.

Fuente Laberinto del Ensueño, Circuito Magico de las Aguas, Lima
Fuente Laberinto del Ensueño

O parque foi finalmente inaugurado dia 19 de fevereiro de 1929. E foi batizado com o nome de Parque de la Reserva em homenagem aos reservistas da Guerra do Pacífico. Durante a guerra, eles defenderam a cidade de Lima e participaram das batalhas de San Juan e Miraflores. Estes locais foram usados como guarnição para o exército peruano.

Fuente de las Tradiciones, Circuito Magico de las Aguas, Lima
Fuente de las Tradiciones

Hoje considerado Ambiente Urbano Monumental e Patrimônio Histórico da Nação, o Parque de la Reserva é a porta de ingresso ao Centro Histórico de Lima. De acordo com o Guinness Book, o Circuito Mágico del Agua é considerado o maior complexo de fontes em um parque público.


Dica do Guasca
O Circuito Mágico das Águas é uma das atrações imperdíveis de Lima. A outra é o Museo Larco Herrera. A diferença é que Circuito Mágico das Águas fascina desde crianças até idosos. Não há como não ficar vidrado durante o belo espetáculo da Fuente de la Fantasia!

Fuente Mágica, Circuito Magico de las Aguas, Lima
Fuente Mágica, Circuito Magico de las Aguas

A sincronia das fontes de água com as luzes, a música e as imagens é hipnotizante. Você ouvirá, desde a IX Sinfonia de Beethoven, até música típica peruana. Você verá desde a esguia bailarina com seu perfeito balé, até um casal dançando alegremente os ritmos locais...


O parque conta com outras 12 fontes, além da Fuente de la Fantasia. Dentre elas, a que talvez mais desperte a curiosidade do público seja a Funte Túnel de las Sorpresas. Trata-se de um belo túnel de água pelo qual você passa e corre o risco de tomar um banho.

Fuente Túnel de las Sorpresas, Circuito Magico de las Aguas, Lima
Fuente Túnel de las Sorpresas

Foi exatamente isso o que aconteceu com uma criança que resolveu colocar a mão em um dos esguichos de água. Ela e a mãe saíram dali molhadas... Mas essa é a graça da brincadeira...

Assista a mais vídeos do Circuito Mágico das Águas.


Contabilidade
Ingresso = 4 solis.
Táxi do Larcomar ao Circuito Magico de las Aguas = 10 solis.
O Ricardo, colega de viagem, pagou o táxi na ida.
Eu paguei na volta, também 10 solis, até o hotel, em Miraflores.

4 comentários:

Gabriel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabriel disse...

Gosto muito de seu site que é perfeito para quem gosta de turismo e de conhecer novos lugares... Qualquer coisa poderia fazer uns posts sobre nossa Serra de Macaé (odeio a cidade) que é magnífica. As ilhas também são cartão postal daqui. Rio das Ostras também é maravilhoso... O site está nos meus favoritos aqui... Continue esse trabalho muito bem feito... parabéns!

Leonardo Brocker disse...

Obrigado pela contribuição, Gabriel!

Conheci a serra do RJ em janeiro de 2011. A época estava longe de ser a mais favorável a uma melhor exploração do local. Na ocasião, a região sofria com as fortes chuvas.

Para subir ao Sana, por exemplo, consultei a polícia, os bombeiros, além de moradores locais. A Serra dos Órgãos não consegui conhecer...

Quer dizer, eu não consegui explorar essa região como gostaria... Certamente, uma ótima razão para retornar por lá...

Abraço

Gabriel disse...

É, a região serrana (Nova Friburgo, Petrópolis, Teresópolis...) sofreram demais com essas chuvas do ano passado. Percebo que se em Nova Friburgo chovesse um pouco mais ao sul, teríamos tragédias em Macaé ou em sua região serrana, já que o Rio Macaé nasce lá em Nova Friburgo. (Se chovesse demais e o Rio Macaé enchesse demais poderia arrasar meu distriro favorito de Macaé: Bicuda Grande e Bicuda Pequena)...

Abraços... (E Nunca vou me cansar de dizer: Parabéns pelo Blog)

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design