quinta-feira, 7 de junho de 2012

Show de Tango no Café Tortoni, em Buenos Aires

Na manhã do dia 05/02/10, circulamos ao redor da Plaza de Mayo, repassando as principais instituições que ali se encontram. À tarde, conhecemos as embaixadas da França e do Brasil, na Recoleta. E depois, a Livraria El Ateneo. Para fechar o dia com chave de ouro, uma bela apresentação de tango no mais famoso café de Buenos Aires, o Tortoni.

Show de Tango no Café Tortoni, em Buenos Aires
Show de Tango do Café Tortoni

Continuação de...
Livraria El Ateneo, Templo e Colégio, em Buenos Aires


Tortoni, O Café de Grandes Personalidades

O Gran Café Tortoni é uma atração imperdível de Buenos Aires! Mais do que isto: o Tortoni faz parte da história da Argentina. Em 1810, foi proclamada a Independência da Argentina. Em 1858, foi inaugurado o Tortoni. Poucas casas são tão antigas quanto ele. 

Alfonsina Storni: Homenagem no Café Tortoni, em Buenos Aires
Alfonsina Storni: Homenagem no Tortoni

Não bastasse sua longevidade, o café possui grande importância cultural. De tão assíduo frenquentador, o escritor Jorge Luis Borges tinha uma mesa no café. Albert Einstein também frequentou o Tortoni...

Frequentadores Ilustres do Gran Café Tortoni, em Buenos Aires
Frequentadores Ilustres do Gran Café Tortoni


A Decoração Original é Mantida!

O local pode até não ter mais o glamour do início do século passado. E seu público certamente é menos elitizado que há cem anos. Mesmo assim, o Tortoni zela por seu nome e se mantém como um dos melhores cafés da cidade. 

Antiga Decoração é Conservada no Balcão do Café Tortoni, em Buenos Aires
Balcão do Café Tortoni:
Antiga Decoração é Conservada

A casa também mantém a antiga decoração. As mesinhas circulares, os armários e os balcões. O antigo relógio. Os quadros – alguns nem tão antigos... Os lustres. As fotos dos fins do século XIX. Tudo isso confere ao ambiente um ar aconchegante...

Fotos Antigas no Café Tortoni, em Buenos Aires
Fotos Antigas no Café Tortoni


Um Show de Tango Imperdível!

Além da excelência no café e da antiga decoração, a sua apresentação de tango, é imperdível. Se ficares pouco tempo em Buenos Aires, este deve ser o espetáculo de tango a ser visto. Dentre os três que nós assistimos na cidade, este pareceu a mais genuíno. 

O Café Tortoni Mantém a Sua Antiga Decoração, em Buenos Aires
O Tortoni Mantém a Sua Antiga Decoração

É claro: não é o tango “seco”, “preto no branco”, visto pelas ruas de Buenos Aires. Mas é bem menos coreografado que o de outras casas. Até nisso, o Tortoni honra as tradições...

Disposição das Mesas no Café Tortoni, em Buenos Aires
Disposição das Mesas no Café Tortoni


A Orquestra que Acompanha o Tango do Tortoni

E esse tango sem muitas firulas e acrobacias é acompanhado por uma pequena orquestra. Há ali um piano, um contrabaixo e um bandoneon. O piano fica à esquerda do palco. O contrabaixo um pouco mais ao centro. E o bondoneon, ao fundo, à direita. 

Objetos Antigos Expostos no Gran Café Tortoni, em Buenos Aires
Objetos Antigos Expostos no Gran Café Tortoni

Uma boa parte das músicas é cantada. Como o palco é pequeno e uma parte considerável dele é ocupada pelo piano sobra bem pouco espaço para os dançarinos. Por isso, só há um casal dançando.

Instrumentos no Palco do Café Tortoni, em Buenos Aires
Instrumentos no Palco do Café Tortoni 


Onde Ficamos Posicionados?

Sentamos bem à frente, à esquerda, próximos ao piano. O lugar é muito bom. Dali você terá uma ótima visão. Seja dos dançarinos, seja dos músicos. O pianista fica de costas para a plateia, assim não faz muita diferença ficar de um lado ou de outro do palco. 


Se puder, jante antes de ir à apresentação. O forte do Tortoni não são os seus pratos. Não que eles sejam ruins. Longe disso... Porém, há opções mais interessantes, por preço equivalente, ali perto...



Veja também...
As Apresentações de Tango da Mais Tradicional Casa de Buenos Aires 

13 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Café Tortoni +++

Café mais emblemático de Buenos Aires.
Ao qual frequentaram glórias da literatura.
Da pintura, da música e do tango.
Como Gardel, Borges e Cortázar.

Há ainda a atmosfera que rodeia o café histórico.
E o Tortoni tem mais de um século e meio de história.
Ali, o ar portenho evoca o tango, a nostalgia.
E, é claro, o aroma do café.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Celebridades no Café Tortoni +++

Touan, imigrante francês, inaugurou-o, em 1858.
E tomou o nome de um reduto parisiense.
Lá, reuniam-se personagens ilustres e ilustrados.

Logo o Café passou às mãos de Celestino Curutchet.
E o Tortoni passou a exercer o magnetismo do par europeu.
Tornou-se um ambiente artístico e intelectual.
Pintores, escritores e músicos eram assíduos.

Dentre os visitantes famosos, podemos citar:
+ Alfonsina Storni;
+ Jorge Luis Borges;
+ Julio Cortázar;
+ Roberto Arlt.

Carlos Gardel foi um frequentador assíduo do Tortoni.
Sentava-se sempre no mesmo local.
Junto a uma janela, à direita do salão.
Ingressava pela entrada da Rua Rivadavia, hoje fechada.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Gente de Artes y Letras +++

O pintor Benito Quinquela Martin liderava o grupo.
E solicitou, em 1926, a bodega no subsolo do Café Tortoni.
A ideia era realizar as reuniões no local.
A resposta do proprietário foi positiva.
“Os artistas gastam pouco. Mas dão fama ao café”.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Apresentações de Tango no Tortoni +++

Nas paredes, do Café Tortoni podem-se ver quadros.
Dedicados a Juan D’Arienzo, Aníbal Troilo, Edmundo Rivero.
As apresentações ocorriam de segunda a sexta-feira.
Com numerosas opções no final de semana.

Em um salão, havia mesas de bilhar.
O antigo salão hoje se chama “Eladia Bláquez”.
Mas as mesas agora ficam no fundo do corpo principal.
Onde também se pode jogar cartas, dados e dominó

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Sabores Típicos no Café Tortoni +++

No Tortoni, podem-se resgatar sabores típicos de Buenos Aires.
De antigos pratos que ficaram na memória dos portenhos.
Um deles é o chocolate quente com churros.
Também se pode degustar a tradicional merengada.
O sorvete de leite que acompanha os portenhos há mais de século.
Para beber, a cidra, uma bebida de festas de fim de ano.
No Café Tortoni, esta é uma das especialidades da casa.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Livraria El Ateneo Grand Splendid +++

A Ateneo é a segunda mais importante livraria do mundo.
De acordo com eleição do diário britânico The Guardian.
Ela ocupa o prédio do elegante cine-teatro Grand Splendid.
E conserva a cúpula decorada com afrescos.
O antigo palco e o telão.
Além de um estúdio onde Carlos Gardel gravou.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Plaza de Mayo +++

É a praça mais importante de Buenos Aires.
O nome homenageia a revolução de independência argentina.
Ela ocorreu em maio de 1810.

Na verdade, a cidade surgiu em torno da praça.
Inicialmente, ela se chamava Plaza Mayor.

No centro da praça, fica a Pirâmide de Mayo.
Trata-se de um ponto de encontro de manifestações.
Ali, reúnem-se as Madres de La Plaza de Mayo.

Fonte: Guia O Viajante – Argentina, Zizo Asnis, 2009.

Leonardo Brocker disse...

+++ Plaza de Mayo: História +++

Local onde Juan de Garay fundou definitivamente a cidade, em 1580.
Em 1810, o local da atual praça foi o cenário da Revolução de Maio.
Em torno dela, surgiram os prédios mais relevantes da vida cívica local.
Muitos deles, ainda existem.
Em 1890, ocorreu o primeiro ato de um partido político organizado.
La Unión Cívica.
A praça nunca mais deixou de ser epicentro das celebrações.
E também dos dissabores da sociedade portenha.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Plaza de Mayo: Manifestações +++

É a caixa de ressonância das grandes manifestações populares.
Desde a história e a política.
Até o festejo de Maradona com a Copa do Mundo.
Desde 1977, é o ponto de encontro das Madres de La Plaza de Mayo.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Pirâmide de Mayo e Prédios Históricos +++

A Pirâmide de Maio data de 1811.
E comemorou o primeiro ano da Revolução de Maio.
Ainda no século XIX, remodelou-se o monumento.

Ao redor da praça, vemos alguns prédios históricos.
Como a Casa Rosada, a Catedral, o Cabildo e a Legislatura.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Plaza de Mayo: General Belgrano +++

Em frente à Casa Rosada, há um monumento equestre.
Ele homenageia o General Manuel Belgrano.
Belgrano nasceu e morreu no bairro.
E é uma das maiores referências da história argentina.
Ele criou a Bandeira Nacional, emblema que ostenta na estátua.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Palácios Suntuosos de Recoleta e Retiro +++

Muitas residências do Retiro testemunham a riqueza.
Da Belle Époque do final do século XIX.
O mesmo acontece na Recoleta.
Isso confere a característica de exclusividade destes bairros.
Com elegantes ruas e avenidas que alimentam esse glamour.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

++++ Palácios na Recoleta ++++

O Palacio Ortiz Basualdo, desde 1939, abriga a Embaixada da França.
O notável edifício, originalmente, foi uma mansão aristocrática.
Este “hotel particular” pertenceu à família Ortiz Basualdo.

Com projeto de 1912, a construção prolongou-se até 1918.
Em 1925, serviu de residência oficial a um ilustre visitante.
Eduardo de Windsor, Príncipe de Gales, passou uma temporada ali.

Até a primavera de 2014, foi mais de um ano de restauração.
Para o prédio recuperar todo o explendor de suas fachadas.
A entrada principal, os salões de recepção e o mobiliário.

A antiga residência fica a poucos metros de outros palácios.
Como Álzaga Unzué, Casey, Fernández Anchorena e Pareda.
Todos na zona norte da cidade de Buenos Aires.

Para muitos o Palacio Dahau é o expoente máximo de um período.
A residência é o maior representante da Belle Époque portenha.
Um dos últimos exemplos de prédios posteriores ao neoclassicismo.

O Palacio Dahau insere-se no estilo vitoriano tardio.
Com inspiração no castelo de Marais (Ile-de-France).

Palacio Ortiz Basualdo – Calle Cerrito, 1399.
Palacio Dahau – Avenida Alvear, 1661.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design