sábado, 30 de junho de 2012

Trilhas do Parque do Caracol - Corredeiras e Represa

Após encarar a escadaria até a base da Cascata do Caracol, procurei me informar a respeito das trilhas. Constatei que todas elas eram leves. Ainda bem, pois as roupas que eu vestia eram para andar de bicicleta e não para fazer trilha...

Detalhe da Água nas Corredeiras que Levam à Queda d' Água da Cascata do Caracol
Detalhe da Água nas Corredeiras que Levam
à Queda d' Água da Cascata do Caracol

Trilha do Arroio

A Trilha do Arroio, com 1.100 metros, é a mais extensa. Como o nome sugere, ela contorna o rio e cobre boa parte do Parque do Caracol. Comecei por ela, segui para as trilhas menores, quando as encontrava.

As Corredeiras do Parque do Caracol
As Corredeiras do Parque do Caracol

Uma bifurcação conduzia para a Trilha do Moinho e outra para a Trilha das Corredeiras. Na verdade as Ruínas do Moinho ficam bem próximas às corredeiras, talvez a uns 10 ou 15 metros.
Água Correndo para A Cascata do Caracol
Água Correndo para A Cascata do Caracol

Trilha das Corredeiras e das Ruínas

Segui primeiro para as corredeiras, a parte do rio próxima à queda d’água do Caracol. Ali há uma sucessão de pequenas quedas d’água. A maioria delas mais fotogênicas que a famosa cascata.

Corredeiras que Levam à Cascata do Caracol
Corredeiras que Levam à Cascata do Caracol

É claro: temos que considerar que no momento em que visitei o parque, estava sem chover a semanas, em Canela. Assim o volume da queda d’água do Caracol era muito pequeno. Bem diferente da majestosa cascata vista nas épocas de grandes chuvas...


Após tirar algumas fotos, cortei por dentro do mato até as Ruínas do Moinho. Elas ficam a poucos metros das corredeiras. E a visita só vale à pena por você já estar ali mesmo. As ruínas em si não têm nada demais...

Ruínas do Moinho, no Parque do Caracol
Ruínas do Moinho, no Parque do Caracol

Trilha do Silêncio e Museu

Segui a caminhada pela beira do rio, até chegar a uma espécie de represa. Ali, misturei o chá de limão Clight à água – boa parte do gelo já havia derretido! Bebi um pouco e segui a caminhada pela Trilha do Silêncio (150 metros).

Águas Calmas do Rio Próximas à Represa, no Parque do Caracol
Águas Calmas do Rio Próximas à Represa

Após a trilha, entrei rapidamente no museu. O local reúne diversos itens encontrados no rio. O que mais chama a atenção é um pneu de trator que retiraram lá de dentro. Há também um painel com o tempo de decomposição de vários destes itens.

Represa no Parque do Caracol, em Canela
Represa no Parque do Caracol, em Canela

Do museu, segui para a entrada do Parque do Caracol. Peguei a minha bicicleta e segui a minha pedalada! Agora a parada seria mais sinistra: teria de vencer os 7 km de estrada de terra até o Parque da Ferradura...

Fluxo de Água na Represa, Parque do Caracol
Fluxo de Água na Represa, Parque do Caracol

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design